;
quarta-feira, 2 de dezembro de 2020 - 07:17 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Cida afirma que pagamento de servidores será prioridade

Cida afirma que pagamento de servidores será prioridade

Matéria publicada em 28 de outubro de 2020, 19:30 horas

 


Cida Diogo conversa com diretoria do Sindicato do Funcionalismo Público Municipal de Volta Redonda
(Foto: Divulgação)

Volta Redonda – A candidata a prefeita Cida Diogo (PT) participou na tarde desta quarta-feira (28), Dia do Servidor Público, de entrevista promovida pelo Sindicato dos Funcionários Públicos de Volta Redonda, na sede da entidade, no bairro Aterrado. A candidata a vice-prefeita, Nena Düppré também esteve presente no encontro, que foi conduzido pelo presidente do SFPMVR, Ataíde de Oliveira, e pela diretora Martha Inez.

Cida Diogo respondeu a perguntas relacionadas ao Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), Fundo de Assistência e Previdência Social dos Funcionários Públicos Municipais de Volta Redonda (Faps), ajuda financeira, reajuste salarial e parcelamento salarial. Além disso, apresentou outras propostas do plano de governo da coligação A Esperança de Volta direcionada ao funcionalismo.

PCCS

Quanto ao PCCS, Cida Diogo afirmou que irá promover um processo de discussão com diversos setores e secretarias para estabelecer prazos e metas de cumprimento do plano.

“Seria leviana se eu dissesse que em janeiro já conseguiria, sendo que não sei o que vou encontrar de recurso nos cofres da prefeitura. Por isso, quero abrir a caixa preta da prefeitura, para que toda a sociedade e principalmente os funcionários públicos saibam o que tem e o que não tem. E, a partir disso, estabelecer os prazos e metas para que ao longo dos quatro anos a gente consiga cumprir e implantar o PCCS”, detalhou.

Mesa de negociações

A prefeitável destacou que além da necessidade do PCCS, é fundamental rever as condições de trabalho dos servidores. Ela propõe estabelecer uma mesa permanente de negociações com o funcionalismo para entender as demandas de cada setor e firmar essa proximidade e parceria com a classe.

“Quero desenvolver um governo que seja o mais transparente e democrático possível. Que respeite e valorize o servidor público. Na minha gestão isso vai acontecer, assim como fiz quando fui secretária de Saúde. Era uma gestão que de fato ouvia os servidores. Eu tenho esse compromisso de fazer também como prefeita”, salientou.

Assim como defende o investimento em qualificação e formação profissional para os jovens, a petista também entende que é essencial direcionar esse investimento também aos servidores públicos nesse aspecto.

Reforma administrativa
Para combater cargos de vínculos com interesses apenas políticos, Cida Diogo garantiu à diretoria do sindicato que fará uma reforma administrativa e analisar toda a estrutura funcional. Ela afirmou ainda que será feito um levantamento das necessidades de cada secretaria e defendeu a realização de concurso público.

“Vamos otimizar cada secretaria, se houver necessidade, vamos extinguir ou juntar secretarias, à luz do que vamos encontrar. Acho que foi feita uma multiplicação de cargos com interesses políticos, em vez de administrativos. E pagar o funcionário em dia vai ser a minha prioridade”, frisou a candidata, que criticou a falta de respeito com o funcionalismo o parcelamento ou falta de pagamento.

Organizações Sociais (OSs)

Como sempre, Cida se posicionou contra as Organizações Sociais (OSs), que na avaliação dela “foi uma tentativa que não deu certo e só piorou a situação”. Mas apresenta soluções viáveis e com base em sua experiência de quando foi secretária de Saúde. Médica, ela tem como prioridade recuperar a saúde de Volta Redonda, que está numa situação caótica.

“Fico muito triste quando vejo o Hospital São João Batista do mesmo jeito que peguei anos atrás, quando fui secretária. Ele estava quebrado e endividado. Agora nós vamos auditar essas OSs. Não só encerrar contratos. Vamos fazer auditoria desse período no HSJB e no Hospital do Retiro, pra saber como esse dinheiro foi administrado. E vamos criar uma Fundação Municipal de Saúde, com a capacidade de contratar por concurso público e fazer de forma transparente”, assegurou.

A entrevista foi transmitida ao vivo pelo Instagram do Sindicato dos Funcionários Públicos de Volta Redonda (https://instagram.com/sfpmvr). Ao final do encontro, Cida Diogo entregou uma cópia do plano de governo à diretoria, que aprovou as propostas apresentadas pela candidata do PT, e acreditam que os servidores públicos serão valorizados com Cida Diogo e Nena Düppré à frente da prefeitura.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    O discurso da caixa preta é vício dos candidatos para enganar até os servidores. Eu não acredito que ela e eles não saibam do tamanho das dívidas bilionárias criadas pelo governo anterior e no atual governo aumentou.

    Servidores não acreditem em milagres. A PMVR não tem dinheiro nem para a saúde pública, como vai ter para vocês?

    Ou será que vão acreditar em outro blá blá blá a La samuca?

Untitled Document