Cinco pessoas são presas em operação da Polícia Civil de Barra Mansa - Diário do Vale
segunda-feira, 27 de setembro de 2021 - 05:08 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Cinco pessoas são presas em operação da Polícia Civil de Barra Mansa

Cinco pessoas são presas em operação da Polícia Civil de Barra Mansa

Matéria publicada em 28 de março de 2017, 10:24 horas

 


Três dos detidos são suspeitos de matar uma menor,de 17 anos, por engano e ferir outras três pessoas em um bar

Análise: Delegado Ronaldo Aparecido de Brito investiga um dos assaltos ocorridos em Barra Mansa

Delegado: Ronaldo Aparecido de Brito comandou a operação que culminou com a prisão de cinco pessoas
(Foto: Arquivo)

Barra Mansa- Policiais Civis da 90ª DP (Barra Mansa), coordenados pelo delegado titular Ronaldo Aparecido de Brito, prenderam na segunda-feira (27)  um total de cinco pessoas suspeitas de homicídio, tentativa de homicídio e roubo de veículos. As investidas policiais  foram realizadas em três bairros, onde foram cumpridos mandados de prisão expedidos pela Justiça.

Numa das ações, foram presos, um homem, de 26, e dois jovens, de 20 e 19 anos. Segundo o delegado, o trio é suspeito de assassinar, no dia 26 de fevereiro, deste ano, Izabeli Custódio da Silva dos Reis, de 17 anos. O crime foi próximo a uma lanchonete na Rua Olavo Bilac, no Jardim Primavera, em Barra Mansa.

A menor foi atingida por um tiro no peito. Ronaldo explicou que, na verdade, a jovem foi morta inocentemente, porque a intenção dos suspeitos era matar um rival do tráfico de drogas.  Outras três pessoas que também estavam no estabelecimento foram atingidas pelos tiros, mas sobreviveram.

– Os três homens que foram presos integram a facção criminosa denominada TCP (Terceiro Comando Puro). Todos tiveram a prisão temporária decretada por 30 dias. Eles foram indiciados por homicídio qualificado e tentativa de homicídio – explicou Ronaldo.

No mesmo dia, a operação prosseguiu para os bairros Jardim América e Roselândia,   onde dois irmãos, de 19 e 18 anos, foram presos por meio de mandados de prisão preventiva. O delegado disse que os dois são suspeitos de praticarem três roubos de veículos.

Segundo Ronaldo de Brito,  os irmãos foram reconhecidos por vítimas dos assaltos praticados pela dupla em janeiro e março deste ano, em locais diferentes da cidade.

O policial disse que após os inquéritos estarem concluídos e relatos os enviou para a Justiça, que acatou  o pedido para decretar a prisão preventiva dos irmãos, que foi cumprido.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

8 comentários

  1. Cadê meu comentário não postaram e ainda não corrigem é tcp e não tcc

  2. CIDADÃO VR - O Original

    Jovens sem instrução, sem Deus e sem estrutura familiar. Reflexo da nossa sociedade, cada vez mais deteriorada! Mas como nada disso justifica a vida de crimes, cadeia neles!

  3. Terceiro Comando Puro ( TCP) nao TCC como escreveu DV

  4. Os empresários tem que ter o direito de fazer Boletim de Ocorrência na Delegacia.
    No domingo um empresário teve o seu estabelecimento assaltado à mão armada,
    levaram grande quantia e ele não pode fazer o BO.
    Por que isso ?

    • Todos tem direito ao salário que é verba alimentar, e os policiais estão sem esse direito garantido, por isso estão em greve.

    • Cidadão do Bem,
      Segurança pública é dever do Estado.
      Os empresários se viram para pagar o ICMS caso contrário tem seu estabelecimento fechado.
      Seus salários vem desses impostos e os empresários pagam.
      Roubam quase R$ 30.000 do estabelecimento , falta total de policiamentos e o cidadão ainda
      é impedido de fazer BO, voce acha isso correto ?
      Estatisticamente a cidade fica como uma cidade de primeiro mundo, pois não tem ocorrências.
      Penalizem o Governo Estadual de outra maneira.

Untitled Document