quarta-feira, 27 de outubro de 2021 - 23:42 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Barco em que casal morto estava continua desaparecido no mar de Angra dos Reis

Barco em que casal morto estava continua desaparecido no mar de Angra dos Reis

Matéria publicada em 22 de setembro de 2021, 17:36 horas

 


Angra dos Reis –  Nesta quarta-feira, dia 22,  completam 30 dias em que o empresário  Leonardo de Andrade, de 50 anos, e sua ex-companheira,  a corretora de imóveis Cristiane Nogueira, de 48 anos,  foram vistos pela última vez, saindo em uma traineira, de um praia em Angra dos Reis, para um passeio  na Ilha Grande. Os corpos deles já foram encontrados, mas o barco continua desaparecido.

O delegado titular da 166ª DP (Angra dos Reis), Vilson de Almeida, segue sua primeira linha de investigação, acreditando que o barco naufragou. O laudo de necropsia apontou como afogamento, a causa da morte do casal, que estava em processo de reconciliação.

Acredita-se que o barco naufragou na região da Ilha Grande. Segundo o delegado, o local, onde se supõe que a traineira possa estar,  a água está muito escura, e as condições climáticas não facilitam as buscas.

O dono do barco, que já pertenceu a Leonardo, deverá ser notificado a prestar depoimento na Capitania dos Portos, em Angra dos Reis, quando a embarcação for encontrada. Caberá também a ele  mandar fazer a reflutuação do barco  do fundo do mar.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document