sábado, 24 de outubro de 2020 - 11:58 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Angra dos Reis terá Parlamento Juvenil

Angra dos Reis terá Parlamento Juvenil

Matéria publicada em 20 de abril de 2015, 18:54 horas

 


14 escolas públicas e três particulares terão a oportunidade de acompanhar rotina da Alerj

Espera: Escolha de jovem que vai representar Parlamento Juvenil deve ser no próximo mês  (Foto: Divulgação)

Espera: Escolha de jovem que vai representar Parlamento Juvenil deve ser no próximo mês (Foto: Divulgação)

Angra dos Reis  –

Angra dos Reis está próxima de ter um Parlamento Juvenil. Isso porque após sorteio realizado no final da semana passada, na Câmara Municipal, 14 escolas irão eleger representantes para acompanhar a rotina do Legislativo. A expectativa é de que, no próximo mês, as escolas realizem processos eleitorais para a escolha do jovem que as representará no Parlamento Juvenil. As unidades de ensino que não tiverem interesse em participar do projeto, serão substituídas por suplentes.

O vereador Eduardo Godinho (PT), autor da resolução que cria o Parlamento Juvenil, explica a importância de inserir as novas gerações no processo democrático.

– Essa discussão do Parlamento Juvenil existe desde 2005, mas naquele momento não foi possível se concretizar. Agora, com o apoio do presidente Marco Aurélio Vargas (PROS), realizamos o sorteio das escolas para participar do parlamento.  Fiquei muito feliz com a participação da juventude. Para mim, que apresentei o projeto, é muito importante ver isso concretizado. Espero que a juventude possa contribuir com esta Casa apresentando propostas, ajudando-nos a legislar – disse.

Presidente do Conselho Municipal de Educação, Glauciane Soares, e o subsecretário de Educação, Wellington Pereira, acompanharam o sorteio e destacaram a importância da iniciativa.

– Para o Conselho Municipal, essa iniciativa permite ao jovem uma participação plena na cidadania. Fiquei muito feliz, pois garantimos a participação de escolas localizadas nos extremos do município, inclusive a Escola Municipal de Educação de Surdos (EMES). Este vai ser um momento muito significativo para a nossa cidade – ressaltou Glauciane.

Segundo o membro da Comissão Eleitoral do Parlamento Juvenil, Luan Dutra, que tem percorrido as escolas do município apresentando a novidade, a receptividade tem sido muito positiva.

– Estamos sendo muito bem recebidos. Creio que esta seja uma carência não só do nosso município, mas também do nosso Estado. O nosso objetivo é conscientizar os jovens sobre o papel do vereador, que é quem faz as leis para o país andar – destacou Luan.

Dezenas de alunos, como as jovens Ana e Linda, da Cooperativa Educacional César Almeida, acompanharam o sorteio, na expectativa de fazerem parte do parlamento.

– Todos os jovens deveriam se interessar por políticas públicas porque nunca sabemos o dia de amanhã. Temos que estar cientes do que acontece na nossa cidade e a nossa escola nos dá todo o apoio para isso – contou a estudante Ana.

Outro colégio representado no evento foi o Miranda. O professor Jonas Silvana disse que a equipe pedagógica da instituição está estimulando os alunos.

– Estamos muito felizes por estar participando deste projeto. Não posso deixar de parabenizar o vereador Eduardo Godinho pela iniciativa. Já trouxe meus alunos numa sessão da Câmara e pretendo trazer novamente. Eles são muito questionadores e adoram política. Acho muito importante esse interesse deles e nós temos o dever de incentivá-los – defendeu o professor.

Parlamento Juvenil

Segundo a resolução de autoria do vereador Eduardo Godinho, o Parlamento Juvenil de Angra dos Reis tem caráter instrutivo e visa possibilitar a estudantes de toda a cidade a vivencia do processo democrático, mediante participação em jornada simulada de trabalho parlamentar na Câmara Municipal.
Seu funcionamento será anual, no período do recesso parlamentar do meio do ano. Os membros do Parlamento Juvenil terão as mesmas atribuições dos vereadores, devendo apresentar e votar proposições legislativas que, aprovadas, serão encaminhadas para a Mesa Diretora da Câmara Municipal.
A legislatura terá a duração de duas semanas e será subdividida em três sessões legislativas. Na primeira, os vereadores estudantes eleitos serão diplomados, tomarão posse e, em seguida, tratarão da eleição da Mesa Diretora. Na segunda, serão lidas e debatidas no expediente todas as proposituras protocoladas. Na última sessão, vão ser apreciadas, discutidas e votadas no plenário todas as proposituras lidas no expediente.

Participantes

As escolas particulares sorteadas foram: Centro Educacional Inácio Medeiros – Ceim, Cooperativa Educacional de Angra dos Reis e Colégio Jean Piaget. Já as escolas públicas contempladas foram: Ciep Charles Dickens, Nazira Salomão, Escola Municipal de Educação de Surdos, Colégio Estadual Pedro Soares, Escola Municipal Poeta Carlos Drumond De Andrade, Ceav, Escola Municipal Mauro Sérgio da Cunha, Escola Municipal Santos Dumont, Escola Municipal Princesa Isabel, Escola Municipal Cacique Cunhambebe e Celamm.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document