segunda-feira, 19 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Polícia quer descobrir motivação do assassinato de cerimonialista

Polícia quer descobrir motivação do assassinato de cerimonialista

Matéria publicada em 15 de julho de 2019, 11:14 horas

 


Volta Redonda – As Policias Civil e Militar esperam descobrir o motivo do assassinato da cerimonialista, Emiliane Pereira, de 47 anos, após  a prisão neste domingo (14), de mais um suspeito de envolvimento no crime. A vítima foi morta a tiros no dia 11 de junho, quando estava num Prisma preto, no Condomínio Ingá II, no bairro Santa Cruz, em Volta Redonda, onde foi para conversar com uma cliente.

O disparo perfurou a lataria traseira do carro e atingiu as costas da vítima. O jovem detido, neste fim de semana, foi a segunda pessoa presa por  suspeita de atirar na mulher.

A intenção é confirmar ou não, a versão de que a vítima foi morta porque não abaixou os faróis do carro e não abriu os vidros do Prima, como determinariam traficantes do local. Pela denúncia, ela não conhecia as “leis” do tráfico e, por isso, foi baleada.

Ferida, a mulher perdeu o controle do veículo e bateu num barranco. Emiliane foi socorrida no Hospital São João Batista, mas não resistiu aos ferimentos.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

9 comentários

  1. Avatar

    O povo bateu panela pra Dilma, foi pras ruas mais na hora da reforma ficou em casa !!! agora não reclama trabalhem mais.

  2. Avatar

    O trabalhador da iniciativa privada continua carregando nos ombros os militares e a elite do serviço público, eu disse a elite do serviço público porque merendeiras, motoristas, etc também se ferraram.

  3. Avatar

    Isso é ridículo, existe uma guarita em frente ao condomínio e os traficantes de merda ficam armados lá e ninguém faz nada. A família e essas menininhas ficam achando bonitinho esses merdas traficando como uns pregos que são. Não temos mais o direito de ir e vir, a polícia fica mais preocupada em fazer blitz e pegar dinheiro do trabalhador do que prender esses traficantes de merda e quando vai preso a família fica com peninha.
    Conhecia a vítima e ela pela vida e personalidade não merecia esse fim trágico, uma mulher integra e do bem.

  4. Avatar

    A PC e a PM tinham de descobrir a motivação que levou o deputado delegado A ABANDONAR os seus 102ooo eleitores (2000 são policiais) durante a votação da previdência.

    • Avatar

      O nome dessa motivação é lucidez, já ouviu falar?

    • Avatar

      VAI VENDO aí o que dá votar em candidatos que NÃOCONHECEM a Administração Pública e NÃO ENTENDEM de Gestão Pública.
      Eles PROMETEM ajudar a acabar com a violência e depois de pegarem o seu voto defendem a própria classe, se esquecendo de você.

      Como é o povo que escolhe o candidato que os empresários indicaram, a dica é: FUJA DE CANDIDATOS que o povão está votando.

      Na dúvida perguntem ao Cabral, ao Pezão, ao Neto, ao Samuca, ao Lula, ao Temer, à Dilma, ao Albertassi, ao deputado delegado, etc

    • Avatar

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK lucidez ? … “Fala sério” !! Sobre o nome disso (me refiro a vc) é “ALIENAÇÃO”.

    • Avatar

      O pior não é a regra de transição, o pior é a mudança na fórmula do cálculo do valor do benefício, haja lucidez para conter as lágrimas na hora que o peão olhar o valor do seu benefício, enquanto isto “integralidade e paridade” para os mesmos.

    • Avatar

      Canhoto Kane

      VAI VENDO é assessor direto.

      Aqui tem outro que é assessor de mídia de vereador. Ele vê, comenta e puxa saco só nas notícias de vereadores de VR.

      Raramente faz um elogio, sejamos justos tbm, mas na maioria das vezes é só desqualificação dos outros comentaristas.

Untitled Document