terça-feira, 15 de junho de 2021 - 12:07 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Mais de 60 alunos de escolas de Volta Redonda se envolvem em briga

Mais de 60 alunos de escolas de Volta Redonda se envolvem em briga

Matéria publicada em 1 de julho de 2016, 16:34 horas

 


Confusão generalizada aconteceu na Avenida Nossa Senhora da Conceição (antiga Rua 4), no Conforto; oito foram detidos, três com passagem pela polícia

Volta Redonda –  Mais de 60 estudantes pertencentes às escolas municipais Julio Caruso e Themis, além do Colégio Estadual Presidente Roosevelt, se enfrentaram na tarde desta sexta-feira (1º), na Avenida Nossa Senhora da Conceição (antiga Rua 4), no bairro Conforto – local próximo a todos os colégios. Oito dos envolvidos na briga generalizada conseguiram ser detidos por guardas municipais e PMs pertencentes às Patrulhas Escolares e os demais fugiram se aproveitando do movimento da feira livre, realizada todas às sextas-feiras na avenida.

Segundo a Guarda Municipal, a briga foi marcada por uma rede social e os “brigões” teriam se aproveitado de barracas da feira e jardins das casas para conseguirem se esconder.

Dos oito detidos, cinco menores (16 e 17 anos) e três maiores (18 anos) foram detidos. De acordo com o subcomandante da Guarda Municipal, João Batista dos Reis, disse que os maiores tinham passagem pela polícia (93ª DP), pelos crimes de roubo, porte de drogas e estupro.

Pais e responsáveis foram chamados e eles foram autuados por perturbação do sossego e do trabalho. Segundo o comandante da GMVR, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa é muito importante que as diretorias das escolas entrem em contato com a Patrulha Escolar
– Todos possuem os telefones dos integrantes e quando há uma confusão, ou se souberem antes, o melhor é avisar. Se for antes, melhor porque podemos planejar e impedir que a briga aconteça – disse Barbosa.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

22 comentários

  1. Esses são os jovens aos quais confiamos nosso futuro, quando tomo conhecimento de fatos como este percebo que o nosso dinheiro mal gasto vai mesmo é para o lixo, penso que escola deve frequentar aqueles que desejam e não porque são forçados ou obrigados, de qualquer forma o país precisa da mão de obra bruta daqueles desinteressados pela formação.

  2. eu não sei o que está acontecendo, a rapaziada de hoje que dão uma de espertos que os velhos não estão com nada,que gostam de viver a vida fumando maconha enfim se consideram os espertos ,mais no fundo são uns tremendos babacas, há que saudades da ditadura , já pensou se isso acontecesse, ia todos para o chilindró e até os pais chegarem lá , já tinham entrado na porrada já tinham perdidos uns três dentes ai eu queria ver aonde que eles iam dar parte que tinham sidos agredidos coitados, isso se os pais também não levassem uns tapas, nessa época que eu queria ver esses monte de babacas viverem.tem que pegar e meter a porrada nessa turma pra ver se eles aprendem a viver.tem que dar mais poder para policia e parar com esse negócio de direitos humanos, direitos humanos tem que ser para humanos não para esse bando de babacas.

  3. Não adiata colocar a culpa na comunidade e as crianças não recebem educação dentro de sua casa. Os pais são tantos responsáveis como estás crianças, lamentável.

  4. É ainda são chamados de estudantes, aprendiz de marginal. chamar o capitão Nascimento pra eles, sabe voar estudante?

  5. Enquanto esse país não for sério e a educação também não for levada a sério…será daí pra pior.

  6. Adolescentes cujos miolos da cabeça é igual a merda. E tem gente que diz que os adolescentes já sabem o que fazem.

    Estudantes de escola pública com uma secretária e um prefeito com 20 anos no cargo, querem mais o quê?

    E tem eleitores que irão votar no prefeito novamente por GRATIDÃO, e as escolas continuará seguindo formando aloprados e bandidos.

    Os maiores responsáveis por isso são os eleitores que mantiveram o mesmo governo há 20 anos.

  7. Falta de educação, impunidade e populismo = desagregação social.

  8. O mais dificil a policia faz mas a justiça solta, espero que pra melhorar que a nossa justiça tambem trabalha em cima disso.fazendo certo vidas serão salvas . não e atoa que nosso amigo perdeu a vida em vr e por conta dessas bobeiras mesmo.

  9. até mais cedo enquanto a materia não dava audiência eram 30 e não eram estudantes, agora pra dar um pouco de audiência subiram inexplicavelmente a quantidade pra mais de 60 e são todos estudantes das escolas no entorno da briga! vai entender!

  10. Pega essa molecada da um porrete a cada um, coloca dentro de uma quadra toda fechada, tranca os portões e depois de dois dias, ir la pra ver se sobrou alguma coisa.

  11. Como pode né…
    Ali tem um monte desses vagabundos que nem estudam ali, ou bando de atoas…depois vem falar que é porque é pobre, não tem oportunidades, a para…polícia sabe quem são que esses atoas ficam ali marcando toca todos os dias.. polícia e a guarda deveriam e agir com mais rigor, digo meter a mão na cara mesmo, infelizmente se fizerem isso um monte de gente vir aqui defender esses vagabundos…Quem quer alguma coisa com o estudo mesmo não estão metidos nisso.

  12. PLATÃO, O FILÓSOFO

    É bom que chama a atenção para o bairro Conforto. Aqui temos uma concentração grande de escolas, mas NÃO EXISTE POLICIAMENTO, nem patrulha. Os alunos fumam maconha no canteiro em frente ao Colégio Themis, às 7 horas, antes de ir para a escola, e sem que nada seja feito. Ninguém faz nada… Quem sabe agora as autoridades façam alguma coisa pelo bairro Conforto!?

  13. Nem pra palhaços eles servem,cambada….

  14. Pensam que um bando de baderneiros pode ser chamado de facção. Temos que fazer uma campanha de mobilização da sociedade para acabar com o ECA senão esse país vai experimentar uma degradação social maior do que a que está em curso.

  15. Bandido começa assim. são brigas de gangues e conforme o relato de um deles, facções criminosas. Bando de idiotas sem noção.

  16. Esses moleques se dizem de facções criminosas… pega eles coloca num onibus e deixa eles em alguma comunidade do Rio pra eles verem o q é ser de facção. não tenho paciência pra essas sementinhas do mal.
    Tem q descer o sarrafo neles !!!!
    Vai trabalhar, fazer um jovem aprendiz !!!

    • Concordo plenamente com seu comentário! Os babacas enchem a boca pra falar que pertencem a essa ou aquela facção! Meu Deus! Não teem idéia do que estão dizendo! Bando de descerebrados!

  17. A POLICIA E A GUARDA MUNICIPAL ANTES DE LEVAR PARA 93DP DEVERIAM DAR LOGO UM MONTE DE TAPA NA FUÇA DESSES BABACAS METIDOS A BANDIDOS. PAPAI E MAMÃE OLHEM SEUS FILHOS, VEJAM AS COMPANHIAS QUE ESTÃO COM ELES ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS.

  18. ESSES IDIOTAS DEVERIAM LEVAR UMA SURRA DOS PAIS EM PRAÇA PUBLICA. BANDO DE DESOCUPADOS. AO INVES DE ESTUDAR, ARRUMAR UMA NAMORADINHA LEGAL E SER FELIZ QUEREM FICAR SE ATRACANDO COM OUTRO HOMEM. ME POUPE. BANDO DE BABACAS. ACHAM BONITO SER BANDIDO. E AINDA DIZEM QUE SÃO DE FACÇÃO COITADOS NEM DEVEM SABER DIREITO O QUE É ISSO. SE INTITULAM BANDIDOS DE FACÇÕES RIVAIS KKKKKKKKK É DE MORRER DE RIR DESSES PALHAÇOS.

    • PAI HOJE E FIGURA DECORATIVA, OS FILHOS CRESCEM E AO ATINGIREM A FAIXA DE 14 ANOS OS PAIS PERDEM O CONTROLE, SEJA ELE MACHO OU FEMEA, ELES SAO ENCANTADOS POR ESTAS FACÇOES, E PAI E MAE SE INTRUMETER AINDA LEVA PORRADA, DERREPENTE VOCE ESTA ESCREVENDO O QUE ESCREVEU EH PORQUE NAO VIVE A REALIDADE DE UM PAI OU UMA MAE. ALEM DE TUDO SE VOCE DER UMA BEM DADA NA CARA DO FILHO OU DA FILHA O CONSELHO TUTELAR TE FERRA PRO RESTO DA VIDA.

    • Papai e mamãe sem moral é que se submete aos filhos.

      Nas redes sociais está repleto de pais e mães que amam os filhos , e filhos que se gloriam dos pais que têm.

      Muitos pais nem se preocupam com quem os filhos andam. Não se preocupam onde os filhos e filhas estão indo e muito menos em que hora eles chegam em casa. (com a desculpa do ECA)

      Ontem mesmo um pai contou-me, numa roda de amigos, que a namoradinha do filho iria dormir na casa dele ( e junto com o filho) o que ele disse que então sairia de casa, mesmo contrariando a mãe.

Untitled Document