domingo, 12 de julho de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Bruno anuncia reajuste salarial para efetivos e professores

Bruno anuncia reajuste salarial para efetivos e professores

Matéria publicada em 21 de junho de 2017, 21:40 horas

 


Reunião: Bruno de Souza na reunião com o Sepe desta quarta-feira.

Reunião: Bruno de Souza na reunião com o Sepe desta quarta-feira.

Quatis – Em reunião realizada na tarde desta quarta-feira(21), com representantes do SEPE (Sindicato estadual dos Profissionais de Ensino), o prefeito Bruno de Souza (PMDB) anunciou a concessão de reajustes salariais para os professores da rede municipal e os funcionários do quadro efetivo da Prefeitura de Quatis. No caso dos professores do nível docente I, a equiparação dos salários deste segmento com o piso nacional vai representar um acréscimo de 33,77 por cento sobre os salários atuais. A reunião do prefeito com o Sepe aconteceu no Centro Administrativo do Município.
Outros percentuais de reajuste salarial anunciados por Bruno no encontro foram os seguintes: 7,64 por cento para professores docentes níveis II e III, que significa a aplicação do índice fixado pelo Ministério da Educação; e 6,48 por cento (funcionários efetivos não só da Secretaria de Educação do Município como também de todas as outras secretarias municipais). Este percentual de 6,48 por cento não se aplica aos professores, que receberão índices diferentes.
O pagamento do aumento aos profissionais de ensino e aos demais servidores da prefeitura será liberado a partir dos salários correspondentes ao mês de agosto, cuja liberação acontecerá até o quinto dia do mês seguinte (setembro).
Durante a mesma reunião, o prefeito Bruno de Souza informou que está encaminhando ainda nesta quarta-feira um projeto de lei à Câmara Municipal, propondo a concessão dos reajustes anunciados no encontro de hoje, “pois a liberação do aumento salarial precisa de autorização do poder legislativo”. No entendimento do prefeito, a concessão dos reajustes salariais divulgados na reunião com o SEPE “representa mais um resultado positivo da austeridade e da eficiência do atual governo da cidade na administração dos recursos públicos”.
– O Brasil passa por uma grave crise econômica. Constantemente, recebemos notícias sobre prefeituras que enfrentam dificuldades até para pagar o funcionalismo. Diante deste cenário, a Prefeitura de Quatis tem condições de anunciar reajustes salariais para os seus servidores, o que deixa evidente outro resultado positivo do trabalho da nossa administração pela austeridade e o controle nos gastos públicos. Essas medidas vêm nos proporcionando condições para conceder estes reajustes e ao mesmo tempo realizar investimentos de fundamental importância em obras e serviços para a população – disse o prefeito, frisando ainda que, ao contrário do que acontece em outros municípios, os salários do funcionalismo de Quatis estão rigorosamente em dia.
Bruno destacou também aos diretores do SEPE que a concessão do reajuste salarial “mostra novamente que a atual administração da cidade honra os compromissos firmados com o funcionalismo e a população”. O prefeito lembrou que, numa reunião com representantes da entidade, no final de maio, ele mesmo se comprometeu a realizar um estudo financeiro para definir se haveria condições de adequar os salários dos professores docentes I ao piso nacional.
– A nossa administração honra a palavra empenhada. Portanto, voltamos a nos reunir hoje com os representantes do Sindicato estadual dos Profissionais de Ensino, e anunciamos os percentuais que vamos conceder a partir de agosto. Fomos mais além: divulgamos também o percentual de reajustes aos demais servidores do quadro efetivo da Prefeitura de Quatis – declarou o prefeito.
Após informar os professores sobre os percentuais de reajuste, Bruno de Souza determinou à sua assessoria que encaminhe ainda hoje o projeto de lei ao poder legislativo para que a mensagem a respeito do aumento possa ser debatida e votada nas próximas semanas. Ele lembrou também que o reajuste destinado aos professores amplia ainda mais os avanços que já se tornaram realidade no primeiro semestre deste ano pela educação pública na cidade.
– Nesta semana, tivemos a satisfação de divulgar que, no primeiro quadrimestre de 2017, os nossos investimentos na rede municipal de ensino alcançaram 28,34 por cento das receitas próprias do Município, ou seja, quase quatro por cento a mais do limite mínimo estabelecido pela Constituição, que é de 25 por cento. E no ano passado, os investimentos da Prefeitura de Quatis no ensino público alcançaram um índice ainda maior, tendo chegado a 31 por cento – concluiu o prefeito, manifestando sua expectativa de que, com os avanços implantados este ano, o Município melhore ainda mais sua avaliação no IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).
Além do prefeito Bruno de Souza, participaram da reunião desta quarta-feira os secretários municipais Alessandra Almeida (Educação), Carlos Magno Ramos Canil (Administração), Adriano Palma (Governo), Maria Elisa Marins (controladora geral do Município), Fábio Fonseca e Silva (subprocurador da prefeitura) e Vinícius Lima (Trabalho e Renda).


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

5 comentários

  1. Avatar

    Cambada de chorões esses professores, pelo nível de ensino e dedicação esses profissionais ganham é muito. Vamos ver do que eles irão reclamar agora.

  2. Avatar

    Dêem um pulo na pref pra verificarem

  3. Avatar

    Não se esqueçam de falar que á prefeitura de quatis ta devendo alguns meses o tíquete alimentação vão lá é fazem uma matéria sobre

  4. Avatar

    Quatis dá um bom exemplo para as cidades pequenas da região como Piraí, Porto Real, etc. Essas administrações não dão valor aos servidores públicos, já pagam pouco e não reajustam salário. Não querem nem saber… o alto salário “deles” está garantido, então os que realmente trabalham p fazer a cidade andar que se dane. É assim que funciona esse sistema injusto e repugnante no Brasil!

    • Avatar

      Sempre dão uma dada e nunca cumprem sendo que tem gente q ganha salário mínimo é sempre contam com o tqt é nada de cair Ka tá acumulado tem vários meses.

Untitled Document