domingo, 31 de maio de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Deam de Volta Redonda passa a contar com brinquedoteca para crianças

Deam de Volta Redonda passa a contar com brinquedoteca para crianças

Matéria publicada em 10 de março de 2020, 11:28 horas

 


Brinquedos foram doados pelos próprios PMs
(Foto: Lilian Silva)

Volta Redonda – Crianças que estiverem acompanhando às mães durante atendimentos na Deam (Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher), de Volta Redonda, passam a contar com um espaço diferenciado: uma brinquedoteca, inaugurada na manhã desta terça-feira, 10. A sala, decorada com brinquedos e livros, doados por policiais e membros da comunidade, recebeu o nome da assistente social Lea Soledad, que trabalha há oito anos na unidade.

A inauguração fez parte das comemorações pelo Dia Internacional da Mulher, lembrado no último domingo (8). O evento contou com a presença da secretária municipal da Mulher, Idosos e Direitos Humanos, a ex-vereadora América Tereza, que se comprometeu a arrecadar livros a serem doados para o espaço infantil.

Outra incentivadora do projeto, a delegada da Deam, Waleska Garcez, contou que a iniciativa ganhou agilidade após ela presenciar uma criança assistindo o atendimento à mãe, vítima de violência doméstica.

– Foi uma cena muito triste, porque o menino, aparentando cerca de oito anos de idade, chorava muito e sem entender o que se passava, pedia ao policial que não prendesse a mãe – relatou a delegada emocionada, acrescentando que desde então, agilizou o espaço para evitar que as crianças acompanhassem os atendimentos.

A ideia também ganhou o respaldo da assistente social. Soledad, a exemplo dos demais profissionais, disse que se sentia incomodada com as crianças presenciando os relatos das mães, muitas das vezes, vítimas de agressões de companheiros.

– A criança precisa ser poupada desses momentos de fúria familiar, porque esses pequenos ficarão marcados pelo resto de suas vidas podendo, no futuro, se tornarem adultos que se recusam a casar e, até mesmo, terem filhos – comentou a assistente social, também relatando caso marcante, onde um menino de 12 anos acompanhou a mãe após uma briga entre os pais. O garoto, lembrou Soledad, chorava compulsivamente, deixando a mãe mais preocupada com o filho do que com a agressão em si.

Brinquedoteca

Embora ocupe uma sala pequena, a brinquedoteca se transformou em um espaço bem aconchegante, com livros diversificados, além de uma multiplicidade de brinquedos para agradar a todas as idades.

A Deam de Volta Redonda é uma das poucas unidades de atendimento à mulher, do estado do Rio de Janeiro, que conta com um espaço reservado para as crianças.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document