sábado, 4 de dezembro de 2021 - 02:09 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Eleição da OAB tem chapa com presidente e vice mulheres

Eleição da OAB tem chapa com presidente e vice mulheres

Matéria publicada em 27 de outubro de 2021, 16:41 horas

 


Foto: Cedida pelas candidatas
Carolina (à direita) e Annelise concorrem a presidente e vice da OAB-VR

Volta Redonda – Uma chapa encabeçada por duas advogadas está disputando a eleição para a subseção da OAB em Volta Redonda. É a chapa 2, com Carolina Patitucci disputando a presidência e Annelise Dias, como candidata a vice. É a primeira vez na história das eleições em Volta Redonda, que concorrem duas mulheres para a presidência e vice presidência.

“Acreditamos que a OAB precisa ser devolvida para a classe, por isso a chapa é composta por membros e membras da verdadeira advocacia militante na cidade que conhecem as verdadeiras celeumas que enfrentamos”, afirma a dupla.

Este ano, pela primeira vez, a eleição da OAB que está aplicando as novas regras do provimento do Conselho Federal de cota racial e de gênero.

— Nossa chapa é a única na cidade que ultrapassa a cota racial exigida, com 42% de membros negros ou pardos. O novo provimento não estendeu as cotas para membros da Diretoria, mas a Chapa a Nossa Ordem de Volta possui 80% de negros e pardos e 60% de mulheres nos cargos diretivos .Normalmente nas eleições a mulher só é convidada para vir candidata como vice presidente, revolucionamos nesse sentido. Com mais de 40 anos de história só tivemos 01 mulher como presidente sendo que hoje a advocacia feminina representa 52%— afirma Carolina.

 

Objetivo

 

“Advogar se tornou insalubre” diz a candidata a presidência, Carolina Patitucci. Segundo ela, o principal objetivo da chapa é resgatar a força e dignidade da advocacia voltarredondense.  “Iremos pegar o período pós-pandêmico, onde muitos colegas fecharam os seus escritórios e estão passando dificuldades; dessa forma será necessário mais do que nunca o apoio incondicional da instituição com ações efetivas e a vigilância na defesa de nossas prerrogativas”, afirmam as candidatas.

Carolina formou mais de 500 delegados de prerrogativas em todo o estado do RJ e conhece a fundo o que fazer e como fazer nos casos de arbitrariedades. “A advocacia deve ser a principal defensora das suas prerrogativas”, por isso a ela fará que seja obrigatório, na entrega das carteiras para a jovem advocacia, a formação no curso de prerrogativas, para que o novo profissional já comece advogar ciente dos próprios direitos e com sentimento de corporativismo.

“Nosso foco será a defesa das Prerrogativas com a criação de um plantão presencial nas serventias, também iremos criar o espaço kids e fraldário conforme preconizado em nosso Estatuto, Adquirir a Van própria, pois hoje a subseção gasta metade do valor que recebe com o aluguel do veículo e adquirindo podemos ampliar o trabalho buscando a Advocacia em outros centros como Amaral Peixoto e Vila e levar de 15 em 15 a advocacia voltarredondende para a capital, fazer a tão sonhada obra de acessibilidade para a advocacia com deficiência pois hoje a sede é totalmente inacessível e trazer um estacionamento exclusivo e digno para a classe”, concluem as candidatas da Chapa 2.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Chapa 2 é Sucesso!!

Untitled Document