quarta-feira, 12 de agosto de 2020

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Governo estuda ensino remoto em colégios militares

Governo estuda ensino remoto em colégios militares

Matéria publicada em 9 de julho de 2020, 21:15 horas

 


Alunos do colégio militar de Volta Redonda podem ter ensino remoto

Rio – O Poder Executivo, através das Secretarias de Estado da Polícia Militar e de Defesa Civil, poderá ser autorizado a implementar a plataforma de ensino remoto aos alunos já matriculados nas atividades de ensino e instrução dos cursos regulares das respectivas corporações militares. É o que autoriza o projeto de lei 2.134/2020, do deputado Jorge Felippe Neto (PSD), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, em discussão única, nesta quinta-feira (09/07). A proposta seguirá para o governador Wilson Witzel, que tem até 15 dias úteis para sancioná-la ou vetá-la.

O ensino remoto terá validade durante o período de suspensão das aulas presenciais por conta da pandemia de coronavírus. O objetivo será exclusivamente transmitir conhecimento e conteúdo didático pedagógico aos militares já matriculados e/ou já cursando nas atividades de ensino e instrução dos cursos das corporações, sem que haja perda de carga horária total e/ou atraso do prazo de encerramento do curso regular, já anteriormente publicado em boletim interno.

A Secretaria de Estado da Polícia Militar e a Secretaria de Estado de Defesa Civil, ficarão encarregadas de promover todos os atos necessários para a implementação da plataforma de ensino remoto. As despesas correrão por dotação orçamentária própria, suplementadas se necessário.
 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)
Untitled Document