quinta-feira, 22 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Comandante-geral da PM ressalta a importância das UPPs

Comandante-geral da PM ressalta a importância das UPPs

Matéria publicada em 12 de novembro de 2016, 15:00 horas

 


Segurança: Coronel Wolney Dias Ferreira afirmou que o programa passará por ajustes (Foto: Divulgação)

Segurança: Coronel Wolney Dias Ferreira afirmou que o programa passará por ajustes (Foto: Divulgação)

Rio – O novo comandante-geral da Polícia Militar, coronel Wolney Dias Ferreira, ressaltou as primeiras medidas que serão desenvolvidas em sua gestão. O comandante afirmou que as Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) serão mantidas com ajustes para otimizar o trabalho policial e salientou que o trabalho de inteligência, em parceria com a Polícia Civil, será aprimorado.

– A UPP é um programa de Governo do Rio que não retroagirá. O secretário de Segurança, Roberto Sá, já anunciou que fará uma revisão no programa. É possível fazer correções de rumo e ajustes, sempre com o objetivo de otimizar o trabalho policial e, logicamente, melhorar a prestação dos serviços à população – disse o coronel Wolney Dias Ferreira.

Aumento da sensação de segurança

“As medidas que vamos adotar têm por objetivo reduzir os índices de criminalidade. Utilizamos, desde 2009, o Sistema Integrado de Metas. Quando se avalia a redução criminal, diversos fatores precisam ser levados em consideração. Quando você quantifica a Segurança Pública, o número por si só pode trazer dúvidas de interpretação. A estatística é cruel neste aspecto. Não adianta apenas dizer que o número de homicídios, por exemplo, foi reduzido se não conseguirmos transformar isso em sensação de segurança”.

Motivação policial

“A Polícia Militar é formada por profissionais altamente qualificados e motivados pela sua paixão pela profissão. É claro que o salário é fator motivacional, mas não é o único. O policial militar fica motivado pelo seu desejo de servir bem a quem jurou defender. Portanto, a PM tem consciência da sua importância no cenário do Estado e na preservação da ordem pública. Não nos furtaremos em desempenhar a nossa missão da melhor forma possível”.

Trabalho conjunto com a Inteligência

“O trabalho em conjunto da Polícia Militar com a Polícia Civil é fundamental, para que ações criminosas sejam coibidas”.

Aumento da sensação de segurança

“As medidas que vamos adotar têm por objetivo reduzir os índices de criminalidade. Utilizamos, desde 2009, o Sistema Integrado de Metas. Quando se avalia a redução criminal, diversos fatores precisam ser levados em consideração. Quando você quantifica a Segurança Pública, o número por si só pode trazer dúvidas de interpretação. A estatística é cruel neste aspecto. Não adianta apenas dizer que o número de homicídios, por exemplo, foi reduzido se não conseguirmos transformar isso em sensação de segurança”.

Mudanças de comando

“Já está mais do que comprovado que as alterações feitas de forma abrupta são prejudiciais ao serviço que prestamos. Toda mudança de comando implica em mudança nos diversos escalões, mas temos que entender o que é melhor para a sociedade. Havia inicialmente informado aos oficiais que dentro de 30 dias faríamos um diagnóstico de cada unidade. Isto porque alguns talvez não tivessem tido a oportunidade de mostrar o seu bom trabalho. De qualquer forma, mudanças ocorrerão porque temos áreas onde detectamos problemas. Em muitos casos, uma filosofia de trabalho precisa ser adequada”.

 

Mudanças de comando já executadas

Gabinete do Comando-geral (GCG): Coronel PM Danilo Nascimento da Silva

4º CPA: Assumiu o Coronel PM Sidney Camargo Melo

Diretoria-Geral de Odontologia: Coronel dentista Paulo Octávio Pinho Bruno

Grupamento Aéreo Móvel (GAM): Coronel PM Clarisse Antunes Barros

8º BPM (Campos): Tenente Coronel Fabiano Santos de Souza

1º CPA: Coronel PM André Silva de Mendonça

Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP): Coronel PM Luiz Belloni Gomes


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    O Brasil só muda com medidas duras de Brasília Resolver a segurança de um bairro ou cidade e não resolver a dos outros qualquer um sabe que não funciona

Untitled Document