>
segunda-feira, 15 de agosto de 2022 - 16:01 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Suspeitos de matarem prefeito mineiro são presos em Três Rios

Suspeitos de matarem prefeito mineiro são presos em Três Rios

Matéria publicada em 10 de fevereiro de 2016, 17:17 horas

 


Crime foi na terça-feira de Carnaval na cidade de Chiador, dentro de um clube

site dupla

Suspeitos de assassinarem prefeito são presos em Três Rios

Três Rios e Chiado – Agentes do Serviço de Inteligência (P-2), do 38º Batalhão da Polícia Militar (Três Rios), junto com a polícia mineira, prenderam por volta das 14 horas desta quarta-feira (10) dois suspeitos de matarem a tiros o prefeito de Chiador (MG) Moisés da Silva Gumieri (PCdoB), de 36 anos. Também foi preso o homem que teria emprestado uma motocicleta para os suspeitos.

O crime aconteceu na noite de terça-feira (09), em um clube da cidade, onde o prefeito acompanhava uma partida de futebol, e teria sido presenciado pelo filho de 9 anos. O prefeito foi levado a um hospital de Três Rios, onde chegou morto. Ele deixa mulher e o filho. O corpo foi sepultado ontem mesmo em Chiador.

As prisões aconteceram numa fazenda, onde estavam escondidos. As idades e os nomes completos não foram informados pela polícia até o fechamento desta edição.

A dupla chegou em uma motocicleta na portaria do clube e pediu para chamar o prefeito, que foi baleado, com vários tiros, quando ia ao encontro dos suspeitos. Os bandidos fugiram em seguida. Eles e o dono da moto são moradores do bairro Jardim da Glória, em Três Rios. Eles foram encaminhados para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional de Juiz de Fora. Eles foram indiciados por homicídio triplamente qualificado.

O boletim de ocorrência afirma que, momentos antes do crime, os suspeitos estiveram na residência do prefeito e perguntaram por ele. Ao serem informados que ele estava em um clube, foram para lá na motocicleta.

A PM revelou que, após a fuga, a moto utilizada pela dupla foi localizada em uma comunidade rural do município. A polícia informou que, durante as buscas, foram utilizados cães farejadores e um helicóptero da corporação.

A polícia vai tentar descobrir o motivo da morte do prefeito, com a prisão dos três envolvidos. Mas há informações da própria polícia de que o crime teria sido encomendado e os suspeitos teriam recebido R$ 4 mil. O nome do mandante do crime já teria sido revelado, mas não foi divulgado para não atrapalhar as investigações.

Gumieri  foi eleito pelo PT no primeiro turno das eleições de 2012, com 52,41% dos votos válidos (1.456 votos). Em 12 de dezembro de 2015, ele se filiou ao PCdoB.

Quem assumirá o cargo agora é o vice-prefeito de Chiador Maurício Barbosa (PR), de 34 anos.

 

Moisés da Silva Gumieri era do PCdoB e tinha 36 anos

Moisés da Silva Gumieri era do PCdoB e tinha 36 anos

 

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

7 comentários

  1. Revoltado com esta cituação.

    Cada dia que passa, certifico minhas velhas conclusoes. Brasil e terra de ninguem. Ate quando isto vai continuar. Agora os assacinos ficam 05 a seis anos presos e retornam ao convivio da sociedade na maior cara de pau. Vamos forçar estes politicos a apoiarem leis mais duras para estas criminalidades. PENA DE MORTE NELES!!!

  2. E questão de tempo para pegar o mandante esta cheirando crime politico . rola muita grana nisso .

  3. Não deverianem divulgar a prisão dos suspeitos até a prisão do mandante.
    A esta altura o mandante ja vazou .

    • Está vendo muito CSI, acha que é policial. Se eles pegaram os caras escondidos sem saber quem era, você acha que não vão pegar sabendo quem é? isso é crime politico rapaz, se alguém da cidade sumir vais estar assinando a confissão.

  4. Agora depois duma conversa reservada, eles vao dizer quem foram os mandantes………… ai que a coisa pega…

  5. Foram presos dois SUSPEITOS…. , na dúvida, publicam as fotos no jornal . Deviam escrever foram presos dois bandidos.

Untitled Document