quarta-feira, 27 de outubro de 2021 - 23:22 h

TEMPO REAL

 

Capa / Política / Impostômetro tornará pública arrecadação de tributos municipais

Impostômetro tornará pública arrecadação de tributos municipais

Matéria publicada em 23 de fevereiro de 2017, 19:35 horas

 


De olho: Rodrigo Furtado quer que população acompanhe de perto arrecadação de impostos municipais (Foto: Divulgação)

De olho: Rodrigo Furtado quer que população acompanhe de perto arrecadação de impostos municipais
(Foto: Divulgação)

 

Volta Redonda – O vereador Rodrigo Furtado (PTC) apresentou um Projeto de Lei que prevê a instalação de um dispositivo eletrônico interativo, apelidado de Impostômetro, que tem como objetivo fazer com que a população tenha conhecimento da arrecadação cumulativa, em tempo real, dos tributos municipais e das transferências obrigatórias de impostos promovidas pelo Estado e pela União – ambas arrecadadas pelo município.

Segundo a proposição, o Impostômetro deverá ser instalado em local público e visível, bem como a disponibilização detalhada das suas informações terão que ser divulgadas nos sítios eletrônicos oficiais, localizados em alguns pontos da cidade, como no bairro Aterrado e Vila Santa Cecília.

– O dispositivo deverá ser instalado em um raio de até 500 metros da sede da prefeitura. O painel deve ser luminoso, com letras de fácil visualização e leitura, e construído com material resistente ao tempo.  As informações contidas no Impostômetro serão demonstradas de forma clara, precisa, transparente e de simples entendimento dos usuários – explicou.

Segundo Rodrigo, deverá conter nos sítios eletrônicos oficiais o comparativo com as arrecadações de períodos anteriores, de forma mensal e anual. Além disso, o vereador ainda completou que também serão disponibilizadas a destinação final dos tributos arrecadados por cada segmento municipal, e a quantificação individualizada arrecadada por cada tributo e transferência obrigatória de impostos.

– A população poderá ter conhecimento do quanto se arrecada com IPTU, ISS, ITBI, taxas de alvará e licenciamento, além de estacionamento rotativo, entre outros. Assim, todos os interessados conseguirão acompanhar e avaliar o processo, além de conseguir cobrar, pautada em informações, ações efetivas por parte do governo municipal – alertou.

Rodrigo acredita que esta ideia é de grande valia para a população de Volta Redonda, pois garante o princípio da transparência e eficiência entre a gestão pública da cidade e todos os seus contribuintes.

– O Impostômetro também pode ser usado como forma de esclarecer à população sobre a arrecadação e os gastos públicos, além do dispositivo ser fonte de fiscalização dos recursos empregados. Com esta ferramenta, os cidadãos saberão o quanto de dinheiro está disponível nos cofres da prefeitura para a execução de obras e investimentos na saúde, educação e políticas públicas que melhorem a vida das pessoas na cidade – concluiu.

 

 


Comente com Facebook
(O Diário do Vale não se responsabiliza pelos comentários postados via Facebook)

12 comentários

  1. É isto aí!

    Quando os vereadores trabalham DENTRO da câmara, o povo ganha mais. Vamos trabalhar 21 vereadores de VR e sair das ruas fazendo o trabalho dos outros. Vereador não é secretário do prefeito e muito menos presidente de associação de moradores para pedir capina ou tapar buracos.

    Vereadores só tem 2 OBRIGAÇÕES que são: Criar/renovar leis e Fiscalizar o prefeito.

  2. Sugiro também que o painel do corruptometro seja instalado. Logico que este painel vira previamento com defeito de fabrica.

  3. Um grande passo para o desenvolvimento de Volta Redonda!

    “Legalidade, Moralidade e Transparência”. Essa e nossa bandeira.

    Parabéns Dr. Rodrigo Furtado!!!

  4. agafjgjjkWantuil fortes Silvério

    Vc sabe à diferença entre um bandido e um político , Está na transparência. O bandido é transparente e não esconde nada . E o político é transparente ?

  5. A se julgar pelas matérias publicadas aqui, a câmara é só Rodrigo Furtado…

  6. Temos um vereador atuante ,isso quem ganha é a população de volta redonda

  7. Bota o painel do sonegômetro ao lado…

Untitled Document