quinta-feira, 13 de maio de 2021 - 03:44 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Câmara aprova reserva de vagas para negros em concurso público

Câmara aprova reserva de vagas para negros em concurso público

Matéria publicada em 15 de dezembro de 2015, 20:45 horas

 


No ato da inscrição, os candidatos que desejarem disputar as vagas da cota deverão se declarar negros

Sistema de cotas: Projeto de Baianinho reserva 20% das vagas de concursos públicos para negros

Sistema de cotas: Projeto de Baianinho reserva 20% das vagas de concursos públicos para negros

Barra Mansa –  Os vereadores de Barra Mansa aprovaram na sessão realizada na segunda-feira, 14 de dezembro, o projeto de lei que estabelece a reserva de 20% das vagas de concursos públicos nos municípios para candidatos negros.

O projeto, de autoria do vereador Cláudio José da Silva Cruz, o Baianinho, subscrito pelo vereador Elias da Silva Andrade, o Lia Preto, prevê que os candidatos, no ato da inscrição, declarem se desejam concorrer às vagas reservadas aos negros.

De acordo com o projeto, quem candidatar-se às vagas destinadas a negros, concorre, também, à totalidade de vagas. Caso seja constatada a falsidade na declaração do candidato, o mesmo será eliminado do concurso e se já tiver sido nomeado, ficará sujeito à anulação da sua admissão.

O projeto prevê, ainda, que caso não haja candidatos negros aprovados, as vagas reservadas serão preenchidas pelos demais candidatos. A nomeação dos candidatos aprovados será realizada por ordem de classificação geral no concurso, sendo que a cada cinco candidatos convocados, a quinta vaga é destinada à reserva para negros, de acordo com a ordem de classificação.

O lei sendo sancionada pelo Executivo, pode ser implementada no próximo concurso a ser realizado no município.

-Esta lei vem acompanhar as políticas públicas adotadas pelos governos federal e estaduais que promovem a igualdade de oportunidades no mercado de trabalho para a população negra. Precisamos dar ampla divulgação para a aprovação deste projeto, para que a população conheça seus direitos e possamos ter igualdade nas contratações do setor público – afirmou o vereador Cláudio José da Silva Cruz, autor do projeto.

Tramita na Câmara a mensagem do Executivo solicitando a autorização para convocar concurso público.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

41 comentários

  1. Avatar
    para jjricardo 17 de dezembro de 2015 em 12:58

    Lamentável, será que lei a reportagem, ou a lei inteira antes de criticar e se posicionar contra.

  2. Avatar
    para jjricardo 17 de dezembro de 2015 em 09:14

    FAÇA O TESTE DO PESCOÇO QUE ESTA EM UM COMENTÁRIO ANTERIOR .

  3. Avatar

    Só esta faltando o tal vereador lançar uma lei mais idiota que esta, cota pra vereador negro. Bem agora não vamos criticar somente o vereador autor do projeto e a câmara da cidade mais esburacada da região que coisa horrorosa, que presta não fazem nada. Vou ficar por aqui de político meu saco já explodiu. Já pensaram o negro ouvir no local de trabalho vc passou porque fez uso de cota, mesmo tendo tido uma nota excelente no concurso de classificação.

  4. Avatar
    para Al Fatah 16 de dezembro de 2015 em 21:32

    Ainda não respondeu o que queria dizer com cada um no seu quadrado, teria coragem de responder ja que esta cobrando coragem dos outros ,rsrsrrsrs
    Quanto a ser negro ,não precisamos assumir a negritude ela já esta explicita.

  5. Avatar

    O que eu percebo lendo esses comentários abaixo é que todo mundo adora bancar o politicamente correto, mas ninguém quer assumir sua própria negritude…

  6. Avatar

    E os descendentes de índios que foram dizimados , donos naturais da terra…
    Porque no dia do índio não é feriado…
    Injustiça por injustiça eles também foram injustiçados.
    Agora como comprovar que é descendente de negro…
    Como comprovar que é descendente de índio…
    Se na miscigenação a maioria perde os traços da raça…
    E até que grau de descendência é tido como negro, índio.branco, asiático…

    • Avatar
      Coxinha de cidade-operária

      A Lei federal 12.711/2012 determina que até 2016 as universidades e os institutos federais de ensino deverão reservar 50% das vagas para estudantes oriundos de escolas públicas, com sub-cotas para alunos de baixa renda, pretos, pardos e indígenas.

    • Avatar

      Conheço bisneto de índios que são louros de olhos azuis ,pois tem mistura de alemão, portugues e italiano e aí é tido como índigena ou não…
      Da mesma maneira conheço neto de negros branco com olhos claros e aí é tido como negro ou não…
      Conheço dois irmãos um é negro de pele e o outro não , pois puxou o pai louro os dois são contemplados com a reserva ou não…
      Isso é muito complicado…

    • Avatar

      O argumento por trás da política de cotas é de que a sociedade brasileira deve “ressarcir” aqueles que são injustiçados por sua cor (pardos e negros) ou origem (negros), mas se esquece de que somos um povo intensamente miscigenado.
      A política de cotas é uma medida paliativa mais barata do que planejar e instituir um programa educacional contra o preconceito.
      O Brasil precisa parar de copiar políticas de outros países, como é o caso da cota racial (EUA), pois diferente deles, somos representados por 57% pardo/negro, e ainda, a diferença fundamental da cota racial americana é de que não importa quão longe seja a sua ascendência, se tiver algum negro você tem direito a cota, o que eles chamam de política da cota racial da única gota, ou seja, uma única gota de sangue negro na sua árvore genealógica é suficiente para te fazer cotista, ainda que seja branco de olhos azuis.

      Minha opinião: não precisamos nos preocupar quanto ao preconceito, o próprio governo pratica preconceito em nosso desfavor, pois ao “cotar” caracteriza o pardo/negro/indígena/portador de deficiência menos capaz.

  7. Avatar
    para ÊTA POVINHO 16 de dezembro de 2015 em 13:23

    Essas politicas publicas ja são usadas no nivel federal e estadual.

  8. Avatar
    para Douglas Costa 16 de dezembro de 2015 em 15:13

    Pesquise a opnião de cada um desses citados sobre cotas e vera que eu estou certo.
    sobre JOÃO CANDIDO (ALMIRANTE NEGRO) tenho certeza que exclusão social e a invisibilidade do negro e a negação do sistema racista do Brasil são a grande LEI DA CHIBATA e com isso acho que ele poderia ser a favor tambem (das cotas).

  9. Avatar

    O que quer dizer com cada um no seu quadradado?

  10. Avatar

    Não se trata de questão intelectual e sim de uma reparação historica , sobretudo em nossa região (vale do café),um dia essas cotas deixaram de ser nescessárias . tenho algumas perguntas para:

    Caetano 15 de dezembro de 2015 em 21:46 – DEFINA IGUAL PARA IGUAL?
    Douglas Costa 16 de dezembro de 2015 em 08:00 _ OUTRO EXEMPLO POR FAVOR,PODE CITAR?
    perito 16 de dezembro de 2015 em 08:58 _ REALMENTE NÃO SABE O QUE TE DIFERENCIA?
    Henrique 16 de dezembro de 2015 em 09:08_ O QUE FAZ UM BRANCO TER MAIS POSSIBILIDADES DE CONSEGUIR UMA VAGA DO QUE UM BRANCO??? ATE AI VC IGNOROU OS NEGROS ?,SRSRRS

    E uma resposta para:
    Manoel 16 de dezembro de 2015 em 12:46 _ NÃO MANOEL PODE DISPUTAR PELOS OUTROS 80% TAMBEM E SO ESCOLHER NA HORA DA INSCRIÇÃO

    • Avatar

      BENEDITA DA SILVA, GILBERTO GIL, JOÃO CANDIDO (ALMIRANTE NEGRO), JOSÉ DO PATROCINIO, MARINA DA SILVA, MILTON SANTOS , GEÓLOGO E PROFESSOR, MILTON GONÇALVES, ATOR, REPÓRTER GLÓRIA MARIA, CAMILA PITANGA, O PAI DELA, O PRÓPRIO BAIANINHO VEREADOR, QUE ESTUDOU DIREITO SOZINHO, SEM COTAS !! TEM MUITO NEGRO RECONHECIDAMENTE ESTUDADO OU TALENTOSO NO PAÍS !!

    • Avatar
      Coxinha de cidade-operária

      Todos eles, talvez com exceção de Gillberto Gil, absolutas minorias nas respectivas categorias de atuação.
      João Cândido jamais foi almirante (que falta o estudo de História elementar faz!), mas um cabo que se revoltou contra os castigos físicos impostos aos marinheiros. O primeiro almirante negro brasileiro foi promovido por volta do ano 2.000.
      Joaquim Barbosa, exceção absoluta.

  11. Avatar

    Negro não é igual a branco, que não é igual a amarelo. São diferentes, ainda que se equivaliam, qualquer criança percebe. Um legista sabe a raça de um indivíduo apenas observando seu esqueleto!… Enquanto o politicamente correto fechar os olhos para as evidências, o mundo será injusto… Um leão não é melhor nem pior que um tubarão, mas eles definitivamente não são iguais em suas potencialidades. Cada um no seu quadrado, cada um fazendo o seu melhor, não tentem igualar o que não dá!…

    • Avatar
      Coxinha de cidade-operária

      Poderia ser mais explícito, em especial no que tange a “potencialidades”, diante da notória diferença mostrada na pirâmide sócio-econômica (para sermos bem simples) entre os negros e os brancos (ou os que se julgam como tal)? Os negros estão na base por lhes faltarem potencialidades, ou por não terem tido oportunidades equivalentes aos dos brancos para desenvolverem as suas?

    • Avatar

      Creio que Vc não conhece a história do Joaquim Barbosa e nem do meu antigo professor negro de matemática que me ajudou imensamente em estatística pública.

      O Joaquim Barbosa não perderei meu tempo, pois em dois cliques ai poderá descobrir, a não ser que usa o gugu (google), neste caso é perdido, pois é o considero um analfabeto digital. Eu sugiro a Firefox , o melhor navegador e mais seguro do mundo.

      Quanto a meu professor de matemática tem o inicio da história parecida. A história dele Vc não achará tão fácil por ele ser um cidadão humilde e simples, mas que tem o meu maior respeito e admiração. Nasceu pobre numa família pobre, teve de trabalhar e estudar sempre em escolas públicas, além de ter passado em concurso público na sua área. O cara é fera na área dele. E é negro, de tão negro que os dentes brancos se destacam harmoniosamente.

    • Avatar
      Coxinha de cidade-operária

      ETA Povinho, seu professor deve ter sido fera. Pena que um de seus alunos virou comédia virtual no papel de aspone desempregado…

  12. Avatar

    Eu os considero racistas por desmerecerem a capacidade dos negros em disputar a vaga com os semelhantes de outras cores.

    Os vereadores também não sabem que por baixo da pelo somos todos iguais?

    Se eu fosse um negro, entraria com um processo contra racismo contra os vereadores de Barra Mansa.

  13. Avatar

    Acho infeliz a idéia, fazendo nossos irmãos negros se sentirem diferenciados.
    Faço uma pergunta : dos 80% das vagas restantes serão somente para brancos , indios e pardos .

  14. Avatar

    Que capacidade intelectual, ademais como todas as demais habilidades humanas independem de etnia é velha constatação científica e é desnecessário repetir. Pois bem, sendo isso verdade, pergunto: por que num país com uma vastíssima matriz de etnia negra os negros e pardos são absoluta minoria entre a classe alta, nas lojas sofisticada, nas propagandas de TV? Por que J. Barbosa é quase uma exceção no posto em que alcançou na magistratura?

  15. Avatar

    que vergonha isso….em pleno século XXI ,,,caramba isso deve ser banido,quer a vaga vai estudar,,,porque e preto não pode estudar…a vá

  16. Avatar
    teste do pescoço quem ja fez?

    1. Andando pelas ruas, meta o pescoço dentro das joalherias e conte quantos negros (as) são balconistas.

    2. Vá em quaisquer escolas particulares, sobretudo as de ponta, do tipo Objetivo e Dante Alighieri, entre outras, espiche o pescoço para dentro das salas e conte quantos alunos negros há . Aproveite, conte quantos são donos e quantos professores são negros, e quantos estão varrendo o chão.

    3. Vá em hospitais, tais quais o Sírio Libanês, enfie o pescoço nos quartos e conte quantos pacientes são negros. Gire o pescoço a contar quantos médicos negros há . Aproveite para espichar bem o seu pescoço nos corredores e conte quantos negros limpam as vidraças e servem cafezinho.

    4. Quando der uma volta em algum Shopping ou no centro comercial de seu bairro, gire o pescoço para as vitrines e conte quantos manequins de loja representam a etnia negra consumidora. Enfie o pescoço nas revistas de moda , nos comerciais de televisão e conte quantos(as) modelos (as) negros (as) fazem publicidade de perfumes, carros, viagens, vestuários e etc. Reflita acerca da auto e baixa estima das crianças negras e brancas.

    5. Vá às universidades públicas, observe nos cursos mais concorridos da USP, PUC e UNICAMP, torça o pescoço a procurar pelos negros e negras. Conte. Quantos são professores, alunos e serviçais.

    6. Espiche o pescoço numa reunião dos partidos PSDB e DEM, como exemplo, conte quantos políticos são negros desde a fundação dos mesmos. Depois faça uma reflexão a respeito de alguns partidos serem contra todas as reivindicações das comunidades negras, sobretudo as Cotas Raciais e pense mais um pouco qual é a necessidade de incluir sem inserir, como num Apartheid , as insígnias Tucanafro, PMDBafro e por aí vai…

    7. Gire o pescoço 180° durante as passeatas dos médicos que protestam contra os médicos estrangeiros e conte quantos médicos (as) negros (as) marcham. Nos consultórios, relembre por quantos médicos você passou na vida e quantos destes eram negros?

    8. Meta o pescoço nas cadeias, nos orfanatos, nas casas de correção para menores, e conte quantos são brancos. É mais fácil. Veja nos noticiários, dos erros dos policiais que atiram em jovens pra matar sem que tenham oportunidade de um julgamento justo, conforme manda lei. Melhor contar quantos dos jovens mortos pela polícia são brancos, também fica mais fácil.

    9. Gire o pescoço a procurar quantas empregadas domésticas, serviçais, faxineiros, favelados e mendigos são de etnia branca. Pergunte-se qual a causa dos descendentes de europeus ou orientais não serem vistos embaixo das pontes, em favelas, na mendicância ou varrendo o chão. Meta o pescoço nos livros, internet e pesquise: Quando seus ascendentes chegaram ao Brasil? Quando terminou a Abolição?

    10. Espiche bem o pescoço na hora do Globo Rural e conte quantos fazendeiros são negros, depois tire a conclusão de quantos são sem-terra, quantos são sem-teto. Gire o pescoço durante a exibição do programa Pequenas Empresas & Grandes Negócios e conte: Quantos empresários são negros?

    11. Nos canais abertos de televisão, acessíveis à maioria da população pobre e preta, e por vezes a única opção de lazer, gire o pescoço nas programações e conte quantos apresentadores, jornalistas ou âncoras de jornal e artistas em estado de estrelato, são negros. Onde as crianças negras se veem representadas? Pergunte-se se esta espécie de racismo ocular é construtivo para a auto estima dos pequenos filhos de determinada etnia?

    12. Enfie seu pescoço dentro das instituições bancárias e conte quantos negros são gerentes, quantos são caixas, quantos estão em cargos de chefia e quantos são faxineiros. Se puder, espiche o pescoço e conte quantos negros são donos de banco.

    13. Vá num dos bairros mais caros de sua cidade, de seu estado, gire seu pescoço pelas ruas, dentro das casas, no comércio. Quantos negros são moradores? Quantos são seguranças e empregados domésticos ? Aproveite e torça seu pescoço nos ‘melhores’ restaurantes, quantos clientes são negros? Aliás, conte quantos ‘chef de cousine’ são negros? Pergunte-se sobre a diferença de salários entre estes últimos e as cozinheiras, que são em sua maioria formadas por mulheres negras.

    14. Sobre linchamentos, em sua maioria as pessoas morrem por motivos torpes ou inocentes por terem sido confundidos com bandidos. Estique seu pescoço e conte quantos destes linchados com requinte de crueldade, eram loiros de olhos azuis?

    15. Torça o pescoço a procurar mulheres que criam seus filhos sozinhas. Mulheres do tipo que tem de trabalhar o dia todo por um salário mínimo, deixando seus filhos sozinhos à mercê da criação da rua e que depois serão as mesmas que irão chorar a morte de seus filhos expostos nos itens 8 e 14. Quantas são brancas?

    16. Viaja muito em companhias aéreas? Espiche o pescoço na cabine e conte quantos pilotos e ou co-pilotos são negros? Aproveite girar o pescoço pra cima e pra baixo nos corredores e conte quantas comissárias de bordo negras a companhia aérea brasileira contratou.

    – * Aplique o Teste do Pescoço no seu dia a dia, em todos os lugares e tire suas próprias conclusões. Questione-se: somos de fato um país pluricultural, uma ‘Democracia Racial’ tratados iguais e com as mesmas chances? Desde quando existe esta diferença que você viu? Procure na História do seu país, regresse 500 anos e encontre as respostas. Depois de se informar, tente continuar a ser contra Cotas, Bolsa família e outras políticas reparatórias e de justiça histórica.

    • Avatar

      Curioso é que o negro está em situação de inferioridade em qualquer lugar do mundo, inclusive onde eles são maioria absoluta da população e são independentes há mais tempo que o Brasil (Haiti e Etiópia)… Será que a culpa é sempre dos outros? Os chineses no Canadá fizeram protesto porque não queriam ser inseridos no sistema de cotas, pois sem elas já conseguiram um lugar de destaque na sociedade do país, apesar de toda a discriminação. Então, qual a diferença do amarelo para o negro? Enquanto um apanhou as pedras atiradas para construir seu castelo, o outro fica melindroso, no relento esperando que o apedrejado construa o dele…

    • Avatar

      “Apedrejador”, corrigindo…

    • Avatar

      E os descendentes de índios que foram dizimados , donos naturais da terra…
      Porque no dia do índio não é feriado…
      Injustiça por injustiça eles também foram injustiçados.
      Agora como comprovar que é descendente de negro…
      Como comprovar que é descendente de índio…
      Se na miscigenação a maioria perde os traços da raça…
      E até que grau de descendência é tido como negro, índio.branco, asiático…

  17. Avatar

    Fica uma pergunta: estes vereadores não podem ser processados por racismo, caso algum negro se sinta ofendido.

  18. Avatar

    QUER MAIS RACISMO DO QUE ESSE PEOJETO DE LEI PROPOE???? O QUE FAZ UM BRANCO TER MAIS POSSIBILIDADES DE CONSEGUIR UMA VAGA DO QUE UM BRANCO??? ISSO É… UMA…. VERGONHA!!!!!!

  19. Avatar

    Não entendo essa de cota para negros. Estudei minha vida inteira em colégio público, fiz faculdade com ajuda do FIES. Agora me diga o que me diferencio de um negro? O fato de ser branco me faz mais inteligente? me faz ter maior capacidade?

  20. Avatar

    Essas cotas são para ganhar votos, uma coisa é colocar cotas para ingresso na universidade pública que para mim tem que ter prazo de validade pois a obrigação do Estado é dar educação de qualidade para todos e com isso igualar a competição por vagas na universidade pública, já em concurso público é um absurdo já que é vaga de emprego, colocando cotas a disputa fica desigual quem disputa uma vaga no concurso público tem o mesmo nível de escolaridade, o mesmo diploma.
    Negros, brancos, amarelos, vermelhos estudam lado a lado e quando vão disputar um emprego via a concurso público tem separação porque? Na minha visão é para ganhar votos.

  21. Avatar

    BRINCADEIRA , ESTE BAIANINHO ESTA CHAMANDO OS NEGROS DE BURRO, POIS O QUE ELE FEZ SIGNIFICA QUE OS NEGROS NAO TEM CONDIÇOES DE CONSEGUIR UMA VAGA , SÓ CONSEGUE ATRAVES DA COTA .
    ELE TINHA QUE FAZER O SEGUINTE .
    33,33% DAS VAGAS PARA QUEM ESTUDOU EM COLÉGIO PARTICULAR.
    33,33% DAS VAGAS PARA QUEM ESTUDOU EM COLEGIO ESTADUAL E
    33,33% DAS VAGAS PARA QUEM ESTUDOU EM COLEGIO MUNICIPAL.
    POIS OS ESTUDOS SAO DIFERENTES E QUEM QUER ESTUDAR , ESTUDA , VC NAO VIU O JOAQUIM BARBOSA BAIANINHO , SERA QUE ELE CHEGOU ONDE CHEGOU ATRAVES DE COTA.
    TOMA VERGONHA .

  22. Avatar

    Poxa, quer vaga, estuda, mete a cara e vai na moral !! Temos um exemplo recente de juiz negro, Joaquim Barbosa !!

  23. Avatar

    Falta do que fazer desses vereadores. Isso para mim é racismo.
    Os negros tem capacidade intelectual, igual a todos as pessoas, sejam brancas, pardas, indígenas.
    basta cada um pegar um livro, sentar e estudar para passar num concurso público.
    Tanta lei para ser aprovada, tantas ruas em Barra Mansa sem asfalto, e esses vereadores criando leis ridículas.
    Sou negra e me sinto ofendida por esse lei.

    • Avatar

      Imprima e leve a reportagem ao MPF, ali no Aterrado, perto do Posto de Saúde. E peça indenização altíssima.

      Se eu fosse negro/negra certamente iria levar.

  24. Avatar

    eu acho isso o maior preconceito que pode se ter contra os negros, quer dizer q agente nao tem capacidade de concorrer igualmente ??? deixando claro que é minha opinião, o sistema de cotas para negros é o preconceito escancarado e explicito , e lembrando sou negro e nao sou a favor… nunca comentei aqui mas esssa eu tive q comentar

  25. Avatar
    E os concursados da pmvr 2014

    Sou negro, porém sou totalmente contra a cota pra negros, isso é racismo, será que o negro não tem capacidade de passar na prova

  26. Avatar

    Sou negro mas faço questão de competir de igual ´por igual. Pois não sou sub-raça.

Untitled Document