sábado, 15 de maio de 2021 - 21:19 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Polícia nega onda de sequestros de crianças

Polícia nega onda de sequestros de crianças

Matéria publicada em 3 de maio de 2015, 20:05 horas

 


Volta Redonda – Nos últimos dias, uma onda de boatos de crianças sendo sequestradas para tráfico de órgãos e outros tipos de crime chegaram à região e está levando a população a fazer denúncias e ficar em estado de alerta. Os boatos se iniciaram na cidade de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e se espalhou através de aplicativos de mensagens e redes sociais.

De acordo com o delegado adjunto da 93ª DP (Volta Redonda), Márcio Leandro Figueiroa, responsável pelo plantão de fim de semana, até o momento não há registros recentes de sequestros ou assassinatos de crianças na delegacia.
-Aqui no Sul Fluminense nada foi registrado; a polícia entende como boatos, porque não há vítimas e familiares que relataram desaparecimento – explicou Figueiroa.
Na última sexta-feira e no sábado, algumas pessoas, baseadas nos boatos, entraram em contato com a polícia para relatar que um trio estaria atuando na cidade.
– Em razão do boato, uma pessoa procurou a polícia na sexta-feira, dizendo que três pessoas que estavam oferecendo o serviço de fotos. Inicialmente eles ofereciam a confecção de um calendário e informavam que outra equipe viria depois para oferecer um book com as fotos – disse o delegado, que completou dizendo que o homem e as duas mulheres, que estariam realizando o serviço, foram encaminhados à delegacia para averiguação, porém de irregular foi detectado.
Ainda segundo Figueiroa, o trio voltou a ser encaminhado à delegacia com a mesma suspeita.
– No sábado outra pessoa fez a denúncia, eles voltaram à delegacia e como ocorreu na sexta eles apresentaram o material de trabalho e a documentação da empresa. Além disso, nós entramos em contato com uma mãe que contratou o serviço e ela repetiu a mesma história dos suspeitos. Diante disso eles mais uma vez foram liberados – disse.
O delegado finalizou esclarecendo que a forma como eles agem não se caracteriza crime.
– Eles apresentam documentos, tinham materiais de amostra, assinam contratos e nos mostraram a razão social da empresa, dessa forma aberta não se trata de uma quadrilha de sequestro. Mas mesmo a polícia trate essas denúncias como boatos, é sempre bom que os pais tenham atenção e em caso de dúvidas é só entrar em contato com a Polícia Civil para que as informações sejam verificadas – concluiu.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. Avatar

    gente, vamos parar de palhaçada os cara já foram investigados pela policia e nada foi constatado, até porque não há registro de crianças sumidas no estado nesta circunstancia, voces acham que os caras iam ter este trabalho todo para sequestrar uma criança quando na rua está cheia de crianças que saem para brincar e os pais nem sabem onde estão então se liguem galera. vamos parar de inventar moda e procurar alguma coisa para fazer.

  2. Avatar

    Eles não querem investigar e falam que é tdo boato,essas mães que fizeram denuncia estão mentindo?não acredito q uma mãe mentiria com uma coisa tao grave e ainda envolvendo um filho.
    Só vão investigar quando acontecer.e ai já vai ser tarde.Filho é o bem mais precioso de uma mãe, tenho certeza q nenhuma mãe ia denunciar se não estivesse se sentido com medo dessas pessoas q estão batendo em sua casa.

  3. Avatar
    Fillipe Cerqueira

    Os jornais da região estão dizendo que tudo não passa de boato!!!
    NÃO É BOATO!!! Eles foram na minha casa no ultimo sábado na Vila Americana… Mentiram pra cacete… Deram um monte de informação cruzada e mentirosa… na boa… A atitude deles é muito suspeita!!! Acionamos a polícia e foram presos no sábado mesmo no Santo Agostinho… Mas, pra variar, foram liberados!!! O telefone da empresa não atende em pela segunda-feira! O endereço da empresa, segundo o Street View do Google Maps, é num bairro fuleiro que não tem empresa nenhuma no endereço informado (ver link https://www.google.com.br/…/data=!3m4!1e1!3m2!1sMqSS70FZj0W…)!
    Não houve sequestro, pois para mim, pareceu que essa é apenas a primeira etapa do processo!!! Os caras eram de São Paulo, estavam hospedados desde o dia 27/04 num hotel aqui no Aterrado, para que? De graça? Atoa?
    FIQUEM ATENTOS!!! SÓ NÓS SABEMOS O QUE PASSAMOS NO ÚLTIMO SÁBADO!!!

  4. Avatar

    Porque ñ envestiga direito essas 3 pessoas, já que eles tem a razão social da empresa, averigua
    Se ela é verdadeira, pq é mt facil abrir uma empresa de faixada. Antes eu via eles abordando as mães na cidade, pq agora tem que ir de porta em porta? Muito estranho isso…

  5. Avatar

    estão circulando fotos do whatsapp de uma crianca esquartejada ,nO FOI SEQUESTRO
    A mãe com fome cortou sua própria criança, para comer. a notícia repugnante real aconteceu em Palpa, Nepal

  6. Avatar

    Isso aconteceu com uma conhecida e não duvido de nada do que vem acontecendo, sabemos que existem pessoal com maldade no coração e saio com a seguinte pergunta: Não seria melhor ir a fundo nas investigações desse pessoal? lembre-se que eles vem usando nomes de mercados da cidade onde a direção não tem nenhum conhecimento e nem solicitou os serviços desse pessoal que vem batendo de porta em porta pedindo para tirar fotos de crianças, ISSO É NORMAL?

Untitled Document