EXCLUSIVO: Luciano Vidal conta como levou Paraty a posto de destaque no RJ

Prefeito de Paraty concedeu entrevista exclusiva para o DIÁRIO DO VALE

by Agatha Amorim

Em entrevista exclusiva ao DIÁRIO DO VALE, o prefeito de Paraty, Luciano Vidal, revela como conseguiu acabar com a ‘baixa temporada’ e fazer com que a cidade mais romântica do Estado do Rio passasse a receber turistas nos 365 dias do ano. Vidal também fala sobre o aumento dos investimentos na área da educação, saúde, meio ambiente, esporte e lazer. Sobre a importância dos eventos esportivos para a economia e geração de emprego e renda, Vidal destacou o aumento da presença de turistas de São Paulo, Rio e Minas e por que franceses, argentinos e europeus têm tanta preferência por Paraty.

A entrevista foi concedida na abertura do UTBM Paraty, o mais evento de corrida de montanha do planeta e que levou mais de 4 mil atletas à Paraty no início de outubro. Com mais 65 eventos por anos, a cidade recebe mais de 3,5 milhões de turistas por ano.

 

Veja a entrevista completa:

DIÁRIO DO VALE – Prefeito, a cidade de Paraty recebe investimentos relevantes em diversas áreas como educação, saúde, meio ambiente e infraestrutura. O senhor tem a percepção de que o cidadão paratiense melhorou sua qualidade de vida? Hoje, o morador vive melhor na cidade?

Luciano Vidal – Com certeza todos estes investimentos citados, estão ajudando a desenvolver a cidade economicamente e com isso vem à geração de emprego, melhoria de renda e atraindo novos investidores para cidade. Isso traz recurso e o dinheiro começa circular na cidade, seja na área imobiliária, seja na construção civil e na circulação do mercado local. Além de investimentos em projetos, os investimentos na educação, saúde, esporte e lazer, vêm tornando a cidade mais agradável para viver. Com a cidade organizada e a vocação para o turismo e gastronomia com divulgação e reconhecimento destes setores a nível nacional e internacional, Paraty fica em destaque, trazendo mais turistas e visitantes, acabando com a sazonalidade e aumentando a oferta de emprego, renda e melhoria da economia local. Com isso tudo com certeza não só o morador vive bem na cidade como a cidade está atraindo novos munícipes de outras regiões por considerarem uma Cidade boa para viver. Haja visto o índice do IBGE de 2022. Paraty foi uma das cidades que mais se destacou no Estado do Rio. Cresceu 20%. E é destaque na região sul Fluminense, onde foi a cidade que mais cresceu, enquanto muitas, diminuíram.

 

DIÁRIO DO VALE – Quais os investimentos o senhor considera os mais importantes dos últimos três anos? Cite dois de cada área.

Luciano Vidal – Os maiores investimentos nestes anos foram: Saúde com novo hospital, centro de imagem, clínica de endoscopia e colonoscopia. Reforma e novos postos de saúde, como da Barra Grande. Piso da enfermagem e reajuste dos médicos. Investimento maciço em saneamento básico, tanto na malha urbana, quanto na zona rural e costeira com implantação de sistemas de esgotamento sanitário e redes novas com captação, reservatório, canalização e tratamento de água, onde saímos de 11 mortalidade infantil para cada 1000 habitantes em 2015 e chegamos 1,4 para cada 1000 habitantes. Valorização da cultura, investimentos e divulgação em turismo e gastronomia, alcançando diversos índices no ranking destes dois setores a nível nacional e internacional.

Veja que ultimamente Paraty foi considerada a cidade mais romântica da América Latina, 1o. lugar no turismo histórico Brasileiro, realizou o primeiro seminário internacional de gastronomia em 2022 pelo Mtur e FAO/Unesco e se destaca entre os grupos seletos do pólo gastronômico do Brasil. O outro destaque são os investimentos em projetos esportivos em todas as modalidades com o apoio direto e indireto da Prefeitura e a busca dos eventos de aventura a nível nacional e internacional, trazendo turistas e esportistas de todas as partes e sendo a Prefeitura a maior investidora e incentivadora do esporte de Paraty, bem como novas áreas esportivas como a da Mangueira e diversos campos e quadras cobertas sendo construídas.

O outro destaque é a segurança pública com a conquista do batalhão da 2ª CIPM e do DPO da estrada Paraty x Cunha, unidade da Polícia Federal e as demais parcerias e convênios com as forças policiais. Na educação, a implementação do Plano de Cargo e Carreira, lei de 1/3 com investimento de R$ 8 milhões, piso dos professores, reforma e entrega de 24 novas escolas todas equipadas, 2 creches novas como Parque Verde e Jabaquara, investimento e avanço no ensino infantil nos bairros da Mangueira, Ilha e zona rural e costeira, ensino fundamental do 6° ao 9° ano nas comunidades da zona rural e costeira. Meio Ambiente: além do saneamento, apoio a cooperativa de catadores de lixo reciclável com nova sede. Apoio a cooperativa sobre a coleta do óleo e o licenciamento ambiental responsável para novos empreendimentos, devidamente legalizados.

Na Cultura podemos falar do programa Criatividade na formação e qualificação na área de gastronomia e artesanato. Programa “Film Commission”- com o controle e no apoio na produção de filmes, vídeos, novelas na geração de emprego e renda com mão de obra local e trazendo mais investidores nesta área de áudio visual como está sendo feito a regravação de Dona Beija. A valorização da cultura e dos artistas locais, sendo todos eles contratados cerca de 70% nos eventos da cidade.

Os pontos de culturas e as parcerias com o cinema e as escolas da rede pública de ensino. Eventos: Ciclismo Serra da Bocaina, Corrida UTMB entre outras, Festival de Gastronomia do Mar em parceria com o SESC, Encontro de Motociclistas do Brasil, Oficina de Ideias e Marcha para Jesus como turismo religioso.

 

DIÁRIO DO VALE – Em relação ao esporte e lazer, o morador de Paraty ganhou praças, quadras e centros esportivos. Isso reflete mais atividades físicas e entretenimento. Como esses investimentos ajudam a transformar a vida da comunidade, principalmente para os jovens?

Luciano Vidal – Todos os investimentos que estão sendo feitos em esporte com certeza vêm transformando a vida e melhorando a saúde das nossas crianças, jovens, adolescentes e idosos. São muitos projetos e programas de esporte como podemos destacar o Brinca Comigo, Escola + Esporte, Aprendendo Brincando, Viva Saudável para os idosos, ainda a realização do Campeonato Rural e o apoio ao time Sociedade Esportiva de Paraty com mais de 300 atletas envolvidos, Festival de Atletismo em parceria com o grupo Comunitas, Olimpíadas Estudantil, Fest Juá, apoio às diversas modalidades com recurso de subvenção tais como Paraty Tênis, Jiu-jitsu , capoeira, Box, vôlei, futsal, atletismo, ciclismo, vela e etc. sendo a Prefeitura a maior parceira e a maior investidora no esporte de Paraty. São mais de R$ 3,5 milhões de apoio em subvenção esportiva.

 

“Paraty se destaca entre os grupos seletos do pólo gastronômico do Brasil”.

DIÁRIO DO VALE – O calendário de eventos lançado pelo senhor para o ano de 2023 está sendo cumprido? A cidade recebe semanalmente quase dois eventos. Como os eventos ajudam a aquecer a economia, gerar emprego e renda para Paraty e seus moradores?

Luciano Vidal – O nosso calendário é muito importante e em todo dia 15 de dezembro a gente faz o lançamento para o ano seguinte. Nosso calendário de 2023 não só estamos cumprindo como foi ampliado com novos eventos e atrativos, principalmente eventos esportivos ligados ao turismo. São mais de 65 eventos anuais e com essa quantidade de eventos, ajudou Paraty a acabar com a sazonalidade e mantendo a cidade sempre cheia de segunda a segunda, faça chuva e ou faça sol. Com isso os comércios ficam cheios, com isso a comerciante aumenta a oferta de emprego e o poder de compra no mercado local e a oportunidade de fornecedores escoarem seus produtos, aumentando a oferta de emprego e renda e aquecendo a economia local, fazendo com que a cidade se torne uma cidade sustentável economicamente e saindo da margem da pobreza.

 

DIÁRIO DO VALE – Quantos turistas Paraty recebe por ano, em média? Esse número vem aumentando? Quanto à prefeitura acredita que a cidade movimenta anualmente, em valores financeiros?

Luciano Vidal – Estima-se que Paraty está recebendo de 3,5 a 4 milhões de turistas e visitantes. Só no ano passado foram 3,5 milhões, enquanto a cidade do Rio recebeu 6 milhões para se ter uma ideia. Um cálculo estimativo feito pela Fundação Getúlio Vargas, em 2018, apontou que somente a FLIP (Festa Literária Internacional de Paraty), com um investimento de R$ 10 milhões, deixou cerca de R$ 45 milhões na cidade.

 

DIÁRIO DO VALE – Em relação aos turistas, qual a origem, de quais países e estados brasileiros?

Luciano Vidal – Os visitantes que mais frequentam Paraty são de São Paulo, depois os do Rio de Janeiro e, em seguida, de Minas Gerais. Sobre os turistas estrangeiros, primeiros sãos os franceses e depois os argentinos.

You may also like

1 comment

maria das dore 3 de novembro de 2023, 18:11h - 18:11

A verdade é que Deus abençouo Paraty com uma natureza exuberante e um centro histórico lindo e ambos foram preservados primeiro por um longo período de isolamento e depois por órgãos ferais e estaduais que inclusive são constantemente atacados pelos gestores municipais, inclusive do Sr Vidal.
Paraty serve de cenário para muitos eventos mas pouco ou quase nada é feito pelas administração local.
Infelizmente o mundo já reconheceu sua natureza e cultura mas os empresários e governo locais estão longe de reconhecer que a riqueza de Paraty está nas áreas preservadas e na cultura de seu povo.
Falta infraestrutura, falta consciência ambiental e falta cultura a elite política e social de Paraty

Comments are closed.

diário do vale

Rua Simão da Cunha Gago, n° 145
Edifício Maximum – Salas 713 e 714
Aterrado – Volta Redonda – RJ

 (24) 3212-1812 – Atendimento

(24) 99926-5051 – Jornalismo

(24) 99234-8846 – Comercial

(24) 99234-8846 – Assinaturas
.

Image partner – depositphotos

Canal diário do vale

colunas

© 2024 – DIARIO DO VALE. Todos os direitos reservados à Empresa Jornalística Vale do Aço Ltda. –  Jornal fundado em 5 de outubro de 1992 | Site: desde 1996