segunda-feira, 6 de dezembro de 2021 - 21:01 h

TEMPO REAL

 

Capa / Polícia / Um militar morre e dois ficam feridos durante treinamento no litoral fluminense

Um militar morre e dois ficam feridos durante treinamento no litoral fluminense

Matéria publicada em 22 de abril de 2016, 16:06 horas

 


Vítimas foram atropeladas por um trem em Mangaratiba, na Costa Verde; feridos foram removidos para o Hospital Central do Exército

Mangaratiba – Um militar morreu e dois ficaram feridos depois de serem atropelados por um trem em Mangaratiba, no litoral sul fluminense, na manhã desta sexta-feira (22), durante um treinamento. Segundo o Comando Militar do Leste (CML), os militares participavam de um exercício do curso de ações de comandos do Exército, quando ocorreu o acidente, por volta das 5h.

O Exército acionou seu plano de segurança e deslocou um helicóptero para o local. As vítimas foram removidas para o Hospital Central do Exército. O segundo-tenente André Cezar Gonçalves, que servia no 2º Batalhão de Fronteiras, em Cáceres, em Mato Grosso, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os também segundos-tenentes Filipe de Jesus Santos, do 61º Batalhão de Infantaria de Selva, de Cruzeiro do Sul, no Acre, e Glauber Weber Ferreira dos Reis, do 1º Batalhão de Infantaria de Selva – Aeromóvel, de Manaus, estão internados no hospital.

O tenente Jesus teve uma lesão grave em uma das mãos, mas já passou por uma cirurgia e está sendo avaliado pela equipe médica. Já Weber teve apenas um corte superficial na cabeça, e os exames não apresentam nenhuma alteração. Um inquérito policial-militar (IPM) já foi instaurado para apurar as circunstâncias do acidente.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Todos julgando o Exército, mais como três militares não escutam e nem vêem uma máquina enorme dessas ? Infelizmente não foi o primeiro nem o último cidadão a morrer atropelado por trem. Pois também são imprudentes.

  2. ESSE EXERCITO BRASILEIRO E UMA VERGONHA MESMO NE!KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  3. Que absurdo ! Que falta de responsabilidade desse exercito ! Os caras vem la do mato grosso para morrer aqui dessa forma ! Com certeza foi falta de segurança da parte dos superiores daqui e que não repassaram os risco para os que vieram de fora . Tem que ser apurado tudo e colocar na conta dos que tiveram sua parcela de culpa para esta morte , Cada vez mais mortes acontecem dentro do exercito ! Seus filho sai de casa para servir a pátria e volta morto.Deus console toda familia . Muito triste isso .

  4. Ser militar é isso! Daki uns dias cai no esquecimento!

Untitled Document