terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / ANTT vai promover discussão sobre a concessão da Rodovia Presidente Dutra

ANTT vai promover discussão sobre a concessão da Rodovia Presidente Dutra

Matéria publicada em 23 de janeiro de 2020, 19:34 horas

 


Indústria apresenta contribuições para concessões de rodovias federais do Rio de Janeiro

Audiências públicas discutem, em fevereiro, concessão da Dutra e da Rio-Santos
(Foto: Paulo Dimas)

Sul Fluminense – A Agência Nacional de  Transporte Terrestre (ANTT) promoverá no mês que vem uma rodada de audiências públicas sobre as concessões da Rodovia Presidente Dutra e da Rio –Santos. Já estão marcadas uma em Angra dos Reis, no dia 03 de fevereiro, uma  em Volta Redonda, no dia  04 de fevereiro, e outra em São José dos Campos (SP), no dia 05 de fevereiro. O período para envio de contribuições da sociedade sobre o assunto vai até as 18 horas do próximo dia 3 de fevereiro e pode ser feito no site da ANTT. O presidente da República, Jair Bolsonaro, já descartou, em manifestação em uma rede social, a possibilidade de implantar praça de pedágio em Barra Mansa.

Empresários da Firjan e representantes dos governos estadual e federal discutiram, na quarta-feira (22/1), o processo de concessão da BR-116 (Dutra) entre os estados do Rio e São Paulo. O debate ocorreu durante reunião do grupo de trabalho de concessões rodoviárias do Conselho Empresarial de Infraestrutura da federação, que apresentou contribuições do setor industrial para o aprimoramento do projeto.

Durante o encontro, foram apresentadas propostas como a antecipação da construção da nova pista da Serra das Araras (obra prevista na concessão atual e programada para o terceiro ano do novo contrato); a redução do pedágio na Dutra; a revisão do cronograma e do volume de investimentos, em especial nas intervenções no Sul Fluminense, entre outras.

A Firjan apoia o processo de renovação da concessão, conforme priorizado no Mapa do Desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro 2016-2025. Recentemente, a federação participou de audiência pública promovida pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) sobre a nova concessão das rodovias. “O Ministério da Infraestrutura se comprometeu a avaliar todas as sugestões apresentadas e a retornar à Firjan para continuidade das discussões”, explicou William Figueiredo, gerente de Infraestrutura da federação.

A nova concessão consiste na exploração do sistema rodoviário por 30 anos, incluindo recuperação, operação, manutenção, monitoramento, conservação, implantação de melhorias, ampliação de capacidade, manutenção do nível de serviço e segurança do usuário. Os investimentos previstos são de mais de R$ 32 bilhões.

Participaram a  secretária de Fomento e Parcerias do Ministério da Infraestrutura, Natália Marcassa; o diretor-presidente da Empresa de Planejamento e Logística S.A. (EPL), Arthur Lima; o prefeito de Piraí, dr. Luiz Antonio; o deputado federal Hugo Leal (PSD/RJ), além de representantes da ANTT, das secretarias estaduais de Transportes e de Desenvolvimento Econômico, Associação de Municípios do estado do Rio de Janeiro (AEMERJ), Cluster Automotivo do Sul Fluminense, Fetranscarga, da Associação da Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro (AEERJ).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

9 comentários

  1. Avatar

    Participaram a secretária de Fomento e Parcerias do Ministério da Infraestrutura, Natália Marcassa; o diretor-presidente da Empresa de Planejamento e Logística S.A. (EPL), Arthur Lima; o prefeito de Piraí, dr. Luiz Antonio; o deputado federal Hugo Leal (PSD/RJ), além de representantes da ANTT, das secretarias estaduais de Transportes e de Desenvolvimento Econômico, Associação de Municípios do estado do Rio de Janeiro (AEMERJ), Cluster Automotivo do Sul Fluminense, Fetranscarga, da Associação da Empresas de Engenharia do Rio de Janeiro (AEERJ).
    TAO DE SACANAGEM NÉ , PORQUE NAO CHAMARAM O SAMUKA , POR ISSO QUE NAO VAI PRA FRENTE ESTA BAGAÇA

  2. Avatar

    Nessa reunião em VR os prefeitos da região tem que deixar claro que o início das obras da nova descida da Serra das Araras tem que ser logo nos primeiros meses da nova concessão e não depois de 5 a 6 anos como está previsto. Nós da região não podemos mais esperar tanto tempo devido as vários acidentes na Serra com interdições diariamente.

  3. Avatar

    Fazer obras, conservação, aumentar capacidade…. Tudo igual à concessão da CCR 20 anos passados e muito pouco foi feito. Pedágio caro, muita gente ficando mais rica…

  4. Avatar

    Dutra é a melhor rodovia que corta o sul fluminense, com essa nova concessão tem que continuar assim.

  5. Avatar

    Discussão para que?
    A Dutra agora é do Homem do Xadrez. Primeiro ele se tornou o ditador do funcionalismo público e agora é ele que manda nas rodovias.
    #foradrable

  6. Avatar

    Esnobam tanto Barra Mansa que a reunião foi marcada para Volta Redonda. Barra Mansa é invisível para eles, tem moral nenhuma.

    • Avatar

      barra mansa tem que antes de se meter em Dutra asfaltar os seus bairros, prover água e esgoto! a PMBM não consegue atender um chamado de água potável e esgoto vazando desde dezembro na rua Jarbas cansado n° 353! depois que ela começar a atender seus bairro e munícipes ela pensa em se meter em Dutra

  7. Avatar

    TEm que apresentar transportes coletivo eficiente e com baixo custo, para população.
    O que não pode a população pagar essa conta.
    E um absurdo!!!!!!

Untitled Document