terça-feira, 14 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Bolsonaro faz exames para retirada da bolsa de colostomia

Bolsonaro faz exames para retirada da bolsa de colostomia

Matéria publicada em 23 de novembro de 2018, 07:48 horas

 


O Presidente eleito Jair Bolsonaro, fala com a imprensa após reunião com os futuros comandantes das Forças Armadas, no Comando da Marinha, em Brasília.

Brasília – O presidente eleito, Jair Bolsonaro, viaja hoje (23) pela manhã de Brasília para São Paulo. Ele vai se submeter, no Hospital Albert Einstein, a exames pré-operatórios para a cirurgia de retirada da bolsa de colostomia. A previsão é que a cirurgia ocorra em 12 de dezembro, 20 dias antes da posse, marcada para 1º de janeiro de 2019. Será a terceira operação em pouco mais de três meses.

O objetivo da cirurgia é restabelecer o trânsito intestinal, abrindo a incisão, na qual o presidente eleito levou 35 pontos, e retirando a bolsa. A estimativa é que a recuperação após a operação é de uma semana a 10 dias.

Bolsonaro foi agradico com faca por Adélio Bispo Oliveira, em 6 de setembro, durante ato de campanha nas ruas de Juiz de Fora, em Minas Gerais. Um laudo psiquiátrico elaborado por um profissional particular a pedido da defesa de Adélio Bispo atestou que o acusado tem um transtorno grave. Ele está preso em Campo Grande.

Agenda

O presidente eleito está em Brasília desde o último dia 20. Ele anunciou nomes de novos ministros, fez reuniões com a equipe de transição, conversou com comandantes militares e encerrou a agenda ontem (22) ao ir à cerimônia de casamento do ministro extraordinário da transição, Onyx Lorenzoni, em um clube em Brasília.

Depois dos exames em São Paulo, Bolsonaro segue para o Rio de Janeiro. A expectativa é que ele participe do encerramento do Simpósio Nacional de Combate à Corrupção, no qual estarão também o juiz federal Sergio Moro, confirmado para o Ministério da Justiça.

O governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSL), e o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), também participam do simpósio. É possível que ambos e o presidente eleito se encontrem. Ontem (22), Bolsonaro disse que conversará com o ministro da Defesa sobre a possível manutenção da intervenção federal na segurança pública do Rio.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

6 comentários

  1. Avatar

    O inferno está cheio destes defensores e de seus apologistas.

  2. Avatar

    Defende valores, você é um brincalhão.
    Comedor de gente com auxílio moradia.

  3. Avatar

    Defende valores, você é um brincalhão.

  4. Avatar

    O povo é roubado e assassinado aos milhares , segurança máxima para aquele que será o Messias.

  5. Avatar

    Os esquerdistas tentaram exterminar Bolsonaro, pois viram que ele defende os valores cristãos-judaicos, que eles tanto desprezam!!!
    A facada foi a última tentativa!?
    Não… Ou seja, os esquerdistas vão continuar na mídia suja fazer a caveira de Bolsonaro, falando mal dele por qualquer motivo e sem motivo aparente!!! E se aparecer outro Bispo esquerdista “mais competente” e que consiga matar o Bolsonaro, vão dizer que a população fez justiça, que ele devia morrer mesmo!
    Logo, a segurança de Bolsonara tem que se fortalecer cada vez mais, até com a ajuda do FBI, pois foram eles que viram que os terroristas palestinos já estavam planejando um atentado contra Bolsonaro…
    O que dizer daqueles que não aceitam a Democracia, que escolheu Bolsonaro para nos governar, e querem retomar o poder à força?!
    Como diria o jornalista Boris Casoy: “Isso é uma vergonha!”…

  6. Avatar

    Vai ejetar o HD externo …

Untitled Document