terça-feira, 26 de março de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Morte, brigas e prisão durante desfile de blocos na região

Morte, brigas e prisão durante desfile de blocos na região

Matéria publicada em 18 de fevereiro de 2019, 11:17 horas

 


Polícia apreende drogas, entre outros itens, com suspeito em bloco de Carnaval. (crédito PM)

Sul Fluminense – A Polícia Civil registrou briga, prisão, e até morte durante desfiles de blocos de Carnaval neste fim de semana, no Sul Fluminense. Apenas na Delegacia de Volta Redonda foram registradas duas ocorrências ligadas direta ou indiretamente ao evento.

Em uma delas, um homem foi preso no domingo (17), por suspeita de vender drogas durante o desfile de um bloco realizado na Avenida Beira Rio, no bairro Volta Grande II. Com o folião foram apreendidas 18 cápsulas de cocaína, um frasco de lança-perfume — conhecido como “loló”—, R$ 223 e um celular.

 O outro registro policial ocorreu na noite de sábado, quando um jovem de 21 anos foi assassinado durante a apresentação de outro bloco. O crime foi na Avenida Fernando Tedesco, no bairro São Lucas.

Ericlis Marcatto foi sepultado domingo, no Cemitério Portal da Saudade. A polícia investiga o homicídio, cuja causa e criminoso ainda são desconhecidos.

Resende

Já em Resende, um homem disparou tiros a esmo quando participava de um pré-carnaval, na Praça do Trenzinho, no bairro Campos Elíseos.

Segundo testemunhas, o suspeito atirou por sentir ciúmes da mulher. Ninguém ficou ferido, mas houve tumulto e corre-corre entre os foliões. O atirador conseguiu escapar, em meio a multidão.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Avatar
    Trabalhador e contribuinte

    Cada ano que passa e vai ficando pior! Essa baderna intitulada de bloco, aqui no Volta Grande 3, foi só derrota. As meninas urinando na maior cara de pau, com tudo de fora na porta da minha casa, e ainda dizendo que vai fazer psicologia, detalhe ela tem vinte anos e ainda esta na oitava série. Com aquela gíria de drogado, e falando que gosta de buceta pois é lésbica, eu na sala de minha casa com a minha filha de sete anos ouvido essa baixaria. Chamei a atenção dessa mulher, e ainda queria brigar comigo. Mas isso é cultura não é senhor prefeito! É diversão, festa popular, a feira da primavera não pode ter né! Agora essa bagunça desgraça pode! Faz esse tipo de putaria na Ilha São João, pois nos bairros só dá dor de cabeça, na Ilha tem mato pra esse pessoal fuder, cagar, urinar e se drogar a vontade, e não enche a porra do saco de quem não curte essa baixaria.

  2. Avatar
    Andréia Cristina Mesquita

    Bom seria se não houvesse esses blocos de carnaval, pois este prefeitinho de uma M, não tem capacidade nem de suprir as necessidades do povo, como saúde, educação, e segurança. Quer é passar mel na boca destes idiotas que frequentam isso, sem que tentam o mínimo de segurança. Aliás cidade ja não tem mínimo de.nada mesmo. Prefeitinho.de um mandato só! Vaza Samuca.

  3. Avatar

    É pelo visto o povo não sabe se divertir, portanto já que o prefeito quer mais segurança tá na hora de proibir blocos na cidade, ou seja, já que uns não sabem se comportar então que todos paguem para aprender a não apoiar isso

Untitled Document