sexta-feira, 23 de agosto de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Bruno recorda compromisso com meio ambiente

Bruno recorda compromisso com meio ambiente

Matéria publicada em 16 de julho de 2019, 22:20 horas

 


Estudantes do Município participam de uma ação de educação ambiental no horto da cidade, que faz parte da APA Carapiá

Quatis – O compromisso da administração do prefeito Bruno de Souza (MDB) com a preservação do meio ambiente foi demonstrado logo no começo do seu primeiro mandato à frente da Prefeitura de Quatis (2013-2016). No dia 20 de março de 2013, portanto, menos de três meses após assumir a chefia do poder executivo municipal, ele assinou o decreto número 2329 daquele ano, criando a Área de Proteção Ambiental Carapiá (APA), cuja extensão é 3.509 hectares. Esta APA representa uma das ações concretas voltadas à conservação das riquezas naturais da cidade.
As ações relacionadas ao desenvolvimento sustentável tiveram prosseguimento a partir do ano passado com a formação do grupamento ambiental da Guarda Municipal. A APA Carapiá sobrepõe duas unidades importantes de conservação ambiental do Município, sendo uma delas o Parque Natural Municipal Horto dos Quatis e a outra o Refúgio de Vida Silvestre, que se localizam dentro da área de proteção.
O nome desta área de proteção ambiental tem origem na planta encontrada em grande proporção dentro da localidade. A raiz do carapiá possui propriedades medicinais, segundo a tradição indígena, principalmente no combate às picadas de cobras, aranhas, abelhas e vespas, além de ser utilizada em alguns males do aparelho digestivo, entre eles, disenteria, vômitos, dores de estomago e má digestão.
– Quando assumimos com a população o compromisso de trabalhar pelo desenvolvimento sustentável, realizando ações pelo crescimento de Quatis, mas sem afetar a qualidade de vida dos moradores do Município, mostramos logo no começo do nosso governo que honramos os compromissos assumidos. Durante o mês de março de 2013, realizamos uma audiência pública para debater a criação da APA Carapiá, e naquele mesmo mês assinamos o decreto instituindo esta área de proteção ambiental. Não há dúvidas de que a APA ajuda a manter as condições de vida saudável para quem mora em Quatis – declarou o prefeito.
Segundo a secretária municipal de Meio Ambiente, bióloga Edna Azevedo, o decreto 2329/2013 detalha os objetivos do governo municipal ao criar a APA Carapiá. São eles: promover a recuperação, preservação e a cobertura dos remanescentes florestais da cidade; garantir o uso sustentável dos recursos naturais; proteger a biodiversidade, os recursos hídricos e as matas ciliares do trecho do Rio Paraíba do Sul que passa por Quatis; manter a vocação ao turismo; melhorar a qualidade ambiental nas áreas circunvizinhas; e assegurar a qualidade do ar.
Bruno de Souza lembra que a cidade de Quatis tem 11,3 por cento remanescentes de mata atlântica em todo o seu territorial, “o que, para uma cidade de pequeno porte, pode ser considerado um percentual bastante significativo”. O prefeito destaca ainda a existência do Parque Natural Municipal Ribeirão de São Joaquim como outra unidade de conservação de fundamental importância à preservação do meio ambiente e ao desenvolvimento sustentável em Quatis.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document