ÔĽŅ Banco VR de Fomentos discute economia solid√°ria com grupo da prefeitura de Maric√° - Di√°rio do Vale
terça-feira, 14 de agosto de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Banco VR de Fomentos discute economia solidária com grupo da prefeitura de Maricá

Banco VR de Fomentos discute economia solid√°ria com grupo da prefeitura de Maric√°

Matéria publicada em 19 de julho de 2018, 22:32 horas

 


Representante da secretaria de Economia Popular e Solidária da prefeitura de Maricá esteve na cidade para troca de experiências

 

Conversa: Nelsinho Kruschewsky trocou ideias com colegas da prefeitura de Maric√°
(Foto: Secom PMVR)

Volta Redonda –¬†O coordenador de Pol√≠ticas P√ļblicas da Moeda Social da Secretaria de Economia Popular e Solid√°ria da prefeitura de Maric√°, Natan Melo Costa, esteve em Volta Redonda no final da manh√£ desta quinta-feira, dia 19, para trocar experi√™ncias e conhecer os projetos do Banco VR de Fomento. Na pauta da visita, os assuntos principais foram economia solid√°ria e o atendimento ao MEI (Micro Empreendedor Individual).
‚ÄĒ O munic√≠pio de Maric√° j√° trabalha com a moeda social digital e possui Banco Comunit√°rio e queremos passar nossa experi√™ncia para os gestores de Volta Redonda, al√©m de aprender com as boas pr√°ticas implantadas neste munic√≠pio ‚ÄĒ afirmou Natan Costa.
O coordenador do Banco, Nelson Kruschewsky, lembrou que esta √© uma visita em retribui√ß√£o √†s duas vezes em que esteve em Maric√° ‚Äď ao lado da secret√°ria de Pol√≠ticas para Mulher, Direitos Humanos e Idosos de Volta Redonda, Dayse Penna ‚Äď em janeiro e mar√ßo deste ano.
‚ÄĒ Fomos conhecer o programa de economia solid√°ria de Maric√° para trazermos ideias para Volta Redonda ‚ÄĒ disse Nelsinho.
‚ÄúNo primeiro momento vamos apresentar o funcionamento da moeda social digital e do Banco Comunit√°rio de l√° para os representantes do F√≥rum de Economia Solid√°ria de Volta Redonda e da Incubadora Tecnol√≥gica de Economia Solid√°ria do M√©dio Para√≠ba, que fica na UFF (Universidade Federal Fluminense) Campus Aterrado‚ÄĚ, contou o coordenador do Banco VR de Fomento, acrescentando que a tarde ser√° dedicada a mostrar o trabalho do Banco e suas diversas √°reas de atua√ß√£o. Um dos destaques ser√° o atendimento ao Micro Empreendedor Individual (MEI).
De acordo com o professor da UFF, Luiz Henrique Abeg√£o, do departamento de Administra√ß√£o da Universidade, √© bom conhecer o modelo da moeda digital de Maric√° e de seu Banco Comunit√°rio. ‚ÄúPegamos o exemplo e adaptamos √† realidade de Volta Redonda‚ÄĚ, por isso a import√Ęncia da discuss√£o em grupo.
O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, afirma que o fomento à economia solidária já é realidade no município.
‚ÄĒ No ano passado, realizamos o 1¬ļ Festival de Economia Solid√°ria, com a cria√ß√£o da moeda social digital Arig√≥, que circulou durante o evento. E o 2¬ļ festival do tipo est√° agendado para os dias 31 de agosto e 1¬ļ de setembro no Memorial Get√ļlio Vargas, na Vila ‚ÄĒ declarou samuca.
O secret√°rio de Desenvolvimento Econ√īmico e Turismo, Joselito Magalh√£es, disse que o governo municipal est√° investindo em todas as frentes do empreendedorismo. ‚ÄúEstamos fomentando a economia solid√°ria, identificando as pessoas que atuam nessa √°rea e verificando suas necessidades‚ÄĚ.
‚ÄĒ Quanto ao micro empreendedor individual, a gest√£o atual tamb√©m realizou diversas a√ß√Ķes, como a retirada de taxas, capacita√ß√£o e orienta√ß√£o em parceria com o Sebrae e o incentivo para participa√ß√£o nas compras publicas ‚ÄĒ completou.
A visita do representante do munic√≠pio de Maric√° promoveu troca de experi√™ncias sobre esse tema e tamb√©m sobre o MEI. ‚Äú√Č bom lembrar que as boas pr√°ticas implantadas no munic√≠pio de valoriza√ß√£o do Micro Empreendedor Individual rendeu um dos pr√™mios de Prefeito Empreendedor do Sebrae para Volta Redonda‚ÄĚ, disse Samuca.

 

2 coment√°rios

  1. Parab√©ns Nelsinho Gon√ßalves a economia solid√°ria √© um instrumento poderoso de fomento da economia em per√≠odo de crise. Excelente, moderna, e forte iniciativa a√ß√£o de fortalecimento econ√īmico notadamente das pessoas mais carentes e do pequeno comerciante

  2. Esse evento foi muito importante, para troca de experiencias, sabendo que a economia solidária é uma realidade possível para Volta Redonda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Untitled Document