>
sábado, 13 de agosto de 2022 - 16:14 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Dois mortos e quatro baleados em Paraty

Dois mortos e quatro baleados em Paraty

Matéria publicada em 29 de junho de 2015, 12:48 horas

 


Vítimas estavam comemorando a vitória de um time de futebol quando foram baleadas

Joao Dias JPG

Paraty –  O delegado titular da 107ª DP (Paraty), João Dias, está apurando o tiroteio ocorrido na tarde de domingo (28), após uma partida de futebol no bairro São Roque. Fábio Costa de Oliveira, de 30 anos, e Vitor Fábio Maciel da Silva, o Vitinho, de 19 anos, morreram depois de serem baleados. Outras quatro pessoas, uma jovem de 16 anos e três homens de 32, 36 e 61, foram vítimas de balas perdidas. O tiroteio foi na Avenida Pau Brasil.

Segundo policiais, após o fim da partida entre moradores dos bairros Mangueira e São Roque, Vitinho saiu de um matagal atirando em direção a um alvo ainda não identificado, mas acabou acertando Fábio que comemorava a vitória de um dos times. Ainda durante o tiroteio, Vitinho morreu depois de ser  baleado por dois homens em uma moto, que fugiram em seguida.

Além de Fábio e Vitinho, outras quatro pessoas que estavam no local também foram baleadas. Duas foram levadas para o Hospital Municipal São Pedro de Alcântara, em Paraty, onde foram atendidas e liberadas. As outras duas para o Hospital de Praia Brava, em Angra dos Reis, onde o idoso permanecia internado até a manhã desta segunda-feira (29).
O delegado foi informado que o tiroteio não teve ligação com a partida de futebol e que Vitinho já teve passagem pela polícia por suspeita de envolvimento com drogas. Segundo o delegado, os dois homens que estavam na moto já foram identificados e estão sendo procurados.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

16 comentários

  1. Paraty sempre teve alto índice de violência e a Polícia Civil da cidade nunca investigou,todos sabem quem são assassinos,ladrões,mas eles nunca investigam. Os piores bairros são Mangueira e Ilha das Cobras,mas agora a bandidagem está espalhada pela área rural e bairros distantes.O bairro de São Roque, apesar de ter somente uma rua principal, serve de esconderijo para fugidos,tem pontos de venda de drogas e muitos ladrões de residências,grande parte deles formada por menores de idade.A polícia tem que investigar,pois os moradores sabem quem cometem os crimes.

  2. Realmente a policia militar de paraty esta de parabéns. Atuando todos os dias em revistas a motoristas e motociclistas. Realmente graças a eles a situação em paraty não esta pior, se é que pode ficar pior.

  3. Sem intenção de discriminar, mas quem esta agindo são muleks de periferia, que ao cometerem esses crimes, não possuem condições financeiras de sair para outras cidades. ou seja, cometem os crimes e continuam a andar livremente pelos bairros da cidade. Sendo assim, o que falta é realmente uma investigação ou melhor, esta faltando atitude por parte das autoridades da policia civil que são responsáveis pela elucidação dos crimes, o que a meu ver não esta acontecendo. Agora a policia militar esta de parabéns, pois está sim, apesar do baixo efetivo na cidade, a situação só não esta pior por causa das constantes ações de repressão da policia militar.

  4. Que vergonha. Uma cidade tão pequena com esse alto índice de violência e assassinatos. Só pode ser a inércia ou incompetência das autoridade policiais. É um absurdo o que esta acontecendo em paraty. Concordo que deva se trocar o delegado ja que o mesmo não esta conseguindo FAZER NADA.

  5. Noto que as regiões mais violentas (excetuando roubos e furtos) são, invariavelmente, as mais precárias. Aqui em VR não vejo tantos assassinatos acontecendo nos bairros da margem direita do Paraíba, a não ser nos morros do Santo Agostinho e regiões de Três Poços e Nova Primavera, áreas mais carentes… Angra é, à exceção do centro histórico e dos condomínios, uma favela à beira-mar, o mesmo valendo para boa parte do município de Paraty. Na capital do estado a maioria dos assassinatos se dão nas favelas ou por algum morador delas…

    Não vou discutir o porquê dos fatos nem entrar no mérito da questão, mas é assim que acontece na prática. Áreas mais pobres = áreas mais violentas…

  6. Paraty é uma cidade de porte equivalente a Vassouras, ou seja, uma cidade pequena, percorrível inteiramente a pé. Não ouço falar em notícias policiais de Vassouras, que está muito mais próxima de VR, apesar de saber que o DV omite notícias do Vale do Café. Será que o jornal vende mais em Paraty do que em Vassouras e Barra do Piraí? Leio notícias dessas cidades através de redes sociais e sei que o couro come firme lá também…

  7. Senhor prefeito, sei que o senhor esta fazendo o que pode e que fazer o trabalho da policia o senhor não pode. Mas peço pelo amor de DEUS, que ao se reunir com a alta cúpula da policia civil do RJ, seja solicitado ao Governador e Secretario de segurança publica a troca imediata de todo efetivo da policia civil de Paraty. A impunidade, a falta de uma resposta rápida(prisão) desses “muleques”, a falta de uma investigação séria para que esses muleques sejam presos, é que faz a violência aumentar descontroladamente como esta ocorrendo. Graças a policia militar a coisa não esta pior. A Policia civil não esta conseguindo resolver nada, solucionar nada. Por favor prefeito, vamos solicitar a imediata troca de delegado, PELO AMOR DE DEUS. Paraty não aguenta mais tanta violência.

  8. Não consigo entender como uma cidade tão pequena como Paraty ter um índice tão alto de homicídio, quase toda semana tem assassinato nesta cidadezinha.

  9. PARATY É TERRA DE NINGUÉM, FALO COM TODO MUNDO QUE ESTÁ PENSANDO EM IR A PARATY PARA DESISTIR DA IDEIA, LÁ SÓ TEM BANDIDO NAQUELA MERDA !! DEUS QUE ME LIVRE , UM PARAÍSO QUE VIROU INFERNO! LUGAR SEM LEI , VAGABUNDO FAZ O QUER NESSE LUGAR !!! #PARATYTOFORA!!!

  10. Estive esse mês em Tiradentes, também estação turistica.
    Não tem xadrez na delegacia, já faz anos que não tem assalto, furto, homicidio, etc…
    Ao contrário Paraty só tem violência, acho que a diferença que lá é MG e aqui RJ.

  11. Não entendi nada, 1º descreve o Vitinho como uma das Vitimas, dps ele já é o atirador e dps os atiradores sõa dois homes que estavam em uma moto. Alô DV, vamos ler o texto da matéria e interprta-lo antes de pulblicá-lo.

  12. Se a policia não consegue dar conta dessa violência em uma cidade com 35 mil habitantes é porque esta fora de controle mesmo. Volta Redonda com mais de 300 mil habitantes não esta nessa situação. Vergonha total para nossa autoridades.

  13. acho que vou voltar a morar no Rio de Janeiro, saí de a por causa da violencia, mas aqui em paraty esta muito pior.

  14. Paraty perdeu o controle. Atenção turistas, cuidado. Não tragam suas familias para esta cidade, não coloquem sua famílias em risco.

  15. Tem coisas que não dá para entender. Em Volta Redonda o delegado que era altamente competente e possuía o apoio incondicional da população foi transferido. Em Paraty, cidade que parece mais uma cidade faroeste e muito pouco uma cidade turistica, nada é feito para solucionar esse problema da violência, que já a muito tempo encontra-se incontrolável. O engraçado é que quando vieram agentes de fora para auxiliar os policiais da cidade, conseguiram êxito em prender alguns envolvidos em situações passadas, que desfilavam pela cidade sem serem incomodados.

Untitled Document