Operação Drake: Justiça de Resende expede mandados para prender policiais civis

Envolvidos teriam traficado 16 toneladas de maconha para principal facção do Rio, apontam investigações

by Lívia Nascimento

Foto: Polícia Federal

Rio de Janeiro – A Polícia Federal (PF), em conjunto com o Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ), deflagrou na manhã desta quinta-feira (19) uma operação para prender quatro policiais civis e um advogado por tráfico de 16 toneladas de maconha, além do crime de corrupção. Cinco mandados de prisão preventiva, e seis de busca e apreensão, foram expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Resende.

Ao todo, cerca de 50 policiais federais participação da Operação Drake – assim batizada por remeter ao pirata e corsário inglês Francis Drake, que saqueava caravelas que transportavam material roubado e se julgava isento de culpa em razão da origem ilícita dos bens.

Os mandados, segundo a PF, estão sendo cumpridos na capital fluminense e em Saquarema, no Norte Fluminense, em endereços ligados aos suspeitos – já denunciados pelo Ministério Público. Os agentes também estão na cidade da Polícia Civil, no Rio, especificamente na Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas.

De acordo com a investigação, que teve início em ação integrada do serviço de inteligência da PRF com a PF, na comunicação e monitoramento do veículo suspeito, duas viaturas ostensivas da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas da PCERJ abordaram um caminhão carregado com 16 toneladas de maconha na divisa de São Paulo com o Rio de Janeiro.

Após escoltarem o caminhão até a cidade da Polícia Civil, os policiais civis teriam negociado, por meio de um advogado, a liberação da carga entorpecente e a soltura do motorista, mediante ao pagamento de propina.

Três viaturas ostensivas teriam escoltado o caminhão até os acessos de Manguinhos, comunidade vinculada à principal facção criminosa do Rio de Janeiro. Em seguida, a carga de maconha foi descarregada pelos criminosos.

O trabalho foi desenvolvido pelo Grupo de Investigações Sensíveis da PF (GISE/RJ) e pela Delegacia de Repressão a Drogas (DRE/PF/RJ) em conjunto com Ministério Público, por meio da Promotoria de Justiça de Investigação Penal de Resende e com auxílio de promotores de justiça de outros órgãos do parquet fluminense.

Para o cumprimento dos mandados, na data de hoje, a PF teve o apoio da Corregedoria da PCERJ.

You may also like

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996