>
sábado, 28 de maio de 2022 - 02:12 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Detentos da Cadeia Pública de Volta Redonda farão curso de pintura

Detentos da Cadeia Pública de Volta Redonda farão curso de pintura

Matéria publicada em 10 de maio de 2017, 18:42 horas

 


Volta Redonda – Oitenta e quatro custodiados da Cadeia Pública Franz de Castro Holzwarth, de Volta Redonda receberão um curso chamado ‘Os princípios básicos de uma pintura’, oferecido por uma empresa privada, em parceria com a secretaria de Ação Comunitária de Volta Redonda (SMAC).

Serão duas turmas de 42 alunos com duração de oito horas, sendo que quatro horas serão destinadas para as aulas teóricas e quatro, para as práticas. As datas já estão definidas: a primeira turma receberá o curso na próxima sexta-feira, dia 12, e a segunda, no dia 19 deste mês, na sede da SMAC, de 9h às 16h. A secretaria também fornecerá os certificados de participação.

O principal índice de avaliação para que os detentos possam fazer o curso é o nível de bom comportamento e tem a finalidade de preparar o custodiado para a sua ressocialização. “É uma forma de premiação aos disciplinados e também fundamental que eles estejam preparados para o momento que saírem do cárcere”, afirmou Lissandro Barbosa de Araújo, diretor da secretaria de Estado de Administração Penitenciária Franz de Castro.

O gerente da distribuidora Ernane Carvalho de Souza informou que o curso pretende ensinar as técnicas de pintura como forma de capacitação. “As técnicas de uma pintura, que incluem parede, teto, chão, ferro e madeira, informações sobre linhas de tintas; preparação, diluição e aplicação da tinta e tendências de cores, além de informação sobre tendências de cores, com capacitação, informação e identificação de novos talentos para a pintura. Quem fizer o curso sai capacitado para esse ofício”, disse Ernane. As aulas serão oferecidas por um técnico da empresa.

O vice-prefeito e o secretário municipal de Ação Comunitária, Maycon Abrantes, vê nesta oportunidade uma chance excelente para que ao saírem, os detentos possam realmente estar mais preparados para uma vida melhor. “É interesse do poder público assistir e atender todos que estejam em situação de restrição de liberdade, dar oportunidade no trabalho de ressocialização junto à comunidade, quando deixarem de ser detentos. Além deste trabalho, serão oferecidas parcerias com ONGs e com a nossa secretaria, através das aulas de informática e cinema, com o Instituto Dagaz. Queremos que eles tenham uma nova perspectiva de vida”, finalizou.

 

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

11 comentários

  1. Indignado com troca de valores!

    Enquanto nas escolas não tem nem aula por falta de professores… alunos ficam nas praças até a hora de ir para casa..fala serio aula de pintura para preso!…preso tem que trabalhar em soca de trilho, para pagar seus custos..Gastar dinheiro publico com quem mereça;ou seja com o cidadão de bem..não inverta os valores.

    • Rapaz você tirou as palavras da minha boca tbn acho muita desconsideração com as crianças que nem tem oque comer no colégio tinha que colocar essa cambada na soca de linha limpeza de esgoto,entre outros

  2. Só os com bom comportamento poderão fazer o curso, já é um bom caminho, aliás todos merecem uma segunda chance. Que atire a primeira pedra aqueles que nunca cometeram crime. E crime não é só matar, roubar, crime também é sonegar (vendo um terreno por 50 mil e declaro que vendi por 25 mil), é faltar com a verdade, é ser omisso, e por ai vai.
    Pronto falei e aguardo pedradas no meu comentário.

    • Ao 'Sempre moralista'

      …então ,”senhor da moral”, leve-os pra sua casa e durma com eles. Se pra você ‘faltar com a verdade’ ou ser’ omisso’ tem o mesmo peso de roubar ou matar uma pessoa, leve-os pra sua casa e faça bom uso. Não queira nivelar à mesma altura a sociedade de bem com bandidos, a não ser que você se identifique com eles. Se eles merecem uma segunda chance, quem nunca se desviou do caminho merece TODAS. É sempre assim: matam, roubam, estupram, fazem tudo de ruim primeiro. Depois que é preso passa a ser “de Jesus”…aparecem moralistas reivindicando uma “segunda chance” a eles e blá, blá, blá…são uns coitados agora, né? Vamos prender e deixar faltar as coisas pra quem trabalha? Repetindo: Leve pra sua casa, passe talquinho na bundinha deles, dá beijinho…faça bom uso! Eles tem “bom comportamento” na cadeia e por isso merecem o curso? Por que não tiveram bom comportamento aqui fora antes? FALA SÉRIO !

  3. Estou há um tempão tentando implantar um curso parecido na cidade, voltado pra jovens, crianças e idosos que não tem condições e oportunidade de aprender e não tenho o menor apoio. Já fui na SMAC e nada! NÃO HÁ INTERESSE………Aí, surgem matérias como esta, mostrando como as coisas são feitas aqui na cidade. Ao invés de tratar as causas, se “preocupam” mais com as consequências. Uma maneira de querer iludir, mostrar que estão fazendo, mas não passa de superficialidades. Tentam cuidar de bandidos, e esquecem das crianças, das pessoas ordeiras sem oportunidades de melhora. Que estes presos trabalhem, E MUITO; reflitam, paguem por seus crimes e saiam de lá diferentes, mas daí dar PRIORIDADE e ATENÇÃO a eles, em detrimento de nossa comunidade de bem é o fim. O país fabrica vagabundos. Essa que é a verdade, infelizmente. Uma VERGONHA isso. Estão longe de serem coitadinhos…

  4. Profeta da Verdade

    Que pintem no inferno!

  5. tem que por eles pra fazer curso de pular do penhasco, pular na frente do trem….

  6. Geraldo Claret Plauska

    Legal. Mas vamos a um papo reto. E os familiares das pessoas prejudicadas, maltratadas, enganadas, surrupiadas por grande parte dessa corja de presos ? Não têm nenhum direito, nenhuma assistência, nenhum amparo ?
    Papo reto, invistam na educação dos pequenos. Farão melhor. Papo reto.

  7. Esse País é uma piada ., enquanto o trabalhador de bem , tem que desembolsar uma grana pra fazer esse curso ., os bandidos , marginais recebem de graça e ainda comendo e bebendo nas nossas custas ., MEU DEUS QUE PAÍS É ESSE ????

  8. Será que alguém daria uma oportunidade de contratar um pintor sabendo que é ex-presidiário ?

Untitled Document
close