quarta-feira, 23 de outubro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Christino Áureo diz que é preciso inovar para gerar empregos

Christino Áureo diz que é preciso inovar para gerar empregos

Matéria publicada em 20 de setembro de 2019, 15:00 horas

 


Volta Redonda –  O deputado federal Christino Áureo (PP-RJ) afirmou que vem trabalhando pela geração de empregos na região Sul Fluminense, e como deputado federal, em Brasília defende a “criatividade” e a “inovação” para a geração de novos postos de trabalho, no momento em que o país sofre com o desemprego e a recessão econômica. A declaração foi dada nesta quinta-feira (19), no programa Dário de Paula.

-O nosso trabalho não para e vamos continuar trabalhando pela geração de empregos. Quando fui Secretário de Desenvolvimento Econômico de Piraí trouxe empreendimentos importantes para a região, como a cervejaria Cintra, que hoje é a Ambev, e indústrias lácteas como a Lactalis, em Barra Mansa, antiga fábrica da Nestlé, e a Vigor, em Barra do Piraí, uma das mais importantes fábricas de lácteos da América Latina. Demos também todo o apoio na estruturação da Companhia Siderúrgica Nacional, a CSN para que ela investisse na questão ambiental e na geração de empregos. Tenho orgulho ainda de ter atuado na Agricultura, na Pecuária e no desenvolvimento econômico de Volta Redonda e Região. Mas isso não é suficiente, temos que enfrentar às dificuldades, a recessão e ter um olhar voltado para destravar a economia- afirma Christino.

O deputado também abordou, no programa, a articulação feita junto ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia e ao senador Flávio Bolsonaro para conseguir mais recursos para o estado do Rio no megaleilão do pré-sal, previsto para o mês de novembro.

– A divisão dos recursos da União para os estados e municípios no megaleilão do pré-sal prejudicava muito o estado do Rio, principal produtor de petróleo, que receberia apenas R$ 330 milhões e a Bahia, R$ 950 milhões. Com a emenda negociada entre a Câmara e o Senado, apresentada pelo senador Flávio Bolsonaro, conseguimos junto ao presidente Rodrigo Maia, alterar a forma de divisão dos recursos do megaleilão. Com isso, o estado do Rio vai receber R$ 2,5 bilhões e os municípios, R$ 330 milhões, independente de serem ou não produtores de petróleo. Isso vai refletir na capacidade de investimento do governo estadual, cuja situação de recuperação fiscal não permitia sonhar com investimentos em estradas estaduais e saneamento. Com os recursos do megaleilão do pré-sal nos cofres públicos poderemos tranquilizar a população do Rio- explicou o deputado.

Christino falou ainda do seu trabalho para aprovar na Câmara, a Nova Lei do Gás e os benefícios gerados à região Sul Fluminense, uma das mais industrializadas do estado do Rio.

– A versão final da Nova Lei do Gás dever ser apresentada na próxima semana, na Câmara dos Deputados. Conversei sobre o assunto com o prefeito de Volta Redonda, Samuca, em Brasília. Além do nosso esforço para trazer recursos para a saúde, à assistência social e outras áreas, a Nova Lei do Gás vai ser fundamental para municípios como Volta Redonda e toda a região do Médio Paraíba. A nova lei vai aumentar ainda a competição, quebrar o monopólio da Petrobras e atrair empresas mundiais, que hoje já estão operando no pré-sal. A nossa expectativa é que o preço do gás- hoje cinco vezes mais caro do que os Estados Unidos- venha para um patamar que estimule a abertura de indústrias na região do Médio Paraíba, além de baixar o custo do gás residencial e do gás veicular- pontuou Christino.

Deputado falou para concretizar o Polo Metalmecânico (Divulgação)

Para estimular ainda mais a permanência dos moradores na área rural, o deputado está apresentando um projeto de lei que prevê a Política Nacional de Mobilidade Rural, com a construção de pontes, a melhoria das estradas rurais, e do escoamento dos produtos que se perdem ao longo das chuvas, e levam os moradores a trocarem a zona rural pela zona urbana.

– Muito se fala em mobilidade urbana, mas se esquecem dos que moram nas áreas rurais. Esse programa de Mobilidade Rural vai valorizar e melhorar a qualidade de vida do homem do campo. Quando fui secretário de Agricultura no Estado do Rio implantei o programa Estradas da Produção, que lamentavelmente está paralisado. A nossa expectativa, no entanto, é que a Política Nacional de Mobilidade Rural incentive a recuperação das estradas vicinais, que são importantes para o escoamento da produção de alimentos no País- disse.

Christino Áureo citou ainda a importância da aprovação do projeto, na Câmara, sobre a posse e o porte de armas em toda a extensão da propriedade para a segurança no campo, e que virou lei. Segundo ele, o projeto beneficia quem mora na zona rural, não tem veículo, linha telefônica, acesso a internet e ao celular e vê a família ameaçada e não tem como se defender.
Durante o programa, o deputado refirmou ainda  o trabalho conjunto com o prefeito Samuca para implantar o Polo Metal Mecânico, e industrializar o entorno da CSN, gerando empregos para Volta Redonda e região.

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document