quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / manchete1 / Mulheres são presas com mais de 40 quilos de drogas em Volta Redonda

Mulheres são presas com mais de 40 quilos de drogas em Volta Redonda

Matéria publicada em 24 de março de 2015, 22:47 horas

 


Entorpecentes estão avaliados em pelo menos R$ 70 mil e foram encontrados durante ação do serviço de inteligência da PM

 

Volta Redonda – 

O delegado titular da 93ª DP (Volta Redonda), Luiz Maurício Armond, e o subcomandante do 28º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Charles, apresentaram na manhã de hoje a jornalistas, Sabrina Rodrigues Barbosa da Silva, de 34 anos, e Aine Silva Pimentel, de 35, suspeitas de tráfico de drogas. Elas foram presas na noite de segunda-feira, em uma ação de agentes do Serviço de Inteligência da Polícia Militar (P-2) em dois endereços do bairro Caieiras, em Volta Redonda. Ao todo, foram apreendidos 38,17 quilos de maconha e 2,615 quilos de cocaína. Os entorpecentes estão avaliados em pelo menos R$ 70 mil.
Ainda foram apreendidas 15 mil pinos para acondicionar cocaína, uma pistola PT 40, 200 munições calibre 9 milímetros, mais 195 calibre 7.62, duas balanças de precisão e grande quantidade de material para embalar entorpecentes.
De acordo com a polícia, a maioria do material apreendido estava na casa de Sabrina, que ao ser rendida, levou os agentes até a casa de Aine, onde a outra parte do material foi encontrado. Essa foi a maior apreensão de drogas este ano em Volta Redonda.
O tenente Charles disse que o sucesso da ação foi fruto de uma investigação que já vinha sendo feita há dois meses.
– Dez policiais militares participaram da operação que culminou com a prisão das duas suspeitas. Foi um trabalho de dois meses de inteligência da P-2, de levantamento e monitoramento, que fez com que pudéssemos lograr êxito na investida policial – considerou o tenente Charles.
O delegado Armond informou que as duas mulheres já tiveram passagem pela polícia, e disse ainda que elas trabalhariam para Peterson Francisco da Cruz, o “Nego do Santa Cruz”.
– Nego cumpre pena desde 2012, no Complexo Penitenciário de Gericinó, no Rio, de onde provavelmente comanda pontos de venda de drogas, não apenas em Volta Redonda, como também em Resende e Angras dos Reis – disse Armond.
Os policiais apuraram a denúncia de que Aine guardava as drogas para Sabrina na casa dela em troca do aluguel.  As duas mulheres reservaram o direito de se pronunciarem apenas em juízo.
O caso continuará sendo investigado, onde as armas passarão por perícia e o caderno com as anotações do tráfico será examinado. Armond pretende descobrir a procedência dos outros materiais apreendidos e qual seria a destinação deles.
– Se as drogas e as armas seriam distribuídas em pontos do tráfico em outras cidades, se ela seria vendida e estava havendo apenas uma acautelamento do material. Isso nós (policia) vamos apurar ainda – disse o delegado, garantindo que as investigações irão continuar com a intenção de prender outros remanescentes da quadrilha de “Nego do Santa Cruz”.

24-03-15 Presas armas e drogas Caieiras - Sabrina(branco) e Aine  Felipe Vieira (4)

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

17 comentários

  1. Avatar

    Acho eu que erraram na quantidade, 2,615 quilos de cocaína. Isso representa mais de 2,5 toneladas.

    • Avatar

      Está correto a afirmação 2,615 quilos , errado seria se a descrição unitária não houvesse
      ponto ou virgula para separar a casa decimal

  2. Avatar

    mta droga JESUUUUUUUUS

  3. Avatar

    Poxa, mulheres bonitas, conseguem trabalho em qualquer loja, já que gostam de vender…
    É uma pena, pois as vidas nas ruas não é facil. Não entendo como essas pessoas se deixam seduzir por um emprego tão perigoso e sem garantias. As vezes acho que as pessoas estão dormindo… não dá pra entender. certamente um reflexo da educação que foi inadequado ou que nem tiveram. agora nós vamos pagar mais essas conta. comer beber e dormir e ainda pagar salário para criar os filhos delas. Me ajude aí, reforma na geral já.

  4. Avatar

    Antigamente o tráfico tinha “cara”, hoje não mais. Mães de família, vovôs, vovós, até a tia do doce vende drogas…

    Parece fácil. Negócio que não exige investimento inicial, não precisa fazer esforço físico e intelectual, tem alta demanda e lucratividade garantida. A diferença está nos riscos: não tem aviso prévio, a rescisão se dá com balas e lâminas, os credores não são compreensivos e a concorrência é predatória. Só vale a pena para quem não sabe conjugar o tempo futuro…

  5. Avatar
    Amiga da amiga da amiga

    Oh lá em casa… rsrs…

  6. Avatar
    Desempregada Desesperada

    Significa que abriu vaga no setor de compras?

    Pra onde envio CV?

    Sou honesta…

    • Avatar

      NO SETOR DE VENDAS. SE TIVESSE COLOCADO, MAIS UM PONTO DE INTERROGAÇÃO… PARA ONDE ENVIO? CV?
      EMPREGO GARANTIDO.

  7. Avatar

    Graças as nossas fracas leis e a grande distância da realidade dos gabinetes do Ministério Público e Judiciário, essas estarão soltas em pouco tempo, com grandes chances de cometimento do mesmo crime. Torço para que eu esteja errado.

  8. Avatar

    Aqui no Caeiras, todos sabem que o tráfico local está trabalhando em parceria com a favela do Antares na zona oeste do Rio de Janeiro. Basta olhar as embalagens das drogas que avistamos pelo chão com siglas de facções criminosas da capital. Cadeia neles.

  9. Avatar

    Boa apreençao eles deviam investigar o bairro Piteiras em Barra Mansa tambem Pois tem muitos jovens rebendo drogas para ser vendidas

  10. Avatar

    o diario do vale nem vai ao local, as fotos que tem sao encaminhadas pelos policiais que efetuaram as ocorrencias,

    • Avatar

      Boa tarde. A exemplo do que ocorre mundialmente, o jornal usa s redes sociais como ferramentas para receber notícias e interagir com nossos leitores. O DIARIO DO VALE valoriza qualquer participação ou opinião dos internautas. No entanto, o Diário tem uma equipe de repórteres e fotógrafos que trabalham na rua e outra de editores que trabalha na redação, editando as notícias. Agradecemos sua participação e estamos abertos a novas sugestões.

  11. Avatar

    É se fosse na divinéia com certeza teriam colocado foto e todo mundo estaria malhando o bairro

  12. Avatar

    Fotos, sim , importante, para nos livrarmos nossas famílias destes males nas ruas !

  13. Avatar

    Eu acho que o Diário Do Vale, nos casos de comprovação dos fatos , colocar fotos dos criminosos.

Untitled Document