quinta-feira, 27 de janeiro de 2022 - 11:03 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Turista italiano é morto ao entrar por engano em favela do Rio

Turista italiano é morto ao entrar por engano em favela do Rio

Matéria publicada em 8 de dezembro de 2016, 21:28 horas

 


Vítima, identificada como Roberto Bardella, de 52 anos, estava de moto e acompanhado de um primo; o homem conseguiu fugir

Rio – Um turista italiano, identificado como Roberto Bardella, de 52 anos, foi morto a tiros nesta quinta-feira (8) ao entrar por engano no Morro dos Prazeres, em Santa Teresa, região central da cidade. Ele estava de moto, acompanhado de um primo, também italiano, que ocupava outra motocicleta e teve a identidade preservada.

De acordo com o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Prazeres, em Santa Teresa, por volta das 11h, policiais receberam uma denúncia sobre o desaparecimento de dois turistas italianos na comunidade. Após o cerco na região, o corpo de Roberto foi localizado na Rua Cândido de Oliveira.

O segundo turista foi resgatado sem ferimentos, pelos militares, em um dos acessos ao morro. As duas motocicletas em que eles estavam também foram recuperadas.

As buscas foram feitas com o apoio de outras Unidades de Polícia Pacificadora e de batalhões da Polícia Militar da região. Equipes do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas também estiveram no local prestando assistência à vítima. A Divisão de Homicídios foi acionada e ficou responsável pela investigação do caso.

Ataques

Em maio último, a Unidade de Polícia Pacificadora Escondidinho/Prazeres, em Santa Teresa, sofreu ataques de criminosos na noite do dia 27 e na manhã do dia 28, de acordo com a Coordenadoria de Polícia Pacificadora. Foram disparados diversos tiros contra a unidade. Segundo a PM, duas equipes de policiais foram atacadas em pontos diferentes da localidade e, durante os ataques, um ônibus foi incendiado na Rua Almirante Alexandrino, uma das principais do bairro. Posteriormente, outro ônibus foi incendiado no Rio Comprido, bairro vizinho.

UPP nas comunidades

A Unidade de Polícia Pacificadora das comunidades dos Prazeres e Escondidinho foi inaugurada em fevereiro de 2011. Mais de seis mil pessoas moram na região, de acordo com o Instituto Pereira Passos, órgão da prefeitura do Rio, com base em dados do IBGE.

O bondinho de Santa Teresa leva direto à entrada do morro dos Prazeres. O acesso principal é feito pela Rua Almirante Alexandrino, altura do quartel do Corpo de Bombeiros. No final da ladeira de acesso ao Morro dos Prazeres, fica o Casarão Cultural, administrado pela prefeitura, que oferece aulas de dança, lutas, música e costura e também serve como espaço para as aulas de educação física das crianças que estão na escola pública.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. PENA DE MORTE PARA ASSASSINO, ESTRUPADOR, POLITICO CORRUPTO, TRAFICANTE JÁ…, ENQUANTO OS S E A POPULAÇÃO FICAR OLHANDO COM CARINHA DE PIEDADE PARA ESSES LIXOS DA SOCIEDADE NOS VAMOS VER MUITAS FAMÍLIAS CHORANDO PELA PERDA DE UMA PESSOA QUERIDA.

  2. Lugar LIXO! Só a GLOBOsta que dá Ibope para aquele antro! SP mil vezes melhor!

Untitled Document