>
quarta-feira, 6 de julho de 2022 - 19:09 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Polícia de Angra desarticula quadrilha que roubava cargas

Polícia de Angra desarticula quadrilha que roubava cargas

Matéria publicada em 23 de julho de 2015, 17:28 horas

 


Núcleo do bando era a comunidade de Vila Kenedy, no Rio e segundo delegado, criminosos cometiam os roubos e curtiam a cidade de Angra, com passeios no shopping e de barco

Flagra: Imagens de câmeras de segurança mostram a invasão da quadrilha em abril ao depósito da Souza Cruz, no Morro do Perez ( Foto: Cedida pela Polícia Civil)

Flagra: Imagens de câmeras de segurança mostram a invasão da quadrilha em abril ao depósito da Souza Cruz, no Morro do Perez (
Foto: Cedida pela Polícia Civil)

Angra dos Reis – A Polícia Civil de Angra dos Reis (166ª DP) divulgou nesta quinta-feira (23) a desarticulação de uma quadrilha especializada no roubo de cargas que atuava em várias cidades do estado, no Sul Fluminense, incluindo Angra, Baixada Fluminense e no Rio de Janeiro. Oito mandados de prisão foram expedidos pela Justiça e quatro pessoas já foram presas, outras quatro são consideradas foragidas e procuradas pela polícia.

As prisões ocorridas na semana passada são fruto da Operação Fumus (fumaça em latim), nome dado já que o alvo principal dos criminosos era cigarros da Souza Cruz. Segundo o delegado Francisco Benitez, o núcleo da quadrilha era a comunidade de Vila Kenedy, no Rio de Janeiro, e as prisões ocorreram após um trabalho de investigação que contou com escutas telefônicas autorizadas pela Justiça.
Numa dessas conversas interceptadas pela polícia, os agentes flagraram um diálogo entre o líder do grupo, Tiago Rodrigues de Oliveira, e um outro integrante da quadrilha, Renato Batista de Souza, o Panda. Na ocasião, eles combinavam um novo roubo de carga de cigarros em Angra dos Reis. Os policiais civis então realizaram uma operação para tentar prender o grupo, mas eles acabaram conseguindo fugir do cerco policial mas sem cometer o roubo na região da Japuíba.
Benitez disse ainda que a quadrilha é a mesma que invadiu armada o depósito da Souza Cruz, no Morro do Perez, em abril deste ano. Na época, os criminosos usaram uma van, que foi abandonada no local com a chegada da polícia. O delegado explicou que os roubos ocorriam no Rio, Baixada Fluminense e alguns municípios do Sul Fluminense, e após os crimes, a quadrilha se escondia em Angra dos Reis.
— Descobrimos, durante as investigações, que eles permaneciam na cidade de Angra logo depois do roubo e com isso evitavam o cerco da polícia na Rio—Santos. Conseguimos fotos, que fazem parte do inquérito
que comprovam essa estratégia. Alguns iam ao shopping e até passeavam de barco na cidade. Depois, postavam as imagens nas redes sociais na internet, ostentando o lucro das ações. Agora, este grupo foi desarticulado e não agirá mais na cidade — garantiu o policial.
Já estão presos: Adelson Leite da Silva, Ronaldo Luis Santos Mota, Maicon Freitas Dias e Guilherme Braga da Silva.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document