quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Bruno Marini passa manhã de domingo na Feira Livre de Valença

Bruno Marini passa manhã de domingo na Feira Livre de Valença

Matéria publicada em 23 de setembro de 2018, 21:15 horas

 


Bruno conversa com eleitora em Valença
(Foto: Assessoria Bruno Marini)

Valença – O candidato a deputado estadual Bruno Marini (PSD) caminhou na manhã deste domingo, dia 23, na feira livre do Mercado Municipal de Valença. Na ocasião, lembrou do início de sua carreira profissional quando trabalhou como entregador no Mercado Municipal de Barra Mansa.
– As feiras têm cheiro de infância. Ainda jovem, comecei a trabalhar como entregador no mercado da minha cidade, gostava muito do que fazia, pois era o que garantia algum recurso para os meus gastos pessoais. O domingo era e continua sendo o dia de ir à feira na companhia dos pais. Isso sem falar no reencontro de amigos que acontece no local e nos abraços cheios de carinho – destacou.
Bruno comentou a respeito da cadeia produtiva que existe por traz das feiras. “Muitas feiras fomentam a agricultura familiar. São dezenas de pessoas que retiram do trabalho na lavoura o sustento, de maneira digna e honesta, de seus filhos, netos e demais integrantes da família. Em alguns casos, acabam empregando pessoas da própria localidade rural. A pratica acaba incentivando as pessoas a permanecerem no campo, evitando o êxodo para as cidades, que neste momento, enfrentam a crise do desemprego”, disse o candidato.
Ele ainda conversou com os feirantes e as pessoas que andavam pela feira, entregou panfletos e tirou selfies. Entre abraços e apertos de mão, reafirmou seu compromisso com a geração de empregos. “O desenvolvimento de uma região está ligado diretamente à qualificação profissional e ao bem estar das pessoas. Temos exemplos de alguns municípios que atraíram empresas de grande e médio porte e que não conseguiram impactar em melhorias na vida dos seus moradores. Existe uma relação tênue entre emprego e educação de qualidade. Na Alerj vou trabalhar para a implantação da educação em tempo integral, a criação do Consórcio Intermunicipal de Empregos, reunindo o poder público, a iniciativa privada e entidades representativas de classe. A iniciativa permitirá a criação de um portfólio, com as potencialidades socioeconômicas da nossa região, fortalecendo as empresas aqui instaladas, criando o cinturão de fornecedores e atraindo novos investimentos. O fomento às atividades de cultura, turismo, gastronomia e entretenimento pode ser alavancado com a criação da Escola de Empreendedorismo, com apoio de entidades como o Senai, o Sest/Senac, o Sesi e o Sesc. O emprego é que dá dignidade as pessoas”, ressaltou.

Carga tributária

A redução dos impostos também foi assunto durante a caminhada de Bruno Marini na Feira Livre de Valença. “O Rio de Janeiro responde por cerca de 14% de toda a carga tributária do pais, impactando no nível de competitividade das empresas, que precisam trabalhar cerca de 2. 600 horas por ano para pagar impostos. Penso que é necessário usar o imposto de maneira inteligente. Uma opção é levar o emprego para perto das pessoas, estimulando as atividades econômicas nas regiões que têm muita gente e pouca oportunidade de trabalho’.
O contador José Alves da Silva, de 51 anos, aprovou as propostas apresentadas. “Precisamos ter na Alerj deputados que entendem a realidade do Sul Fluminense, pois é aqui que vivemos. Nossa região tem muitas opções para gerar emprego. Penso que Bruno Marini é o candidato ideal para alavancar o desenvolvimento da nossa região.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

4 comentários

  1. Pra um cara que é empresário do ramo de água mineral, será que ele curtiu a água de Valença?… Aliás, Valença tem um parque idêntico ao Jardim das Preguiças de Barra Mansa…

  2. Não vote em candidatos forasteiros em VALENÇA
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  3. Depois que falou numa entrevista no Jornal Aqui que lula é um estadista,Pezão e Neto são grandes administradores nunca terá meu voto,mais um político igual aos que temos por ai.
    Só vai ganhar quando chegarem os votos de Bananal.

Untitled Document