quarta-feira, 21 de outubro de 2020 - 07:34 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Comandante diz que prioridade é combate ao tráfico

Comandante diz que prioridade é combate ao tráfico

Matéria publicada em 27 de fevereiro de 2016, 20:30 horas

 


Coronel da PM afirma que maior desafio também será evitar a migração de bandidos do Rio para região

om

César Augusto: ‘É um combate intenso, mas nós vamos trabalhar e nos entregar de corpo e alma para vencer essa batalha’ (Foto: Paulo Dimas)

Volta Redonda – Em entrevista ao DIÁRIO DO VALE, o novo comandante do 28º Batalhão da Polícia Militar, César Augusto de Sousa Rosa, foi categórico ao afirmar que seu maior desafio é o combate ao tráfico de drogas e a invasão de traficantes do Rio e da Baixada Fluminense na região, principalmente em Volta Redonda. Isso porque, segundo ele, o município é propício aos criminosos, por ter bastantes áreas de alto relevo, o que acaba se tornando um atrativo para os traficantes.

– Volta Redonda tem vários morros e algumas comunidades carentes que contribuem para que alguns traficantes, através da força do silêncio, queiram dominar e manter a venda de suas drogas – disse o comandante, ressaltando que, por conta das UPPs, vários conflitos entre facções, na capital, deixaram de ocorrer e não estão tendo espaço, e, por isso, bandidos estão vindo para o interior. “É um combate intenso, mas nós vamos trabalhar e nos entregar de corpo e alma para vencer essa batalha – ressaltou o comandante”, completou.

Segundo ele, o papel do Batalhão é combater o tráfico e a chegada de traficantes de fora: “Mas a participação da sociedade será fundamental nessa luta”, disse.

– Prova disso é que as prisões desses elementos foram feitas através de denúncias anônimas. O nosso modo de trabalho é participativo e vamos procurar, o máximo possível, estar mais perto da sociedade, que é nossa grande aliada no combate às drogas – destacou o comandante.

Trabalho feito

Um balanço feito nesses dois primeiros meses do ano apontou que, somente na área do 28º BPM, foram efetuadas 158 prisões e a apreensão de cerca de 80 quilos de maconha, aproximadamente 30 quilos de cocaína e apreensão de 29 armas. O foco do trabalho da polícia, no combate ao tráfico, vem sendo intensificado em áreas como o Complexo da Vila Brasília, Açude, Retiro, Morro da Conquista, Eucaliptal e Santa Cruz, todos bairros de Volta Redonda.

Já em Barra Mansa, segundo o comandante, a atenção é voltada para áreas como os bairros Roselândia, Nova Esperança, Boa Sorte, Piteiras,  Paraíso de Cima e Paraíso de Baixo, na Região Leste e Vila Delgado, no Ano Bom.

– O tráfico de drogas vem crescendo e combater essa atividade é uma tarefa difícil, mas que nós vamos tratar como prioridade. É uma prática rentável, uma vez que o traficante pega um quilo de pasta base para cocaína, avaliado em R$ 8 mil, e consegue transformar em R$ 30 mil, e em contrapartida porque existe o consumidor para comprar essa droga – destacou César Augusto, ao informar que denúncias sobre o tráfico e outros tipos de crime podem ser feitas através do 08000- 260-667.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. Avatar

    A guerra contra o trafico gera muitos empregos…o trafico de drogas movimenta um montante incalculável de dinheiro…
    Se legalizar muita gente vai falir…as drogas vão perder a graça…traficantes vão perder o emprego..e etc.
    E uma guerra perdida sem duvida….mas uma guerra que da muita grana. Então pra que acabar com esse negocio lucrativo….
    enquanto isso vão morrendo policiais…bandidos…e inocentes que entram na linha de fogo.
    Pois toda guerra tem mortes de todos lados e também de inocentes…

  2. Avatar

    que bom ve essa entrevista , mais tem que colocar pessoas mais educadas no ciosp , pois eles batem o telefone na cara da gente direto , fazem perguntas indiscreta , se é anonimo como vou saber se a pessoa ta armada ou não, so sei que não é do bairro ja basta . pedem ate endereço e nome, eu sempre sou bem atendida quando é policial masculino, as mulheres são mal educadas e muitas não sabe da realidade e a gravidade de uma denuncia .

    • Avatar

      Verdade, tudo q foi dito já aconteceu comigo e eu já fui perguntado até onde eu estava para ver o q estava tentando denunciar anonimamente.

  3. Avatar

    Esse cara gosta de aparecer hein. Masssss ele tem razão o tráfico tem que ser combatido, e aoamigo aí em baixo que quer que a pm prenda os engravatados que só rouba malote. Milhão se liga esse é um papel da PF e milícia não tem em Volta Redonda. Esse comandante tem meu apoio(além de eu achar que ele gosta de aparecer muito ta se achando artista ou pretende um cargo político futuramente).

  4. Avatar

    A guerra contra as drogas é inútil, o único que sai ganhando com isso é a própria polícia corrupta. E que sai perdendo são cidadãos do bem!
    É provada e comprovada o fracasso da guerra as drogas….
    Porém ainda não há uma regulamentação nesse país, pois os grandes traficantes estão de terno e gravata lá em Brasília, e nosso amigo comandante quer combater a ponta dessa cadeia, a mais fraca, é como enxugar gelo!
    Ele devia focar sim na segurança pública e segurança de fronteiras na cidade!
    Quero ver é prender bandido de verdade…..aqueles que roubam milhões…..quero ver combater milícias…. Enquanto isso pessoas são assaltadas e mortas diariamente enquanto o novo comandante quer prender o pequeno traficante…aquele q não tem nada….
    Novo comandante……
    Tenho pena e vergonha dessa nossa Pm….

  5. Avatar

    Fim do tráfico e de toda a violência associada? Legalize já e descriminalize o comércio de entorpecentes!… Uma alternativa, mais drástica e impopular, seria apenar não somente o traficante como também o consumidor, aí sim a porca torceria o rabo…

    Como diz um sábio ditado em inglês: “NO PAIN, NO GAIN”. Não há grande vitória que não exija sacrifício de igual tamanho. Algumas poucas mães chorariam, mas várias outras respirariam aliviadas, até que um dia não haveria mais choro…

Untitled Document