sábado, 19 de setembro de 2020 - 15:01 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Suspeito de matar prefeito de Rio Claro continua internado sob custódia da PM

Suspeito de matar prefeito de Rio Claro continua internado sob custódia da PM

Matéria publicada em 27 de dezembro de 2015, 18:12 horas

 


Rio Claro- O delegado titular de Rio Claro, Aglausio Batista Júnior, disse que Yago Ystanley dos Santos Souza, de 20 anos, está envolvido também com tráfico de drogas. Ele continua internado no Hospital São João Batista, em Volta Redonda, desde o dia 20 desde mês, após trocar tiros com o prefeito de Rio Claro, Raul Machado, de 59 anos. Raul foi morto com um tiro no peito. Yago e mais dois comparsas, que estão foragidos, invadiram o sítio localizado às margens da RJ-155 (Rodovia Saturnino Braga), no bairro Graminha.

O delegado não tem dúvida de que o trio invadiu o sítio para roubar. Por isso, eles foram indiciados por latrocínio (roubo seguido de morte). Segundo o policial, Yago confessou que foi o prefeito quem atirou nele e que um de seus comparsas revidou e atirou.

– Eles não sabiam que o sítio pertencia a um prefeito. Fato que me levou a crer que o ocorrido foi mesmo um latrocínio. Os três suspeitos também são envolvidos no tráfico de drogas e provavelmente pretendiam roubar para comprar drogas e armas – disse o delegado.

Um dos criminosos que está foragido é irmão de Yago. Segundo o policial, tudo indica que foi ele quem atirou no prefeito após seu irmão ser baleado. O outro foragido é morador de Pinheiral.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    Tirando vaga de quem precisa ?

  2. Avatar

    Vamos torcer para que ele não morra e conte a verdade. Latrocínio delegado conta outra!

  3. Avatar

    Vamos torcer para ele não fugir.

Untitled Document