domingo, 21 de julho de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / PM prende mais três pessoas com armas e munições na Getúlio Vargas

PM prende mais três pessoas com armas e munições na Getúlio Vargas

Matéria publicada em 15 de maio de 2019, 17:09 horas

 


Barra Mansa – Em nova operação realizada no bairro Getúlio Vargas, em Barra Mansa, a Polícia Militar prendeu nesta quarta-feira, dia 15, três pessoas por suspeita de tráfico de drogas e porte ilegal de armas de fogo. Na segunda-feira, em outra ação da PM, foram presas sete pessoas.

A ação se concentrou na Rua Curitiba, onde os policiais foram averiguar denúncia sobre um imóvel que estava sendo usado por traficantes para embalar drogas. Ao chegarem no local indicado, os PMs conseguiram prender um olheiro antes que ele pudesse avisar os outros suspeitos.

Em seguida, foi montado um cerco ao imóvel com seis policiais e um segundo suspeito foi abordado. Ao ser detido, teria afirmado que era responsável pelo recolhimento do dinheiro do tráfico e que tinha uma arma em seu poder. Dentro da casa foi encontrado um terceiro homem.

Ao final da operação, a polícia contabilizou três presos, dois revólveres calibre 38, munições e rádios comunicadores apreendidos. Os suspeitos declararam aos PMs pertencerem à facção criminosa Terceiro Comando.

Outra operação

Na segunda–feira, dia 13, policiais militares do 28º Batalhão prenderam sete pessoas durante uma operação também no Getúlio Vargas. Entre os detidos estava o principal suspeito de ter assassinado Júnior Cândido dos Santos, o “Caixote”, de 22 anos, e Robert Silva de Carvalho, de 28, que haviam desaparecido no último dia 3 cujos corpos foram encontrados no dia 8.

A polícia recebeu informações de que o suspeito do crime estaria em um imóvel localizado na Rua Jose de Oliveira, no bairro Getúlio Vargas. É a mesma comunidade onde os rapazes foram vistos com vida pela última vez e também onde foram encontrados os corpos. Pela denúncia, depois confirmada, o suspeito estava com mais quatro pessoas no imóvel, um conjunto de quitinetes.

Os PMs fizeram um cerco e ao baterem na porta conseguiram ver o suspeito olhar pela janela e correr de volta para dentro do imóvel. Neste momento, os policiais entraram na casa e revistaram as quatro pessoas que estavam no local Com eles nada foi encontrado, mas embaixo do travesseiro onde o suspeito dos homicídios estava dormindo foi encontrada  uma pistola Taurus 9mm, com numeração suprimida e carregada com 10 munições.

Os policiais foram até outra quitinete, que seriam de outros dois integrantes do grupo e conseguiram encontrar 223 pinos de cocaína. A PM apurou que os sete suspeitos seriam integrantes da facção Comando Vermelho e destacou que há uma guerra de facções pelo controle do tráfico de drogas no Getúlio Vargas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    A guerra tá estourada aqui no Getulio TCP tá tomando tudo do CV muita gente armada e arma pesada aqui no bairro e o Juninho Nazera agora não aparece se esconde covarde mata só na covardia

Untitled Document