terça-feira, 7 de dezembro de 2021 - 12:49 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Conceição assinará doação de terreno para UFF construir campus em Angra dos Reis

Conceição assinará doação de terreno para UFF construir campus em Angra dos Reis

Matéria publicada em 10 de novembro de 2015, 21:41 horas

 


Medida é necessária para ampliar atuação da universidade no município; curso de Medicina começa em 2016

Passo importante: Com doação de terreno, UFF poderá aumentar campus em Angra dos Reis

Passo importante: Com doação de terreno, UFF poderá aumentar campus em Angra dos Reis

Angra dos Reis – Nesta quinta-feira (12), será assinada a escritura pública de doação do antigo terreno onde funcionava o Sesc, no bairro do Retiro, para a Universidade Federal Fluminense (UFF), que implantará um campus na localidade. A assinatura, que contará com a presença do reitor da UFF, Sidney Luiz de Matos Mello, será feita pela prefeita Conceição Rabha (PT). Segundo ela, a iniciativa é fundamental para possibilitar o início da implantação de uma estrutura que abarque a ampliação do campus da Universidade Federal Fluminense. A assinatura será às 11h, no Salão Nobre do Palácio da Cidade, sede da prefeitura.
— Esta será mais uma ação de impacto positivo para o futuro da formação universitária de Angra. Conquistamos recentemente a faculdade de Medicina, que em 2016 já estará em funcionamento, e, agora, estamos providenciando a ampliação da UFF na cidade, o que é de extrema importância – frisou a prefeita.

TCE adia realização de licitação para obra
de contenção de encosta em Angra dos Reis

O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) determinou, na sessão plenária desta terça-feira (10), que o edital da Secretaria de Estado de Obras (Seobras), no valor de R$ 15.134.704,02, para complementação de obras de contenção em Angra dos Reis seja adiado até que sejam feitas diversas modificações e inclusão de informações no documento. O voto do relator José Gomes Graciosa foi seguido pelos demais conselheiros.
A concorrência pública que deveria ser realizada nesta quarta-feira (11) pela Seobras pretende elaborar projeto executivo e complementar para obras de contenção em diversas localidades de Angra dos Reis pelo prazo de 360 dias corridos. De acordo com o relatório, o edital carece de relatório fotográfico que indique a situação das obras que já foram iniciadas, além de projetos e especificações técnicas antes de ser levado adiante.
O relator destacou ainda a necessidade de que a Seobras justifique o consumo previsto de cimento nas obras, já que a quantidade de material estimada pelo órgão público é 3,5 vezes superior à necessidade calculada pelo corpo técnico do TCE.
A Seobras deve justificar também o motivo de não ter previsto o desmonte a fogo de material que, segundo o processo, tem custo muito inferior ao de desmonte pneumático, além de modificações técnicas no edital como a apresentação de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) indicando o responsável pelo projeto básico de complementação das obras no município.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Imagino I baixo nível desses médicos formados em cantões…

Untitled Document