segunda-feira, 18 de novembro de 2019

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Entidades empresariais de Barra Mansa lançam Codecbm

Entidades empresariais de Barra Mansa lançam Codecbm

Matéria publicada em 20 de setembro de 2016, 21:49 horas

 


Evento de lançamento reuniu os seis candidatos a prefeito do município

empres

Barra Mansa – O Fórum de Desenvolvimento de Barra Mansa lançou na noite desta segunda-feira, (19), o Codecbm (Conselho de Desenvolvimento Econômico de Barra Mansa). O evento foi realizado no auditório do Sesi e reuniu cerca de 170 pessoas, entre associados às entidades que compõem o fórum, convidados e autoridades. Os seis candidatos à prefeitura participaram de um painel para exposição dos seus planos de governo ligados ao desenvolvimento econômico da cidade.
— Nosso objetivo é transformar Barra Mansa em um lugar ainda melhor para se viver. Precisamos unir a sociedade em prol de um projeto único que traga crescimento social e econômico para o município. Por isso, as entidades se organizaram e vão buscar o envolvimento de diversos atores neste trabalho. É um projeto de médio e longo prazo que vai ajudar a construir o futuro de Barra Mansa — afirmou o presidente do Fórum, Arivaldo Corrêa Mattos, no início do evento.
A ordem de apresentação dos candidatos foi definida por sorteio. Cada um teve 10 minutos para discorrer sobre seus projetos. O primeiro a falar foi o candidato Ueslei Brito (PC do B). Ele agradeceu a oportunidade e elogiou a iniciativa do Fórum. Em seguida, passou a palavra para o candidato a vice-prefeito de sua chapa, Antônio César e Silva, o Tuca.
— Vamos atuar nos projetos estruturantes, como a ponte que liga a Vista Alegre e Vila Maria à Via Dutra, o plano de ocupação da Edimetal, a construção de marginais na Via Dutra e incentivar a instalação de centros de distribuição na BR 393 — disse Tuca.
Em seguida, o candidato Bruno Marini (PP) falou para o público.
— Não vejo os outros candidatos falando de como economizar recursos, somente como gastar. Para sobrar dinheiro, é preciso rever contratos e a folha de pagamento e farei isso se eleito. Organizarei um grupo com pessoas notáveis para repensar Barra Mansa. Tenho o espírito empreendedor e vou buscar incentivos para atrair novos negócios, inéditos no Brasil, como robótica, equipamentos esportivos, lâmpadas LED etc. Incentivarei o agronegócio e o turismo rural. A marca do nosso governo vai ser o desenvolvimento econômico — garantiu Bruno.
O candidato Cláudio Manes (PSDB) foi o terceiro candidato a expor seu projeto de governo para o desenvolvimento da cidade.
— O governo tem que ter independência e criar ações que fomentem o crescimento. Vamos privilegiar os talentos da cidade, fazer um trabalho sério de gestão. Tenho experiência administrativa e visão empreendedora para fazer Barra Mansa crescer. Vamos viabilizar o acesso à ZEN e sua infraestrutura, além de fomentar outros segmentos econômicos na cidade, como agronegócio e serviços — afirmou Cláudio.
J.Chagas, candidato pelo PSL, foi o quarto candidato a fazer uso da palavra.
— Eu sou adepto da política da boa vizinhança, pois defendo a união para alcançar objetivos comuns. A população quer mudança, quer um candidato que faça a cidade crescer de verdade. Essa união das entidades é muito importante e por isso conta com meu apoio — destacou o candidato.
Professora Clarice, do PT, foi a penúltima candidata.
— Precisamos solucionar os entraves que barram o funcionamento das zonas de negócios para que possamos atrair empresas. Mas nenhum investimento chega sem uma saúde e educação decentes e vamos trabalhar para mudar o atual quadro. Nosso compromisso será também com os pequenos empresários, pois vamos estimular a descentralização dos espaços comerciais. A Flumisul voltará a ter seu caráter internacional e incentivaremos a qualificação de mão de obra local — afirmou a candidata.
Encerrando o painel com os candidatos, Rodrigo Drable (PMDB) garantiu que seu governo será pautado pela transparência e participação social.
— Precisamos solucionar problemas estruturais que foram gerados por falta de planejamento a longo prazo. É preciso atualizar as vocações econômicas do município. Apesar do setor metalmecânico ser forte, precisamos fomentar outros segmentos e oferecer capacitação para formar mão de obra. Vamos revisar o código tributário municipal e aplicar um modelo de incentivo fiscal que beneficie tantos empresas novas quanto as atuais. Nosso governo espera contar com o apoio das entidades na fiscalização dos recursos públicos — disse Rodrigo.
Ao final do evento, os candidatos também assinaram termo no qual se comprometeram, se eleitos, a apoiar a implantação do Codecbm, formado pela sociedade civil organizada, e do Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico.
— Vimos de perto que a sociedade civil organizada pode contribuir, de fato, para o desenvolvimento das cidades por meio de um trabalho focado e organizado. É isso que estamos propondo para Barra Mansa e contamos com a participação de toda a sociedade —  finalizou Arivaldo.

Fórum

O Fórum de Desenvolvimento de Barra Mansa entidades empresariais, sociais e educacionais que atuarão juntas no planejamento e execução de ações que ajudem a construir o futuro da cidade. Representantes da Firjan,  CDL BM, ACIAP BM, Sicomércio BM, UBM, Sindicato Rural de Barra Mansa, Sulcarj, Sociedade Médica Barramansense e OAB BM fazem parte do órgão.


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

Um comentário

  1. Avatar

    Se querem desenvolver a cidade apenas investem em uma educação de primeiro mundo e acolhem melhor os idosos.
    E lutem por uma Universidade Federal para Barra Mansa. O resto a população com informação e capaz de transformar.

Untitled Document