>
domingo, 7 de agosto de 2022 - 17:00 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Após a morte de adolescente, amigos farão ato na Praça da Matriz

Após a morte de adolescente, amigos farão ato na Praça da Matriz

Matéria publicada em 25 de outubro de 2019, 19:25 horas

 


Ato acontecerá no Centro de Barra Mansa, às 14h

Barra Mansa – Maria Julia Fonseca de Oliveira, de 16 anos, encontrada morta na noite desta quinta-feira (24), no bairro Piteiras, estudava no Colégio Baldomero Barbará, em Barra Mansa, e cursava o 2º ano do ensino médio. Neste sábado (26), às 14 horas, muitos colegas que dividiam os estudos com a garota assassinada vão se reunir na Praça da Matriz, no Centro da Cidade, para cobrar providências e também fazer um ato contra a violência.

Durante a manhã desta sexta-feira (25), por volta das 7h, uma homenagem foi feita no colégio que a jovem estudava. Muitos foram à unidade escolar vestindo blusas pretas, em luto pela perda da amiga. Durante o encontro, os amigos fizeram orações, pediram justiça e desejaram paz.

O professor de história Fábio de Carvalho, de 35 anos, foi ao enterro e contou sobre como era o relacionamento com a adolescente. Para ele, legado que a jovem deixou foi de alegria e educação. “Dei aula para ela desde o 6º ano. Depois no 8º ano e posteriormente no 1º ano do Ensino Médio. Eu falei para todos os alunos que o legado que a Maria Julia deixa é que ela nunca deixou de sorrir. Sempre a encontrávamos com um sorriso fácil. Eu nunca a vi fazendo mal para ninguém, nunca a vi agredindo ninguém, muito menos falando um palavrão. Como aluna, era muito dedicada, esforçada, sempre prestando atenção na aula; e amiga de todos. Ela gostava de todos. Não tem uma pessoa que tenha o que falar algo ruim sobre ela. O legado dela é o sorriso que ela deixou”, destacou.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. A população deveria se armar! Aliás, todo cidadão de bem deveria ter o porte de arma, assim; iriamos fazer o que a PM não tem competência para fazer! Hoje bandido tem mais privilégios que o trabalhador! Com o não à prisão em segunda instância, o STF está falando: bandidos matem à vontade, pq não tem cadeia! Porém, STF, PM, juizes, promotores andam armados, carros blindados e seguranças! E a população? Se quiser defesa, liga pro 190 com linhas desligadas, carros sucateados. Me desculpe, o suspeito bateu na delegacia e foi liberado? É isso mesmo delegado? Cadê a preventiva de 30/dias que o senhor pode pedir para investigação? Agora, cadê o bandido que estava alí? Sumiu! Me desculpe, mas; se constatar que ele foi o autor, o delegado deveria ser preso, por prevaricação!
    Viaturas na Piteira o Sr. Comandante da GCM e PMERJ… Estão esperando o que??? Pra prender a bandidagem que anda solta no bairro? Cadê a Comandante que deveria ter ido à casa dos pais da menina e assumir um compromisso por honra a farda!

    • O maior pesar é saber que a Justiça cospe benefícios aos presos, e daqui uns dias cospe eles na sociedade e fica essa diarreia criminosa por toda parte!

  2. É um absurdo uma viatura não entrar no bairro! É um absurdo uma viatura entrar no bairro e não fazer uma ronda ostensiva! É um absurdo, a quadra do bairro está sitiada por marginais, com forças rolando o tempo todo. É um absurdo motos andando no bairro pela contra mão e condutores sem capacete. É um absurdo uma GCM não atuante, é um absurdo bares abertos com marginais atuando com venda de entorpecentes. Eu sinto muito pelo bairro. É um absurdo, um bar aberto na rua próximo à que a menina foi encontrada morta, sendo frequentado por marginais e nada ser feito! É um absurdo PM ficar dentro de carros passeando e não estar cumprindo com suas funções!

  3. ALGO PRECISA SER FEITO URGENTE, BARRA MANSA ESTÁ ENTREGUE AOS CRIMINOSOS. É NECESSÁRIO PACIFICAR BARRA MANSA. AS POLÍCIAS PRECISAM SER REVISTAS NAS ATUAÇÕES. PRECISAMOS TIRAR OS DELINQUENTES DE CIRCULAÇÃO, NEUTRALIZANDO AS FORÇAS DELES. NÃO PODEM ABUSAR DE POLICIAIS E SEREM PROTEGIDOS. CADEIA E TRABALHO FORÇADO NELES. O CRIME NÃO PODE COMPENSAR. QUE ESSE ATO TENHA APOIO DA POPULAÇÃO EM GERAL. ANTES QUE MAIS JOVENS SEJAM VITIMADOS.

Untitled Document