sexta-feira, 15 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Volta Redonda registra três assassinatos em menos de 24 horas

Volta Redonda registra três assassinatos em menos de 24 horas

Matéria publicada em 5 de fevereiro de 2016, 18:16 horas

 


Último aconteceu na madrugada deste sábado e vitimou um jovem de 22 anos, no bairro Retiro

Volta Redonda- Três assassinatos foram registrados na cidade em menos de 24 horas. O último aconteceu na madrugada desta sexta-feira (5) na Avenida Santa Cruz, no Retiro. Wallafi Aparecido Ramos de Jesus Vitor, de 22 anos, foi assassinado com uma facada no pescoço. Uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada, mas quando chegou para prestar socorro, o jovem já estava morto. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Volta Redonda. A polícia por enquanto não tem pista do autor do crime.
O caso se junto aos dois homicídios ocorridos na noite de quinta-feira (4) e que eram investigados pelo delegado titular da 93ª DP (Volta Redonda), Eliezer Lourenço. Os crimes foram no Santo Agostinho e São Luiz.

Uma das vítimas foi Wanderli de Queiroz Filho, o “Caranguejo”, de 29 anos. Ele foi morto a tiros na Rua Mutirão, na Servidão Belo Horizonte, na localidade conhecida como Morro da Conquista, no Santo Agostinho. No local, os peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) encontraram no bolso da calça dele R$ 60 e quatro pinos plásticos. Esses materiais são usados normalmente para acondicionar cocaína.

Policiais militares foram até a casa do homem e encontraram um revólver calibre 38, sem munição. De acordo com a polícia, Caranguejo seria o atual comandante do tráfico de drogas e atuaria onde foi assassinado, na Rua Mutirão. Em outubro do ano passado, ele havia sido preso por porte ilegal de armas depois que PMs encontraram na casa dele uma pistola calibre 765, com 11 munições intactas, e uma espingarda calibre 12.

Já no bairro São Luiz, a vítima foi Rafael Pereira da Silva, de 31 anos. Ele foi morto a tiros na Rua Dom Antônio Cabral. Policiais recolheram no local do crime munições deflagradas de pistola calibre 380.
O delegado não descartou a hipótese dos crimes terem sido motivados por vingança, pela forma como os homens foram executados.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

8 comentários

  1. Avatar

    o wallaf trabalhava em uma oficina?

  2. Avatar

    Olha primeira mente vc respeita os familiares porque a opinião e sua e própria agora..
    quem é você pra falar pra ele sentar no colo do grandão…
    nois não somos nada; nesse mundo ninguém nunca voltou pra dizer se estava com jeova ou com o diabo..
    então guarda pra você nois familiares estamos sofrendo e não importa o que seje ou ele foi nessa terra enterramos uma pessoa que é do nosso sangue e isso na minha família nunca tinha acontecido…
    então por favor vamos respeita a dor de uma mãe que clama pelo seu único filho…
    E wue Deus o tenha em um bom lugar…

    • Avatar

      Nossa assassinou o português. Parei de ler em primeira mente. SOCORRO.

    • Avatar

      Porque Bruxa…
      Eu escrevo do jeito que eu quiser; vc não tem haver com a minha vida.
      E vc é professora? Kkkkk deve ser.
      Então vai dar sua aula e sai da net e ficar sabendo das fofocas fofoqueira.

  3. Avatar

    A cidade já está com um grande número de ocorrências policiais. Quando falo que se houver anexações de bairros de outras cidades Volta Redonda vamos precisar de outra delegacia o povo se sente ofendido, mas na verdade já estamos com excesso. E os políticos só querem os votos com essas anexações, não se preocupam com as contrapartidas para a infraestrutura do município que vai receber novos bairros. Nem tudo depende da prefeitura, os governos estadual e federal têm que fazer a parte deles.

  4. Avatar

    Só gente boa … agora senta no colo do gramunhão…

  5. Avatar

    “Mas você pode ter certeza…” Cássia Eller. Não foi a toa, alguma eles aprontaram. Triste para os familiares que ficaram com a dor, pena que os vagabundos não pensam nos pais, irmãos antes de entrar pro crime..Vida loka, vida poka!

  6. Avatar

    A rapa sendo feita, a cidade sendo limpa. O mundo do crime é uma roda vida que vai esmagando quem está embaixo e admitindo outros que estão encima, mas logo também estarão embaixo.

Untitled Document