segunda-feira, 6 de dezembro de 2021 - 21:27 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / OAB aponta descaso em relação ao surto de sarna na cadeia de Volta Redonda

OAB aponta descaso em relação ao surto de sarna na cadeia de Volta Redonda

Matéria publicada em 15 de junho de 2017, 17:58 horas

 


Pastoral Carcerária e OAB já manifestaram preocupação com surto de sarna na cadeia

Pastoral Carcerária e OAB já manifestaram preocupação com surto de sarna na cadeia

Volta Redonda – Não é apenas a Pastoral Carcerária de Volta Redonda que está preocupada com o crescente aumento do número de presos com sintomas de sarna na Casa de Custódia Pública Franz de Castro Holzwarth, no bairro Roma. Para o presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB, Edson da Silva Lana, a situação está ficando crítica, pois a doença se espalha a cada dia.

Para piorar, o advogado garante que nenhuma providência ainda foi tomada por parte do poder público municipal ou estadual para ajudar os presos.

– Já enviamos um ofício para a Secretaria Municipal de Saúde e também participamos de uma reunião com o vice-prefeito Maycon Abrantes, secretário da Smac, onde abordamos que a situação é bem crítica. Os presos já estão vindos da cadeia pública de Pedro Melo, no Rio, contaminados. Nos chegaram informações de casos de agentes que também foram contaminados. A última notícia era de que há três semanas cerca de 150 presos tinham contraído sarna, mas acredito que este número deve ter aumentado atualmente – lamenta o presidente.

De acordo com o advogado Edson, o vice-prefeito comentou que irá conversar com a Secretária de Saúde, Márcia Cury, para encontrar formas de conseguir medicação para os presos. Ou, caso seja necessário, fará uma licitação para conseguir a medicação.

– A comissão de Direitos Humanos tem levado esta pauta em todas as reuniões realizadas na OAB e já enviou dois ofícios junto a prefeitura tentando agendar uma reunião com o prefeito Samuna Silva e ainda não obtivemos uma resposta. Já conversei com o presidente da Câmara, Welderson Sidney da Silva Teixeira, o Dinho (PEN) que nos prometeu buscar apoio junto aos demais vereadores. Também entramos em contato com a secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), com a direção da Casa de custódia e com a assistente social do local, sem obtermos uma resposta satisfatória para o problema – destaca.

O presidente da comissão ressalta que as famílias que tem condições estão levando medicamentos, mas não adianta tratar apenas de alguns, pois todos tem o direito de serem assistidos. “A situação está bem crítica e precisamos correr contra o tempo para que a população também não seja atingida”, comenta Edson.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informou através de sua assessoria que a medicação para tratamento já está sendo providenciada.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

15 comentários

  1. Robertinho,vai vendo,Denise é um absurdo o que falam ,o problema de sarna é saúde pública e nåo é brincadeira! Pode virar uma pandemia e outra filho vai preso nao. É falta de educación vc acha que a måe de Sergio Cabral,juiz nicolau e etc…nåo tiveram as melhores educaçåo e ensinamento de carater ,para com hipocresía

  2. O OAB leva eles para o prédio da OAB do aterrado.Cuidem bem deses menininhos.

  3. Bom pra essa cambada de vagabundos é urtiga.

  4. Essa OAB de Volta redonda é uma vergonha,porque vcs não fiscalizam os advogados de VR,pra certificar se cobram a tabela de seus clientes e repassem o valor de cada alvará.

  5. Receita caseira criolina sal e vinagre um pouco de soda cáustica coloque e deixa arder p esses vermes verem o q é bom ficar preso e valorizarem a liberdade . tratamento p sempre até saírem da prisão .

  6. Repetindo a mesma pergunta ao advogado da OAB que o representante da pastoral carcerária ainda não respondeu:

    o que estão fazendo pelas vítimas que esse bandidos não tiveram nenhuma pena? O que estão fazendo pelos desempregados e pelas pessoas que estão morando nas ruas que mesmo assim não procuram o caminho da bandidagem?

  7. Se depender do ciosp estamos perdidos , liguei outro dia a senhorita que me atendeu perguntou se era emergenia

    kkkkkkkkkkkkkkk uma coça o outro ele tem muito tempo essa vagabundagem daqui a pouco vão levar os bonitinhos para o dermatologista .

  8. Vamos fazer uma vaquinha p trata-los no Hospital Albert Einstein, em SP, ou para serem levados p o Cleveland Clinic em Ohio (USA), tendo em vista q os trabalhadores, no Brasil, desfrutam de tratamento classe A nos hospitais públicos.

  9. Meu filho estava preso.
    Veio do Pedro Mello contaminado e ficou na casa de custodia até ser libertado.
    Quando saiu estava em situação precária, entrei em desespero. Com medo de passar para a minha família toda, tinha q Trocar roupa de cama todos os dias e lavar tudo separado, foi uma luta.
    Pq no Pedro Mello e nem casa de custodia, eles deram assistência.
    Penso q só medicação não vai adiantar pq o foco já era lá, as cobertas colchões etc..
    difícil de eliminar.

    • Se a senhora tivesse cuidado, dado educação e transmitido valores e princípios éticos a esta porcaria que vc chama de filho, a sociedade não precisaria se preocupar com mais esse peso morto. A Sarna é o menor dos males.

    • A senhora não fez ele lavar toda a roupa ? Sinto muito em dizer que seu filho será preso novamente em breve.

      Que valores estás ensinando a seu filho. Espero que quando a senhora morrer não pense que nós vamos lavar roupa para seu filho.

    • E a vítima dele está presa a sete palmo com a vítima tô preocupado agora mostra para o mesmo pq acontece educa q o coitadinho não pega

  10. Esta doença contagiosa está levando perigo de contaminação aos agentes, automaticamente, a seus familiares. Na reportagem falo que presos vindo do Pedro Melo vêm contaminado, então acho que o poder estadual tem que ser acionado em uma operação conjunta para acabar com este surto. Cresci ouvindo falar de sarna na época medieval, agora ler uma notícia de surto em nossa cidade é de assustar.
    E que nós não venhamos pensar que estamos imunes só porque não temos acesso a presos. Quem tem acesso a eles pode trazer essa praga da sarna.
    Espero que a mídia da região nos mantenha informado sobre esses casos.

Untitled Document