sexta-feira, 23 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Delegacias do interior deverão ter efetivo mínimo de policiais mulheres

Delegacias do interior deverão ter efetivo mínimo de policiais mulheres

Matéria publicada em 30 de junho de 2016, 17:54 horas

 


Mais mulheres: Projeto de lei é de autoria das deputadas Martha Rocha (foto) e Zeidan (Foto: Divulgação/Vítor Soares)

Mais mulheres: Projeto de lei é de autoria das deputadas Martha Rocha (foto) e Zeidan (Foto: Divulgação/Vítor Soares)

Rio – Delegacias da Polícia Civil no interior deverão ter, sempre que possível, pelo menos duas policiais mulheres por plantão. É o que determina o projeto de lei 941/15, das deputadas Zeidan (PT) e Martha Rocha (PDT), que foi aprovado nesta quinta-feira (30), em segunda discussão, pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

A proposta ratifica a mudança do protocolo de atendimento que a corporação adotou após o caso do estupro coletivo da adolescente de 16 anos, ocorrido em Jacarepaguá, na capital, no mês de maio. As autoras dizem que a maioria das cidades do interior do estado não possui delegacias especializadas, o que faz com que o atendimento à mulher vítima seja realizado por um homem, o que pode resultar em constrangimento para ela no momento do registro da ocorrência policial.

– Esse trágico e chocante caso de estupro coletivo deve nos deixar um aprendizado, até porque essa violência infelizmente acontece a toda hora, a cada 11 minutos uma mulher é violentada no Brasil. Nossas delegacias do interior não têm efetivo feminino no seu corpo – comentou a deputada Zeidan, que foi relatora da CPI da violência contra a mulher da Alerj.

Segundo a deputada Martha Rocha, a ideia surgiu a partir do debate que se travou na CPI, que ela presidiu.

– Talvez a principal função da polícia após a investigação seja um bom atendimento, com uma escuta humanizada e riqueza de detalhes – afirmou.

O texto seguirá para o governador em exercício, Francisco Dornelles, que terá 15 dias úteis para decidir pela sanção ou veto.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar
    Antonio Carlos Peludo

    Essa Morta Rocha depois que virou deputada esta se achando …

Untitled Document