sexta-feira, 18 de setembro de 2020 - 20:54 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Diogo Balieiro faz balanço dos seis meses de mandato

Diogo Balieiro faz balanço dos seis meses de mandato

Matéria publicada em 6 de julho de 2017, 22:44 horas

 


Em ação: Mutirão realizado no Surubi ajudou a melhorar condições do bairro

Em ação: Mutirão realizado no Surubi ajudou a melhorar condições do bairro

Resende – Obras abandonadas há mais de um ano, sem nenhum funcionário ou máquina trabalhando; ruas e avenidas intransitáveis; convênios interrompidos; equipamentos públicos importantes sem manutenção; e um sistema de transporte coletivo com muitas deficiências e sem qualquer controle por parte do poder concedente. Este foi o quadro encontrado pelo prefeito Diogo Balieiro Diniz no setor de infraestrutura e transportes em janeiro de 2017. Cento e oitenta dias depois, a realidade é bem diferente e pode ser percebida por grande parte da população.

Tapa-buraco

Para alcançar este objetivo, uma das primeiras medidas tomadas pelo prefeito foi dar início, ainda em janeiro, a uma grande operação tapa-buracos, que beneficiou, em pouco mais de quatro meses, quase 50 quilômetros de ruas e avenidas em mais de 15 bairros. A iniciativa, que devolveu aos motoristas as condições de circular pela cidade diminuindo prejuízos em seus veículos, foi acompanhada de um rigoroso trabalho de desobstrução de 1.800 bueiros, com suas respectivas redes de águas pluviais.
A ação, que envolveu diversas equipes e se estendeu pelos finais de semana e feriados visando acelerar os resultados, foi acompanhada e supervisionada de perto pelo prefeito.
– Assumimos a Prefeitura num período de chuvas e o estado de conservação das ruas, que já estava muito ruim, piorou ainda mais. Por isso, não medimos esforços para realizar a operação tapa-buracos em caráter emergencial, pois tínhamos consciência de que era uma prioridade para a população. Além disso, precisávamos investir na recuperação das ruas para poder cobrar da empresa São Miguel um serviço de melhor qualidade para a população e foi isso que fizemos, tão logo o tapa-buraco começou – explicou Diogo, que já na semana que vem inicia a segunda etapa da operação, com novo contrato para expandir e potencializar a operação.

Mutirões

Outra iniciativa da administração municipal neste primeiro semestre de Governo, e que está ajudando a transformar a cidade e a atitude das pessoas, foi a organização de mutirões para a recuperação e revitalização de equipamentos urbanos como escolas, praças e áreas de lazer, além de pontos de grande movimentação como o Calçadão de Campos Elíseos e o Terminal Rodoviário. Os trabalhos, que incluem serviços de pintura, troca da iluminação e jardinagem, ganharam o apoio da população, que também aderiu aos mutirões de limpeza realizados nos bairros e que também ajudaram Resende a vencer doenças como a dengue, zika vírus e chikungunya.

Tarifa reduzida, fiscalização intensificada

Oferecer um sistema de transporte coletivo de qualidade, com tarifas justas e respeito ao usuário, têm sido uma das principais bandeiras da atual gestão. Para isso, várias medidas foram tomadas nos últimos 180 dias e uma das mais importantes delas, que recebeu o apoio e o reconhecimento da população, foi a redução da tarifa dos ônibus, que passou de R$ 3,80 para R$ 3,60, graças à edição do decreto9.953/2017, assinado pelo prefeito Diogo Balieiro Diniz no dia 10 de abril, data em que a administração municipal completava 100 dias.
Mas as ações visando ordenar os serviços e garantir mais respeito aos usuários não pararam por aí e, em maio, a Prefeitura editou mais um decreto, o 10.082/2017, que tornou mais rigorosa a fiscalização sobre os serviços oferecidos pela Viação São Miguel. Com a medida, que vai se transformar em Lei já votada na Câmara de Vereadores, o número de itens fiscalizados passou de 28 para 119 e, desde então, a Prefeitura tem realizado blitz semanais verificando o cumprimento do horário, regularidade dos serviços e condições dos veículos, além da cortesia no atendimento aos passageiros, entre outros itens.
Até agora já foram registradas mais de 100 infrações cometidas pela empresa, que sofreu também duas derrotas consecutivas na Justiça: a primeira ao solicitar o retorno da tarifa para R$ 3,80, e a segunda ao pedir a suspensão do cronograma de fiscalização e das multas aplicadas.

Atenção ao campo

Além das intervenções na realizadas na zona urbana, o homem do campo também mereceu atenção especial da Prefeitura nos primeiros seis meses de governo. Para isso, foram realizadas ações como a manutenção das estradas rurais, apoio às campanhas de vacinação e ao torneio leiteiro, incentivo à diversificação da produção, e criação do programa Produz Leite, além de encontros e reuniões com os órgãos competentes visando melhorar o fornecimento de energia elétrica e internet para as propriedades rurais.
Nesta sexta-feira, , dia 7, em atenção aos seis meses de Governo, a Comunicação Social falará sobre desenvolvimento econômico, geração de empregos, e pagamento de dívidas passadas.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

2 comentários

  1. Avatar

    Muito bom! Agora é aguardar as outras cidades do Sul Fluminense fazerem o mesmo. Só lembrando que algumas nem apresentaram os 100 dias de governo e uma a cidade de Quatis nem apresentou as dívidas mesmo governo passado. Como ela é do PMDB, imagino que há dívidas e não sabemos. Por isso que é importante NUNCA VOTAR NOS MESMOS.

  2. Avatar
    liberdade e propriedade

    Fez o mínimo! Estamos precisando de recapeamentos, principalmente em algumas avenidas, como AEDB. E fiscalização de calçadas onde é particular e que a prefeitura faça onde é público.

Untitled Document