segunda-feira, 6 de dezembro de 2021 - 18:40 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Polícia Civil prende dependente de crack, suspeito de roubo, em Pinheiral

Polícia Civil prende dependente de crack, suspeito de roubo, em Pinheiral

Matéria publicada em 11 de junho de 2017, 18:10 horas

 


Pinheiral- A Polícia Civil prendeu um homem, de 25 anos, suspeito de roubar o aparelho celular de uma adolescente, de 16 anos, no Centro da cidade. Este é o segundo caso de roubo que teria sido praticado pelo usuário de crack em menos de dois meses, conforme relato do delegado titular da 101ª DP (Pinheiral), Antonio Furtado. A ação foi considerada pelo delegado como preocupante, pois, na maioria dos casos, segundo ele, os usuários de crack roubam durante um surto psicótico ou paranoico, tornando-se perigoso para a segurança da vítima.
Ainda de acordo com o delegado, no assalto ocorrido há quase dois meses, o suspeito utilizava uma faca de cozinha na cintura para coibir as vítimas.
– Neste assalto, ele abordou a adolescente aos gritos e ameaças de agressão, caso ela não entregasse o aparelho de celular. Minha experiência demonstra que muitas vezes os chamados “cracudos” roubam durante surtos e nestas ocasiões, a vida humana vale muito pouco – ressaltou Furtado.
Segundo os depoimentos no Boletim de Ocorrência, ele abordou a jovem, que caminhava na rua com uma amiga, exigindo que lhe entregasse o aparelho de celular. O rapaz ameaçou a vítima de agressão. Após o assalto a adolescente registrou o caso na delegacia, onde relatou a descrição física do assaltante, que foi preso poucos minutos depois, em uma rua da cidade.
– Estamos cumprindo a promessa de proteger a cidade – comemorou o delegado, acrescentando que a prisão do assaltante ocorreu em apenas 10 minutos.
Ele já tem passagens na polícia, por furtos praticados em 2006 e 2014. Ao ser detido o rapaz utilizou o direito ao silêncio, sem prestar maiores esclarecimentos do ocorrido. A mãe do suspeito, no entanto, esteve na delegacia, e relatou que o filho de fato era usuário de crack e que por conta do vício, cometia delitos.
– Sozinha a polícia não resolverá o problema. Por mais que a gente prenda, o consumo de drogas vem se alastrando por todos os municípios e merece atenção dos órgãos públicos e da sociedade. Começa como um caso de saúde e se transforma em caso de polícia – lamentou Furtado, acrescentando que o preso será transferido, nesta segunda-feira (12), para a Casa de Custódia, no bairro Roma, em Volta Redonda, onde aguardará julgamento.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Se depender do ciosp estamos perdidos , liguei outro dia a senhorita que me atendeu perguntou se era emergenia

    esse complexo pinheira ta muito violento é traficante em todo lugar , onde vamos parar .

  2. Infelizmente a polícia não consegue resolver esse tipo de problema sozinha. Juntasse ao fato de que a reforma psiquiátrica despejou nas ruas pessoas doentes e que se tornam perigosas.

Untitled Document