Cida parabeniza ex-fumantes que abandonaram vício - Diário do Vale
domingo, 26 de setembro de 2021 - 04:09 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Cida parabeniza ex-fumantes que abandonaram vício

Cida parabeniza ex-fumantes que abandonaram vício

Matéria publicada em 18 de abril de 2016, 20:55 horas

 


Renato Ibrahim: ‘Nosso objetivo é promover ainda mais a conscientização de todos quanto ao uso do cigarro e as consequências desse hábito’

Renato Ibrahim: ‘Nosso objetivo é promover ainda mais a conscientização de todos quanto ao uso do cigarro e as consequências desse hábito’

Porto Real – A prefeita de Porto Real, Cida (PDT), parabenizou a equipe envolvida no Programa de Controle do Tabagismo e os fumantes que abandonam o vício. “É preciso ter muita força de vontade e fazer o tratamento corretamente, participando das reuniões dos grupos. Parabéns a todos que conseguiram superar o vício no tabaco e a toda a equipe que faz desse programa um verdadeiro sucesso”, disse Cida.

Segundo dados do final de 2014, da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), houve uma queda no valor de 30,7% no número de fumantes no período considerado. Estimulada pelo sucesso da metodologia do Programa de Controle do Tabagismo, a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Real, resolveu ampliar o atendimento aos usuários de tabaco que desejarem abandonar o hábito. Mais três Unidades de Saúde da Família (USF’s), vão oferecer o tratamento. A UFS Centro vai oferecer tratamento contra o tabagismo também no turno da noite, das 18h30 às 19h30. O serviço será disponibilizado a partir do dia 5 de maio. Mais informações podem ser obtidas na unidade. O endereço da USF Centro é Av. Dom Pedro II, s/nº, Centro.

A dona de casa Claudineia Narciso é um exemplo dentre os milhões de brasileiros que deixaram de fumar nos últimos dez anos. Ela afirma que a decisão foi “uma bênção de Deus e o fim do hábito de queimar literalmente dinheiro”.

Segundo dados do final de 2014, da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), houve uma queda no valor de 30,7% no número de fumantes no período considerado.

— Eu fumei por 29 anos e há dois que não coloco um cigarro na boca. Eu me orgulho de poder fazer coisas simples, que tinha dificuldades antes, como caminhar e brincar com meu neto, Pedro Lucas. Eu disse que quando ele nascesse eu não fumaria mais. Ainda demorei um ano após o nascimento dele para tomar coragem. Finalmente em junho de 2014 eu me libertei dessa doença, desse vício. Antes tudo isso era um sacrifício e eu gastava mais de 2 mil reais em um ano só com o cigarro. Por causa desse vício, hoje faço tratamento contra hipertensão, mas valeu a pena. Eu recomendo o programa para quem quiser parar. É preciso ter muita força de vontade. Os profissionais são excelentes e dão total apoio, mas a disponibilidade do usuário é fundamental para que consiga abandonar o vício. Agradeço todos que me ajudaram e hoje posso dizer que tenho muito mais fôlego para viver — comemorou a dona de casa, Claudineia Narciso, moradora do bairro Fátima.

O diretor de Atenção Básica, Rogério Novaes, explicou o funcionamento do programa: “O atendimento acontece atualmente nas USF’s: São José, Bulhões e Novo Horizonte. Temos uma equipe formada por enfermeiros e médicos. A partir de maio vamos estender o programa para as unidades do Centro, Freitas Soares e Jardim Real. Temos uma equipe formada por enfermeiros e médicos que realizam uma reunião por semana. São cinco reuniões no total com uma hora de duração. Cada encontro traz um tema diferente relacionado ao tabagismo. Ocorre uma terapia de grupo, onde os usuários trocam experiências e recebem apoio para a superação do vício. O tratamento é gratuito e oferece também o medicamento necessário”.

“Nosso objetivo é promover ainda mais a conscientização de todos quanto ao uso do cigarro e as consequências desse hábito. Fumar aumenta muito o risco de câncer como, por exemplo, o de orofaringe e o de pulmão. O programa é uma iniciativa do Ministério da Saúde e do INCA e é oferecido gratuitamente nas USF’s do município. Ofertar serviços de promoção de qualidade de vida é uma das prioridades do governo”, destacou o secretário de Saúde, Renato Ibrahim.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document