>
sábado, 28 de maio de 2022 - 14:09 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Denúncias de fraudes: Comissão de ética fará análise de citação de vereadores em Resende

Denúncias de fraudes: Comissão de ética fará análise de citação de vereadores em Resende

Matéria publicada em 22 de novembro de 2015, 09:30 horas

 


Pedro Paulo: ‘Vamos analisar todos os documentos recebidos até agora pela Câmara Municipal com relação às denúncias do Ministério Público’

Pedro Paulo: ‘Vamos analisar todos os documentos recebidos até agora pela Câmara Municipal com relação às denúncias do Ministério Público’

Resende – Presidente da Comissão Permanente de Ética Parlamentar da Câmara Municipal, o vereador Pedro Paulo Soares Florenzano (PP) encaminhou à Mesa Diretora, esta semana, um ofício solicitando cópias de todos os documentos encaminhados até agora ao poder legislativo pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e o Poder Judiciário, relacionados às denúncias de fraudes em licitações na casa. Os documentos solicitados foram entregues à Comissão de Ética Parlamentar pela presidente em exercício da Câmara Municipal, vereadora Soraia Balieiro (PSB).

Segundo Pedro Paulo, o pedido de encaminhamento dos documentos à comissão de ética tem o objetivo de iniciar uma apuração preliminar sobre a citação de alguns vereadores na Ação Cível Pública do Ministério Público que aponta irregularidades nos processos licitatórios da casa. Três vereadores se encontram afastados dos seus mandatos. São eles: Mirim – Solidariedade (presidente), Bira Ritton e Kiko Besouchet, ambos do PP. Por outro lado, a Câmara Municipal aguarda a resposta ao pedido feito pela presidente em exercício à Procuradoria de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, no sentido de que a casa tenha acesso ao processo criminal no qual os vereadores são citados.
– Enquanto aguardamos a resposta ao pedido de acesso ao processo criminal por parte da Procuradoria de Justiça, vamos analisar todos os documentos recebidos até agora pela Câmara Municipal com relação às denúncias do Ministério Público, entre eles as notificações do poder judiciário para o afastamento de vereadores e servidores citados na Ação Cível Pública – declara Pedro Paulo.
Segundo o presidente da Comissão Permanente de Ética Parlamentar da Câmara Municipal, a apuração preliminar e o acesso ao processo criminal são importantes para determinar a abertura de processo disciplinar contra os parlamentares, “os quais terão garantido, obviamente, o amplo direito constitucional à defesa”. Pedro Paulo acrescenta que os vereadores têm foro privilegiado, motivo pelo qual o caso deles será analisado sob o âmbito criminal pela Procuradoria do Estado e o Tribunal de Justiça.
Além do presidente Pedro Paulo Florenzano, a Comissão de Ética Parlamentar do Legislativo de Resende é formada pelos vereadores Davi de Jesus (Solidariedade), Valdir Macarrão (PDT) e Tisga (PPS), os dois primeiros, membros, e o terceiro, suplente. A Câmara foi uma das primeiras do estado do Rio de Janeiro a instituir a comissão de ética, o que ocorreu em dezembro de 2013.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Hildebrando Ferreira dos Santos

    A corrupção começa na campanha eleitoral. Ouve-se, à boca pequena, citações de candidatos que compram votos. Isto é fato real, verdadeiro. Eleito, o político monta um esquema e tem a sua disposição todo o sistema para corromper, fraudar, roubar, enriquecer ilicitamente. Na casa legislativa todos sabem de tudo, mas guardam silêncio porque o corporativismo é forte e dominante. Político honesto nasceu morto …

  2. Hildebrando Ferreira dos Santos

    Você que está lendo este comentário, responda: quantos vereadores tem em Resende? Você saberia citar um, ou a metade de um, que seja honesto? Cite um, ou a metade de um, que, ao se candidatar, não tenha em mente levar algum tipo de vantagem? E a roubalheira não é só no legislativo; imagine o que rola no legislativo, principalmente! Como diz a música: SE GRITAR PEGA LADRÃO, NÃO FICA UM MEU IRMÃO!

Untitled Document
close