terça-feira, 4 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Bolsonaro: “Pretendo respeitar a Lei da Anistia”

Bolsonaro: “Pretendo respeitar a Lei da Anistia”

Matéria publicada em 30 de julho de 2019, 11:45 horas

 


Presidente disse que vai respeitar lei de Anistia (crédito AB)

Brasília – O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (30), em Brasília, que vai respeitar a Lei da Anistia de 1979 e não pretende “mexer no passado”. Perguntado por jornalistas se vai contestar a versão oficial da Comissão Nacional da Verdade (CNV) sobre a morte do advogado Fernando Santa Cruz, pai do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, Bolsonaro questionou o trabalho realizado pelo grupo.

“Você acredita em Comissão da Verdade? Foram sete pessoas indicadas pela Dilma [Rousseff, ex-presidente, que também foi presa durante a ditadura militar]. Não é contestar. Se gastou mais de R$ 5 bilhões, dinheiro público do povo que trabalha para dar para quem nunca trabalhou. Você acha justo que a gente tem que continuar? Eu não pretendo mexer no passado, eu pretendo respeitar a Lei da Anistia de 79”, disse.

Relatório da Comissão Nacional da Verdade (CNV) aponta que o corpo de Fernando Santa Cruz foi transportado da chamada Casa da Morte, um centro clandestino de tortura e assassinato, localizado em Petrópolis (RJ), para a Usina Cambahyba, no norte fluminense, local onde teria sido incinerado, junto com corpos de outros militantes políticos contrários ao governo militar. A informação estaria baseada no depoimento do ex-delegado do DOPS/ES, Cláudio Guerra, em 23 de julho de 2014. Segundo a CNV, Santa Cruz foi preso por agentes do DOI-CODI/RJ em 23 de fevereiro de 1974, no Rio de Janeiro, mas os órgãos oficiais do regime não admitiram sua prisão alegando que o advogado estava foragido.

Bolsonaro afirma que o militante de esquerda durante a ditadura militar (1964-1985) foi morto por integrantes da Ação Popular (AP), um grupo de luta armada contra o regime, e não pelas Forças Armadas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

3 comentários

  1. Avatar

    hahaahahaha

    PRETENDO respeitar a lei
    vou repetir : PRETENDO

    Ou seja: Ah, se mudar de idéia eu não respeito isso daí e tá tudo bem, talquêi ???

    Parabéns a quem acreditou ser esse cidadão o baluarte da moral no governo do Brasil

  2. Avatar

    Sera que li direito, presidente pretende respeitar Lei da Anistia. Fala isso como estivesse fazendo um grande feito. Como esse país quer que os demais cidadãos respeitem as leis. Achava que esse cara seria um presidente ruim mais nunca péssimo. O pior é que temos três anos e meio pra aguentar esse tipo de coisa.

  3. Avatar

    Presidentes da República tem que obedecer as leis, não precisa anunciar isso como se estivesse fazendo um favor. Se não for assim é caso de impeachment.
    Praticamente 1 ano desde a convenção partidária que lançou o Sr. Jair Bolsonaro à presidência e ele e o PSL nada têm de concreto no planejamento de governo. Passaram todo esse tempo fugindo dos debates, tratando de assuntos de menor importância, exceto pela reforma da previdência que consideram como solução para tudo, desviando do que realmente favorece o povo.

Untitled Document