domingo, 20 de setembro de 2020 - 12:08 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Cida Diogo pede contribuições para seu programa de governo

Cida Diogo pede contribuições para seu programa de governo

Matéria publicada em 13 de agosto de 2020, 19:13 horas

 


Pré-candidata do PT apresentou a plataforma junto com a pré-candidata a vice, que é do PV

Cida e Nena Duppre apresentam plataforma para sugestões de programa de governo
(Foto: Assessoria de Imprensa)

Volta Redonda – Com o objetivo de falar sobre as propostas que pretende implementar em seu governo, a pré-candidata a prefeita de Volta Redonda pelo PT, Cida Diogo, realizou nesta quinta-feira, 13, às 14h uma coletiva de imprensa no auditório da Câmara dos Vereadores de Volta Redonda.

A coletiva também contou com a presença da pré-candidata a vice-prefeita na chapa encabeçada por Cida, Nena Duppre (PV), que também é a atual presidente do Partido Verde em Volta Redonda.

Cida Diogo iniciou a coletiva lembrando que desde 2013, quando assumiu a vaga de deputada estadual como suplente, não se candidatava a nenhum cargo político. “Neste período, fiquei fora da vida pública e política, mas continuei atuando nas instâncias institucionais do partido”, disse.

A pré-candidata do PT ressaltou que escolheu este dia 13 por duas razões muito importantes: a primeira é que número 13 representa o número do seu partido, já o segundo motivo é que o dia 13 é o dia do aniversário de seu filho.

Segundo Cida, a aliança construída com o PV é muito importante e trará muitos benefícios para Volta Redonda.

– Acredito que vamos apresentar não só uma coligação de vida pública como também uma chapa feminina para mostrar a capacidade das mulheres. Também acredito que iremos mostrar um governo bem dinâmico. A proposta desta união entre o PT e o PV é sair deste paradigma cinza para uma cidade mais verde e que a cidade se torne uma cidade sustentável – destacou.

A pré-candidata a vice prefeita, Nena Duppre lembrou que o Partido Verde já elegeu dois prefeitos na cidade, mas nenhum conseguiu cumprir a agenda verde.

Já a pré-candidata a prefeita lembrou que a outra ideia desta aliança com o PV é ter uma administração feminina para mostrar uma forma de governo mais participativo.

– Nós queremos já em 2021 chamar as representações de diversos setores da cidade e através da realização de conferências, discutir as políticas públicas da cidade. Queremos que as pessoas possam ver um formato diferente de administrar, diante disso pretendo já no final do primeiro ano construir o nosso orçamento neste novo governo, escutando estes representantes através destas conferências. Pretendo também que o conselho de orçamento participativo possa fazer parte das ideias e decisões – afirmou.

Cida Diogo ressaltou que além de focar na sustentabilidade, o seu governo também vai querer atrair lideranças empresariais e acadêmicos pensando num desenvolvimento industrial e econômico.

E com o objetivo de dar oportunidade para a população contribuir com propostas no programa de governo, recentemente foi criado há uma semana a plataforma de programa de governo participativo “Volta Redonda para todos e todas!”, e para participar, basta o cidadão acessar o site: https://bit.ly/31Qd6FZ .

– Através desta plataforma, vamos poder colher novas ideias e sugestões para incorporar junto as ideias e propostas que já temos. A maioria das propostas que têm chegado são da área de saúde e questões mais locais, como falta de calçamento e buracos na rua. A nossa ideia é trabalhar num formato de participação popular, e agora estamos trazendo estas ideias e propostas da plataforma para a construção de novas propostas do programa de governo – disse.

A pré-candidata do PT também afirmou que se for eleita pretende recuperar a capacidade dos conselhos municipais da cidade.

– Hoje a grande maioria dos conselhos estão desativados. E mesmo os que estão atuando, só se mantém graças as verbas estaduais. Os conselhos municipais no meu governo vão ter poder de decisão – declarou.

Segundo Cida, a questão em relação a aliança com o PV já está mais que consolidada. “Por enquanto os outros partidos que vier a compor a chapa não vão poder se opor a candidatura da Nena Duppre como vice. Pode até vir outros partidos, mas a questão da vice candidatura já está consolidada”, ressaltou.

Preocupação com o funcionalismo público

A pré-candidata afirmou que também está preocupada com a situação dos funcionários públicos.

– Acredito que a situação do funcionário público em Volta Redonda é lamentável, um bom exemplo é o caso dos professores.

Observo que os governos anteriores e o atual não dão muita importância ao servidor público. Se não dermos importância ao servidor público respeitando os seus direitos não podemos exigir um bom desempenho de suas funções. Penso que se administrando com seriedade tem solução. Por este motivo pretendo fazer convênio com órgãos nacionais e internacionais para obter recursos extras para investir no município – opinou.

Já na área da saúde, Cida lembrou que o atual governo resolveu abraçar a administração por OS e segundo ela não é a melhor solução.

– Hoje tem outras alternativas para rever e substituir as OS. Acredito que uma das alternativas seria a implantação de uma fundação municipal de saúde. Outra ideia seria a implantação de um consórcio entre várias prefeituras, e estes municípios contratariam pessoal para estes consórcios. Também pretendo criar um hospital materno infantil – lembrou.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    Ela devia pedir a contribuição ao LULA que liderou a maior quadrilha de assalto no Brasil, pois se depender da sociedade; jamais será eleita.

  2. Avatar

    Liedio Luiz Silva, o presidente do diretório do PT de Laje do Muriaé, no interior do Rio de Janeiro e candidato a vereador este ano promete “fazer muito e roubar pouco”.
    A candidata Cida falou que vai fazer muito, isso é bom! No entanto, eu gostaria de saber se a candidata Cida vai roubar muito ou pouco?!

Untitled Document