quinta-feira, 24 de junho de 2021 - 08:26 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / ‘CPI da Injeção’ propõe perda de mandato de Paulinho do Raio-X

‘CPI da Injeção’ propõe perda de mandato de Paulinho do Raio-X

Matéria publicada em 18 de agosto de 2020, 19:18 horas

 


Rodrigo Furtado afirma que colegiado concluiu pela ausência de evidências de irregularidades contra Neném, Carlos Santana e Samuca

Volta Redonda – A “CPI da Injeção”, presidida pelo vereador Rodrigo Furtado, com Fábio Buchecha como relator e Fernando Martins como membro, apresenta na noite desta terça-feira (18) seu relatório final ao plenário. O colegiado concluiu que Paulinho quebrou o decoro parlamentar, ao exigir compensação em dinheiro para que não houvesse novos processos de impeachment, como o que fora arquivado no dia 3 de março.

O relatório conclui, ainda, que não há provas de envolvimento de outros vereadores, nem que o prefeito Samuca Silva, que denunciou Paulinho do Raio-X por tentativa de extorsão, tenha cometido alguma irregularidade nesse caso.

O prefeito Samuca Silva afirmou à CPI que, quando recebeu informações, por um de seus assessores, de que o vereador Paulinho do Raio-X estaria pedindo vantagens financeiras, em seu nome e em nome de outros dois parlamentares, para evitar novos processos de impeachment, já havia recorrido à Justiça e à Polícia para se defender de uma tentativa anterior de pedido de vantagem, que não seguiu adiante. Por isso, o prefeito já estava sendo monitorado.

Em depoimento à CPI, Samuca disse que, no dia da primeira votação adiada da abertura do processo de impeachment, o seu assessor Marcus Vinicius Convençal, conhecido como Marcão, foi interpelado, desta vez pelo vereador Paulinho do Raio-X. Segundo o prefeito, foi neste momento que aconteceu o início do evento que levou ao pedido de “injeção” por Paulinho.

Em depoimento prestado à CPI, Carlinhos Sant’Anna e Neném negaram a participação no evento que desencadeou a prisão do vereador Paulinho do Raio-X.

Os encontros

Samuca contou à comissão que o primeiro encontro ocorreu na mesma sala do flagrante, no Pontual Shopping, que fica no bairro Vila Santa Cecília, no dia 22 de fevereiro.  No encontro, também gravado em vídeo, o vereador Paulinho do Raio-X confirma o valor único e o mensal a ser pago até dezembro, que foram exibidos por meio de vídeos e anotações. Durante a conversa, já gravada pelas câmeras escondidas por Samuca sob orientação do Ministério Público, Paulinho do Raio-X menciona os nomes de outros dois vereadores, dando a entender que ele não estava sozinho no esquema.

O prefeito afirma em seu depoimento que, em momento algum, esteve com o vereador Neném ou com o vereador Carlinhos Sant’Anna, e reafirma que quem citou os nomes deles foi Paulinho do Raio-X. Mesmo assim, o prefeito pediu uma garantia de envolvimento dos outros vereadores. Paulinho, como forma de provar que havia envolvimento desses dois, disse que iria se encontraria com eles tão logo saísse do encontro em questão.

Ainda de acordo com Samuca, tão logo o encontro terminou ele foi contatado novamente por Paulinho do Raio-X, pedindo uma nova reunião. Samuca, conforme depoimento, conta que aceitou o novo convite, pois já estava orientado pelas autoridades.

Assim, houve uma reunião anterior à do flagrante na sala do Conselho Regional de Radiologia. Depois que o pedido de impeachment do prefeito foi arquivado, Samuca recebeu mais um telefonema de Paulinho, onde o prefeito afirma que Paulinho do Raio-X ligou novamente, dando a entender que queria sua parte.

Nesse segundo encontro, ocorreu a prisão em flagrante de Paulinho.

Leia a íntegra do relatório da CPI da Injeção. RELATÓRIO FINAL – CPI – RESOLUÇÃO 5.284 – REVISADO


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. CORRUPTO
    SAFADO

    VOLTA REDONDA NÃO SE ESQUECERÁ DE VOCÊ !!!!!!

Untitled Document