domingo, 25 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Batalhões da PM no Sul Fluminense passam por mudanças

Batalhões da PM no Sul Fluminense passam por mudanças

Matéria publicada em 5 de janeiro de 2016, 09:24 horas

 


Alterações constam em boletim emitido pelo comando da Polícia Militar no Estado

tenente

Substituição: Tenente Coronel Luiz Claudio dos Santos Regis, deixará o 28 BPM (VR) para comandar o 33 BPM (Angra dos Reis)
(Foto: Arquivo)

Sul Fluminense – O boletim interno da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, publicado nesta terça-feira (5), confirmou a mudança nos comandos dos batalhões no Sul Fluminense. O 28º BPM (Volta Redonda) será chefiado pelo tenente-coronel Cezar Augusto de Souza Rosa, que estava à frente do 10º BPM (Barra do Piraí). Ele será substituído pelo tenente-coronel Wagner Cristiano Moretzshon, anteriormente no 37º BPM (Resende).
Quem assume o 37º BPM é o ex-comandante do batalhão de Angra dos Reis (33º BPM), o tenente-coronel Paulo Roberto das Neves Júnior. Quem assume O comando da Polícia Militar na região da Costa Verde é tenente-coronel Luiz Claudio dos Santos Regis, que até então chefiava a área do 28º BPM.
A data para a formalização das trocas de comando ainda não foram confirmadas mas deve acontecer nos próximos dias.
As mudanças são naturais quando é efetivada a troca do Comando Geral da corporação, ocorrida na segunda-feira (4) quando o coronel Edison Duarte dos Santos Júnior, assumiu a corporação, substituindo o coronel Alberto Pinheiro Neto. A cerimônia foi realizada no Batalhão de Choque, no centro do Rio.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Avatar

    e diario o cara cheja e vcs ja rebaixam ele o coronel cezar e coronel — ful — ainda e nao tenente coronel

  2. Avatar
    Olisebe Ferreira Basílio

    Que Deus guarde TDs seus passos e te guie como flecha no escuro em busca do ALVO pr.Olisebe IPC

  3. Avatar

    Uma pena, Tenente Coronel Luiz Claudio Regis, fará muita falta! Faz um trabalho sério que faz toda diferença.

  4. Avatar

    Belíssimo trabalho do ten. coronel Luiz. Tem tido sucesso em todas as unidades que esteve a frente. Talvez enxergar o policial como cidadão e pai de família seja imprescindível para que o policial possa retribuir frente a sociedade e ao próprio comando, sentindo-se mais confortável para expor seus problemas e dificuldades como qualquer trabalhador e tendo um tratamento digno, ou pelo menos o mínimo, com toda certeza os resultados positivos virão. TODOS NÓS PRECISAMOS MELHORAR, MAS, MELHORAR COMO CIDADÃOS, assim teremos uma grande sociedade com grandes instituições.

  5. Avatar

    Isso é rotina, faz parte da organização policial. Nem deveria ser matéria de jornal, no máximo de coluna social…

Untitled Document