quarta-feira, 23 de junho de 2021 - 18:07 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Homem é preso após tentar matar a mulher, em Volta Redonda

Homem é preso após tentar matar a mulher, em Volta Redonda

Matéria publicada em 3 de agosto de 2015, 16:35 horas

 


IMG-20150803-WA0012

Material: Martelo, garrafa de álcool e uma faca foram apreendidos pela polícia e seria usado para executar a vítima
(Foto: Cedida pela Polícia Militar)

Volta Redonda- Policiais militares prenderam neste domingo (02) um homem, de 31 anos, que tentou matar a mulher dele, de 38, na residência onde o casal mora na Rua Carlos Gomes, no bairro São Lucas. A vítima disse que o marido chegou em casa alterado e tentou atingi-la com um martelo, mas foi contido pelo sogro. Em seguida, o homem jogou álcool na mulher e quando pegou o isqueiro para atear fogo na vítima foi novamente detido pelo sogro.

Os PMs encontraram o homem com uma faca ameaçando o sogro e a mulher. Ele foi preso em flagrante e levado para a Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), onde foi indiciado por tentativa de homicídio. Policiais apreenderam uma garrafa contendo álcool, martelo, isqueiro e uma faca, que serão periciados por agentes do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE).

Na delegacia, a vítima e o pai dela prestaram depoimento. A assessoria de imprensa do 28º Batalhão da PM informou que o suspeito já teve passagem pela polícia por roubo.

A delegada da Deam-VR, Maria Madalena Carnevale disse que vai enviar o flagrante para a Justiça. Ela explicou que dará prosseguimento ao caso porque, na verdade, a prisão do suspeito foi decretada pelo delegado adjunto da 90ª DP (Barra Mansa), Alcidézio Bispo Júnior, que estava de plantão de área no fim de semana.

– Infelizmente nossa cultura ainda é machista, patriarcal. Alguns homens tratam a mulher como objeto, como se fosse o dono dela – disse a delegada.

Maria Madalena afirmou que concorda com a opinião de outras delegadas que dirigem outras delegacias especializadas no Estado do Rio: “o amor não mata, o que mata é a sensação de poder que o companheiro ou ex-parceiro tem sobre a vítima”.

– Amor não mata, machismo sim – reafirmou a delegada.

O suspeito foi transferido para a Cadeia Pública de Volta Redonda (antiga casa de custódia), no bairro Roma, onde ele ficará a disposição da Justiça.

 

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. O que deve ter feito ele ficar alterado, será que o chapéu estava apertado…. E se fosse com você?

  2. Pois é! Cadê os defensores do porte de armas para o cidadão? O que eles têm a dizer?

    • ÊTA POVINHO, o que as armas têm a ver com as calças? dentre os objetos apresentados, somente a faca pode ser motivo de questionamento (assim mesmo, se ela tiver a lâmina com comprimento superior a 10cm). a matéria refere-se a uma “alteração” apresentada pelo suspeito. essa alteração pode ser decorrente de bebida, droga, etc. esperar que não ocorra nenhum tipo de crime entre os humanos é algo meio utópico!

  3. Ainda bem que esse sujeito não tinha uma arma em casa. Se tivesse ele teria matado a esposa e o sogro.

    • pois é! Cadê a

    • Ou eles teriam matado o cara. Só uma pergunta: sera que ele queria matar a mulher a toa? OK, nada justifica, mas e o outro lado da historia? O que fez o cidadão ficar tão transtornado a ponto de fazer uma loucura dessas?

Untitled Document