quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / manchete1 / Trio suspeito de homicídio é preso em Barra Mansa

Trio suspeito de homicídio é preso em Barra Mansa

Matéria publicada em 6 de maio de 2015, 18:44 horas

 


Segundo o delegado, Ronaldo Aparecido de Brito, homens teriam assassinado um comparsa a mando de traficante

Acusados: Ruan, Diogo e Lucas foram presos quando supostamente voltavam após comprarem droga em Volta Redonda (Foto: Paulo Dimas)

Acusados: Ruan, Diogo e Lucas foram presos quando supostamente voltavam após comprarem droga em Volta Redonda
(Foto: Paulo Dimas)

Barra Mansa

O delegado titular da 90ª DP (Barra Mansa), Ronaldo Aparecido de Brito, apresentou na manhã de hoje a jornalistas, três homens suspeitos de homicídio. Segundo o policial, eles teriam assassinado Richard Renan de Oliveira, o “Biquinho”, de 28 anos. O crime ocorreu no dia 27 de abril, na Rua 1, no bairro São Sebastião.

Os suspeitos: Ruan da Conceição Sabino, o “Teleco”, de 19 anos, Lucas de Souza Pereira, de 20, e Diogo de Souza Toledo, 35, foram presos na terça-feira, por inspetores de Barra Mansa, quando estavam num Celta prata transitando pelo Elevado Heitor Leite Franco, no bairro Aterrado, em Volta Redonda.

– O trio tinha acabado de voltar do Morro da Conquista, no bairro Santo Agostinho, em Volta Redonda, onde compraram um pedaço de maconha prensada, que foi encontrada no Celta de propriedade de Lucas. O carro e a droga, além de três celulares, foram apreendidos pelos policiais civis – disse o delegado.

O policial explicou ainda que os três suspeitos tinham ido a Volta Redonda comprar drogas a mando de um traficante conhecido como “Marola”, que comanda de dentro de um presídio no Rio, o tráfico de drogas na Região Leste de Barra Mansa. Ele cumpre pena por envolvimento com a venda de entorpecentes.

Segundo o delegado, Biquinho era integrante da quadrilha Marola e foi morto porque não teria repassado ao chefe o dinheiro da venda de droga comercializada por ele. Ainda de acordo com Ronaldo Aparecido, Biquinho foi morto com sete tiros de pistola 9 milímetros.

– Muitos moradores do bairro São Sebastião sabiam com antecedência que Biquinho seria morto por vingança a mando de Marola. O primo dele, conhecido como Bill, também foi jurado de morte, mas fugiu para o Rio, para também não ser executado – disse Ronaldo.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document