quinta-feira, 9 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / manchete1 / Megaoperação da Polícia Civil prende 17 pessoas

Megaoperação da Polícia Civil prende 17 pessoas

Matéria publicada em 15 de abril de 2015, 15:25 horas

 


Treze foram presos no Sul Fluminense, um no Rio e outras três em São Paulo; eles teriam ligação com o crime organizado

Felipe vieira

Sul Fluminense –   A Polícia Civil e agentes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, prenderam durante a megaoperação denominada “Adren” (abreviatura de adrenalina), treze pessoas em Volta Redonda, Barra Mansa, Angra dos Reis, Itatiaia e Resende. Outros três suspeitos foram presos na capital Paulista e um policial civil se entregou na Corregedoria de Polícia Civil, no Rio. A operação foi comandada pelo delegado titular da 90ª DP (Barra Mansa), Ronaldo Aparecido de Brito, com o apoio dos promotores de justiça Bruno Gaspar e Fabiano Oliveira.

– A megaoperação Adren foi desenvolvida nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais – disse o delegado Ronaldo.

A ação envolveu 400 policiais, entre delegados e inspetores, e se estendeu até Minas Gerais, onde foram estouradas três refinarias de cocaína, mas ninguém foi preso. Os delegados adjuntos da 90ª DP (Barra Mansa), Michel Floroschk, e o da 93ª DP (Volta Redonda) Márcio Leandro Figueiroa, foram responsáveis pelas prisões de três pessoas em São Paulo, onde duas refinarias de drogas foram estouradas.

A operação foi iniciada em 2014 e nove pessoas já tinham sido detidas. Por isso, com mais estas 17 prisões realizadas nesta quarta-feira, sobe para 26 o total de presos.

A Operação Adren teve como objetivo cumprir mandados de prisão preventiva contra 40 pessoas, incluindo quatro policiais civis e dois policiais militares. O outro objetivo foi cumprir 70 mandados de busca e apreensão.

O promotor Bruno Gaspar explicou que os policiais civis que tiveram mandados de prisão decretados foram Guilherme Dias Coelho (conhecido como “Guilherminho”), que está foragido, e Pablo Bafa Feijolo e Clodoaldo Antônio Pereira, que já estavam presos, desde o ano passado, quando a Polícia Federal de Volta Redonda realizou a Operação Concite.

O policial civil Ricardo Wilke, lotado da 89ª DP (Resende), também foi procurado na casa dele, na Barra da Tijuca, no Rio, mas não foi encontrado. Mais tarde, ele se apresentou à corregedoria.

 Os presos

Foram presos hoje no Sul Fluminense Débora Ferreira Resende, de 34 anos; Wellington Palmeira, de 34; Diego Faria dos Santos, de 27; Marcilon Júnior da Silva, de 31; Evandro Nascimento Lima, de 34; Gustavo de Oliveira Gouveia, de 21; Jefferson César do Nascimento, de 34; Roberto da Silva Nascimento, de 18; Renato André do Nascimento, de 40, Marcelo Aparecido Camilo, de 21, Diego Nunes Teixeira de Almeida, de 27; Rodolfo Honorato da Silva. de 20, Luis Fernando Balbino da Silva Filho, de 23.

Além de Guilherminho, estão sendo procurados o policial militar Hugo Leonardo Guerra, lotado no 10° BPM (Barra do Piraí), e o PM reformado Gilson Bairral Franca Júnior, o “Macarrão”.

O promotor Fabiano de Oliveira disse que Guilherminho seria um dos comandantes da quadrilha especializada em tráfico de drogas. Os integrantes da organização criminosa são acusados ainda de roubo, extorsão e extorsão mediante sequestro.

De acordo com denúncia do Ministério Público, uma parte da quadrilha era organizada a partir de um grande núcleo fornecedor de drogas radicado na capital paulista, vinculado à facção criminosa “Primeiro Comando da Capital”. Este núcleo abastecia diversos traficantes da Região Sul Fluminense, que faziam a distribuição e venda da droga no Estado do Rio de Janeiro, bem como atendia a outra célula do bando, sediada nos arredores da cidade de Mogi Guaçu, no interior de São Paulo.

Segundo nota do Ministério Público, os policiais civis Guilherme Dias Coelho (conhecido como “Guilherminho”), Pablo Bafa Feijolo e Clodoaldo Antônio Pereira, associados a outros traficantes, e por vezes com auxílio do policial civil Ricardo Wilke, transportavam, guardavam e mantinham entorpecentes em depósito para fins de tráfico e sem autorização legal. Esse material era posteriormente repassado a integrantes da quadrilha para revenda, cujo produto era partilhado entre todos.

Ainda de acordo com a nota, parte da droga apreendida em diligências policiais era retida e transportada em viatura oficial da Polícia Civil e distribuída entre outros membros do bando, também para revenda.

 A organização

Segundo o MP, por outro lado, apurou-se a existência de organização criminosa composta por “Guilherminho”, Pablo, Clodoaldo, pelo policial militar Hugo Leonardo Guerra, pelo policial militar reformado Gilson “Macarrão” e por outros criminosos, cujo propósito era a extorsão e a prática de outros crimes patrimoniais contra traficantes da região.

Líderes deste núcleo, os policiais também investigavam outros criminosos da região a partir de dados fornecidos por integrantes da própria quadrilha. Quando encontrados, eram extorquidos para que não fossem presos. Em alguns casos, também eram sequestrados e tinham objetos como carros, eletrodomésticos e joias roubados. A devolução de parte desses pertences também era negociada pelo bando.

Ainda de acordo com o MP, além de cumprir 73 mandados de busca e apreensão, foi feiro o sequestro de bens e valores de todos os denunciados. Ao longo das investigações, iniciadas em meados de 2014, diversas prisões foram efetuadas, bem como a apreensão de aproximadamente 65 quilos de material entorpecente e vasta quantidade de material utilizado no preparo da droga, os quais foram parcialmente localizados em refinaria mantida pelo PCC na capital de São Paulo.

O diretor do 5º Departamento de Polícia de Área (5º DPA), delegado Daniel Bandeira, enalteceu o empenho dos policiais e dos promotores de justiça. Ele lembrou que esse trabalho vem sendo desenvolvido há mais de um ano e que o resultado foi a desarticulação de boa parte dessa quadrilha especializada no tráfico de entorpecentes que agia no Sul Fluminense, São Paulo e Minas Gerais.

O delegado Ronaldo Aparecido de Brito disse que desde o ano passado foram desarticuladas quatro refinarias, três delas no São Paulo e uma em Piraí. Além disso, segundo o policial, vários veículos utilizados para o transporte de drogas foram apreendidos. O delegado informou ainda que, nesse mesmo período, mais de 65 quilos de drogas também foram apreendidas.

– O bom resultado desse trabalho só foi possível por conta desta integração, esse união de esforços. Os integrantes do crime organizado cada vez mais eles se comunicam entre si. Não há uma divisão territorial. Muito pelo contrário: sempre que podem se articulam e se auxiliam mutuamente por um objetivo comum que é a venda de drogas, aquisição de bens e para angariar lucro e valores – disse Ronaldo.

Segundo o delegado, nessa megaoperação ficou constatado que o Comando Vermelho por conta das ocupações das UPPs ocorridas na capital fluminense perderam muito espaço, drogas e armamentos. “Por conta dessas perdas houve uma aproximação do PCC com o Comando Vermelho e o Sul Fluminense passou ter uma atenção privilegiada desde dessas facções criminosas, por estar próximo a divisa dos estados Rio e São Paulo”, disse. E completou:

– Atualmente, o fluxo de drogas que passa por nossa região aumentou bastante. Essa operação teve o apoio total do juiz da 1ª Vara Criminal de Barra Mansa, que decretou a prisão preventiva dos acusados. Sem esse elo, a parceria com os promotores do Ministério Público, e o desempenho de dedicação dos policiais da 90ª DP essa operação seria impossível de ser realizada.

Por Dicler de Mello e Souza

15-04-15 Operacao ADREN - Policia Civil - Felipe Vieira (21)

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

32 comentários

  1. Avatar

    pode ate existir policial honesto ,mais 90% sao corruptos … eles sao muito espertos ao pegar os arregos deles pra filmar tem que obrigar todos a usar um tipo de capacete que tenha uma camera de 360 graus com alta definiçao, que tenha tambem nesse capacete gravador de voz 5.1 e um gps pra rastrear em tempo real onde ele esta assim pode ser vigiado pela policia federal ,e outra pra investigar os federal tambem …. ae sim quero ver esses corruptos fazerem covardia …que eles gostam de bater em morador so porque o cara é viciado nao tem que ser espancado, de madrugada vem aki no vale verde em volta redonda pra ver eles judiam jogam no chao dao chute nas costas bate com o fuzil nos viciado e ainda da tiro em qualquer pessoa que se assustar e tentar fugir da blitz , porque eles nos poe medo , nos moradores temos medo dos policiais de volta redonda .

  2. Avatar

    Policia civil e militar não respeitam profissão só querem obter vantagem,em VR está uma verdadeira festa,APTRAN só quer fazer blitz pra arrecadar dinheiro pra manter padrão de vida não condizente com o salario de um pm,civil só quer bater papo e acharcar trabalhador,só sabem obter vantagens de sua profissão,e nós trabalhadores é que pagamos o salario desses pessimos profissionais,que por sinal,não sabem e não respeitam o trabalhador honesto,

  3. Avatar

    Policial desonesto tem que ser julgado como tal,viu meios de tirar vantagem de sua profissão,se aproveitou,enriqueceu,vi por varias vezes cenas iguais,policiais que possuem bens que não condizem com seu salário,cadeia nele,,,+policial tem que honrar a profissão

  4. Avatar

    E SE FIZER UM PENTE 28 BATALHAÃO VÃO PRENDER MUITOS POLICIAS MILITARES AI INCLUSIVE TODOS QUE TIRAM PLANTÃO NO BAIRRO JARDIM CIDADE DO AÇO QUE E UM ASAFADEZA DE CORRPÇÃO SO SOBE PARA PEGAR O CHAMADO ARREGO CORREGEDORIA PRA CIMA DELES.

    • Avatar

      Vai lá na delegacia e denuncia, você é marrento ou covarde? não tem coragem? então tira foto, filma, mas faz alguma coisa ao invés de ficar botando marra aqui.

  5. Avatar

    Ate que e enfim o RISP apresentou trabalho, tem que focar também na ostentação de riqueza de Policiais, com salario que tem o cara ostentar joias e carros que valem verdadeiras fortunas, cheira a trambiques.

    • Avatar

      Meu caro amigo, não se esqueça q em sua maioria os policiais trabalham para poder ostentar, em muitas das vezes ate em mais de três empregos, no minimo vc deve ser um desses merdas q não conseguiu nem servir o EB e fica ai cagando pela boca, policiais corruptos existem mas não são maioria, então antes de julgar uma corporação inteira por conta do erro de meia duzia, pense bem pois antes de sermos policiais somos pais de família…. A e se vc sabe de algum q e corrupto denuncie ajude a nossa corporação a se livrar desses maus policiais….

    • Avatar

      Xí, vc disse bem camarada, não são todos disso tenho certeza, mas a propósito esta se queimando porque? com mais dois ou três empregos não dá pra ostentar riqueza, a não ser que os salários sejam super salários, me entende, qual é mesmo a escala de serviço do PM? vê se te enxerga cara, se perder a carteira de Polícia, vai fazer o que? vai viver de que? no mínimo vai ficar a margem da Lei.

  6. Avatar

    Os delegados titular e adjunto de Barra Mansa, estão dando show. isso é trabalho, parabéns.

  7. Avatar

    Dr. Ronaldo e sua equipe, orgulho da Polícia Civil, orgulho de ser brasileiro.

  8. Avatar

    Manda essa turma prá Indonésia.

  9. Avatar

    Parabéns a todos que trabalham na eliminação de bandidos que recebem do nosso dinheiro suado seu salário e ainda nos extorquem .

  10. Avatar

    E agora é a vez do Zoinho !!!!! Biotipo do representante brasileiro ( Zoinho) da até vergonha !!!!

  11. Avatar

    povo fala e não sabe de nada, vcs acham mesmo que isso tudo é verdade? prenderão os bodes expiatórios, falta só prender os colarinhos brancos. ah! aí já é pedir demais né…….. pais de família sendo presos somente por vingança e até dor de cotovelo…….é o declínio do nosso país. tirando policiais das ruas para ficarmos a mercê de mais injustiças.

    • Avatar

      Prenderão no futuro; prenderam no presente, ele prenderam mas não foi sós os bodes expiatórios você já viu cara prendere delegados e outros policiais? E os que estão foragidos é qestão de horas, ficaria até melhor se eles se apresentassem

    • Avatar

      verdade verdadeira.

  12. Avatar

    Parabéns a toda equipe de investigação que colocou este bando no seu devido lugar. Fico muito feliz em saber que existe profissionais capacitados e competentes em nossa região.

  13. Avatar

    Esses civis nem sempre faz a coisa certa, eles prenderam um cara inocente e ta pagando pelo erro de outros que realmente tinha que esta atrás das grades … Muitos desses policiais tinha que esta preso em presidio comum… Dessa vez a eles estão fazendo um trabalho bom.

    • Avatar
      reinaldo cantarelli

      também acho que estes policiais estão sendo vitimas não acredito nesta historia ja ouvir dizer historia muito boa de alguns deste policiais inclusive que um deles ganharao ate premio por prisoes quando estava lotado na delegacia em resende ele deve ter pisado è em algun calo e esta pagando por isso

  14. Avatar

    pena que nao pegarao os policiais militares e civis esse macarrao sempre agil com truculencia enquanto sstava na ativa batendo na cara de trabalhador e agora se revelou um tremendo bandido vamos denunciar ele nao pode ficar solto pelo bem da sociedade.

    • Avatar

      Vc sabia que o policial batia na cara do trabalhador e não falou nada? Não filmou nada? Não pôs na internet? Saiba que isso é omissão.

  15. Avatar

    Parabens pelo belo trabalho, devia ter mais, só assim este cancer chamado traficante daria uma trégua para as familias que eles destroem.

  16. Avatar

    parabéns pois a corrupcao esta em maioria dos p em volta redonda ….

  17. Avatar

    Dr Ronaldo e os promotores, façam a operação Larga o osso na prefeitura de Volta Redonda. vão prender muita gente.

  18. Avatar

    Esse Pablo nao vale nada tenho pena e da mae deli q acha q eli nao fez nada disso q eli inocente tem e q ficar preso msm

    • Avatar
      Justiça será feita!!!!!

      O Pablo não faz nada disso não!!!! Ele é ótima pessoa, isso é inveja!!!! Vão ter que provar!!!! E a mãe dele é uma benção e acredita no filho dela!!!!!

    • Avatar

      ELE VALE MUITO. ABENÇOADO. AMO MEU FILHO. PRESENTE QUE DEUS ME DEU.

  19. Avatar

    Galera da Civil de BM é sinistra, parabéns delegado, equipe e Minitério púlblico.

  20. Avatar
    Bartolomeu Bueno da Silva

    É o Brasil está podre esta provado que a corrupção compensa ou alguém em sã consciência acha que pegaram os peixões …

    • Avatar

      Certamente não, mas alguns de seus executores sim… É o caminho para se chegar nos ditos “patrões”. Devemos reconhecer o trabalho. Ou não sr. Bartolomeu? Seria melhor deixar esses malfeitores soltos? Pense nisso antes de expor seus pensamentos..Não que não tenha direito, mas é preciso medir as consequências do fato como um todo.

      Parabéns Policiais, agora o trabalho precisar ser continuado e sufocante em cima desse câncer que assolam as famílias desse país..

    • Avatar

      Ué, alguns eleitores elegem e reelegem politiqueiros que não cumprem as leis. O que esperar? Que eles serão santinhos em nomearem servidores policiais que vão cumprir as leis?

    • Avatar
      Bartolomeu Bueno da Silva

      É melhor um pensamento sincero, que uma concordância dissimulada . A coisa so acaba com a prisão dos Chefões. Esses ai são substituíveis são cartas fora do baralho ou jornal velho.

Untitled Document